Jequié: "Policia não se manifestou sobre homicídio" - Itiruçu Notícias
Arrow
Vídeo sobre a leucemina

Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Opinião: O primeiro discurso da ministra do STF em 2018

Na sessão solene que marcou a abertura do Ano Judiciário de 2018, a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse na manhã desta quinta-feira, 1, que é ”inadmissível e inaceitável desacatar a Justiça” e que sem ”Justiça não há paz”. ”Pode-se ser favorável ou desfavorável à decisão judicial pela qual se aplica o direito. Pode-se buscar reformar a decisão judicial, pelos meios legais, pelos juízos competentes. É inadmissível e inaceitável desacatar a justiça, agravá-la ou agredi-la. Justiça individual fora do Direito não é justiça, senão vingança ou ato de força pessoal”, discursou Cármen. ”Sem liberdade, não há democracia. Sem responsabilidade, não há ordem. Sem justiça, não há paz”, completou a presidente do STF... CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Jequié: "Policia não se manifestou sobre homicídio"

Por: Itiruçu Notícias - - quarta-feira, 13 de julho de 2016 - 0 Comentários

"


Polícia Civil de Jequié ainda não se manifestou publicamente sobre a morte do mototaxista Vanderley de Jesus Martins, vitima de latrocínio (2/7), Vanderley recebeu sete facadas, colegas de profissão, amigos e familiares, realizaram sexta-feira (8/7), mais uma manifestação exigindo justiça e cobrando resposta da policia investigativa.


Apesar da comoção social do caso, a policia civil, nem uma nota divulgou sobre o caso. Assista ao vídeo reflexão do documentarista Dado Galvão.

Veja texto publicado pelo documentarista  Dado Galvão em seu site:

"Colegas de trabalho do líder comunitário e mototaxista (Vanderlei Martins) foram trabalhar hoje (4/7), enlutados e sem repostas, no local de “ganha-pão” em pleno Centro comercial de Jequié, uma pequena faixa informava: “estamos em luto”.
Vanderlei foi vitima de latrocínio (2/7), morreu com sete facadas, deixando esposa e um filho de treze anos. No domingo (3/7) o cortejo fúnebre fez uma parada na 9° CORPIN (Coordenadoria de Polícia Civil do Interior), mototaxistas, amigos e familiares da vitima gritavam e buzinavam, clamavam por justiça.
Temos no interior baiano, uma Polícia Civil desaparelhada, desmotivada e mal remunerada, nenhum comunicado oficial sobre a morte do mototaxista nos meios de comunicações local, por parte da autoridade policial competente, apesar do fato ter repercutido na mídia e chocado a comunidade.
Existe uma investigação em curso? Existem suspeitos? Qual a linha de investigação? O que faz a 9ª CORPIN para elucidar o crime?
Talvez, por ser o vitimado humilde, trabalhador e conhecido de muitos jequieenses, ficará difícil utilizar a velha justificativa já conhecida de todos nós e, das estatísticas. “Foi envolvimento com o tráfico de drogas”.
Quem será a próxima vitima?
Ainda na esperança de dias melhores, continuo partilhando com vocês o vídeo reflexão, Promessas Esquecidas: homicídios em Jequié, produzido em 31 de agosto de 2015"

foto: www.DadoGalvao.org


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

ENQUETE
Você votaria em quem para presidente?

Álvaro Dias (Podemos)
Ciro Gomes (PDT)
Cristovam Buarque (PPS)
Eymael (PSDC)
Fernando Collor (PTC)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Jair Bolsonaro (PSC-RJ)
João Amoêdo (Novo)
Levy Fidelix (PRTB)
Lula da Silva (PT)
Manuela D'Ávila (PC do B)
Marina Silva (Rede)
Valéria Monteiro (PMN)
Outro
Nenhum