Esporte Interativo paga 9 vezes mais que TV Globo - Itiruçu Notícias Estamos com um pequeno problema técnico em nosso portal no slider inicial da pagina, que já estamos procurando resolver o mais rápido possível. Grato pela compreenção

Arrow
MENSAGEM DE ANO NOVO

Campanha

EDITORIAL

Viajando no tempo: do Jornal Itiruçu, evoluindo até o Itiruçu Notícias


O tempo urge e as memórias ficam, para revela a sua história. Recebi do amigo poeta Claudio Fernandes uma lembrança dos primeiros passos na área da informação. Na época não tinha internet, blogs, redes sociais, sites muito mesmo WhatsApp, mas já naquela época dávamos os primeiros passos na área da comunicação escrita. CONTINUE LENDO

COLUNISTAS

Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS EM 2017


Esporte Interativo paga 9 vezes mais que TV Globo

Por: Itiruçu Notícias - - quinta-feira, 28 de janeiro de 2016 - 0 Comentários


A negociação entre alguns clubes acerca dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro a partir de 2018 promete novidades e muita dor de cabeça para a atual detentora dos direitos: Glosalt. 

Segundo as informações  o canal Esporte Interativo apresentou uma proposta que pode ser fechada em uma reunião agendada no Rio de Janeiro para tratar do assunto.
Alguns meios de comunicação já comenta de uma  suposta represália da TV GLOBO. Sem dúvida é um assunto senão agora em muito breve fará movimentar os meios esportivos, especialmente por envolver milhões de reais e interesses comerciais importante para os clubes para o futebol brasileiro.

Nas negociações com clubes por direitos de transmissão de jogos do Brasileirão, a Turner, dona do canal Esporte Interativo, tem insistido pra os cartolas compararem sua oferta só com o que a Globo paga pela exibição das partidas em TV fechada.

Isso porque ela calcula que sua proposta para esse produto equivale a pouco mais de nove vezes ao que a Globo desembolsa.

A Turner só tem interesse na TV fechada e oferece cerca de 550 milhões para serem divididos entre os clubes. De acordo com números apresentados durante as reuniões, a Globo paga nessa modalidade aproximadamente de R$ 60 milhões rachados entre os clubes. Os valores variam conforme o time.

Acontece que, contando também TV aberta e pay-per-view, a Globo investe pouco mais de R$ 1,3 bilhão no contrato. A oferta inicial da emissora para renovar o acordo que termina em 2018 previa uma redução nos valores.

Atraídos pela oferta da Turner, os clubes que ainda não assinaram com a Globo temem ficar ser ter pra quem vender os direitos para TV aberta se selarem acordo com o Esporte Interativo. Acreditam que a Globo, como retaliação, poderia não comprar os jogos.

Assim, a Turner se comprometeu a adquirir também os direitos para TV aberta caso eles não sejam comercializados até o início de 2019, quando começaria o novo contrato, com validade de seis anos. Nesse caso, tentaria repassar as partidas para outra emissora.

Com TV fechada e aberta, a Turner gastaria cerca de R$ 750 milhões, pouco mais da metade do total gasto pela Globo. Porém, nas reuniões com os cartolas, os executivos da Turner argumentam que, como a Globo já assinou com parte dos clubes, não será tão fácil ela descartar quem tiver compromisso com a concorrente em canal fechado. O campeonato completo é mais valioso do que sem todos os clubes.

Por sua vez, a Turner quer no mínimo oito times. Santos, Fluminense, Grêmio, Internacional, Coritiba, Atlético-PR e Bahia conversam com a empresa desde a primeira reunião promovida por ela.

A companhia já topou dividir o bolo da seguinte forma: 50% de maneira igual, 25% pela audiência e 25% conforme o desempenho esportivo.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif