Aluno do Entroncamento é prata nas Olimpíadas de Língua Portuguesa - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Aluno do Entroncamento é prata nas Olimpíadas de Língua Portuguesa

Por: Ed Santos - terça-feira, 13 de dezembro de 2016 - 0 Comentários



O estudante do Entroncamento de Jaguaquara, Anderson Souza ficou com medalha de prata e bronze nas Olímpiadas de Língua Portuguesa no quesito poemas. Com o texto de sua autoria, intitulado “Êta Distrito Bom”, o garoto que representa a Bahia ao lados de mais 4 alunos das cidades de Itaetê, Valença, Mutuípe, Jaguaquara e Palmeira. 01 aluno de cada cidade passou por várias etapas e estão na final, conseguiu destaque com seu poema que narra o dia a dia no Distrito de Stela Dubois, ou seja, o mais conhecido Entroncamento de Jaguaquara.

O aluno Anderson Cruz Souza, estudante da Escola Everaldo Souza Santos, está acompanham da diretora da unidade escolar Leandra Oliveira e a professora Lívia Santana, que é itiruçuense e da sua mãe Selma.

Da final participaram 152 alunos e professores finalistas, um familiar ou responsável por cada aluno, além do diretor da escola participante. A premiação aconteceu nesta terça-feira, 13 de dezembro, às 16h (horário de Brasília), em São Paulo (SP).


Segundo contato com a Diretora Leandra, os cinco primeiros que receberam ouro não foram da Bahia. Mas que todos reconhecem o fato como uma vitória do aluno que conseguiu com seu poema sobre seu pedaço de chão ganhar o Brasil. Anderson e a Professora Lívia receberam o certificado e um tablet, já a Diretora recebeu um certificado e ainda irá trazer uma placa de reconhecimento para a Escola Everaldo Souza Santos na s bagagem. Anderson disse que foram muitas as emoções e que já se sente um vencedor. O poema do garoto já faz parte de um livro, cuja cópia também será trazida ao Entroncamento, e muito cedo o Anderson já poderá ser considerado compositor. 


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes