A espera de socorro, Filho fica do lado da mãe esfaqueada - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


A espera de socorro, Filho fica do lado da mãe esfaqueada

Por: Itiruçu Notícias - domingo, 24 de janeiro de 2016 - 0 Comentários


Ao chegar para atender uma ocorrência de uma mulher esfaqueada, na madrugada de sexta-feira (22),  em Joinville, policiais militares se depararam com uma cena ainda mais triste. Tanto o filho de 2 anos quanto o cachorro de estimação da vítima ficaram ao lado da mulher enquanto aguardavam a chegada do socorro. A criança segurava a mão da mãe.
A PM foi acionada por volta das 4h15. Ainda deitada na rua, a mulher de 36 anos contou aos policiais que havia sido esfaqueada pelo ex-marido.
O menino, de 2 anos e 8 meses, permaneceu com os policiais até a chegada de uma tia. O cão ficou ali e testemunhou o atendimento da dona na ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
O Hospital São José de Joinville afirmou que ela levou 13 facadas e passou por cirurgias. Até o fim da tarde desta sexta ela estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em estado gravíssimo.
Segundo o Hospital São José, ela levou facadas em várias partes do corpo, abdômen, costas, peito, pernas e braços.
A PM fez buscas pelo ex-marido suspeito, mas ele não havia sido encontrado até o fim da tarde de sabado(23). A polícia não soube informar se ele tinha antecedentes criminais.
O caso da tentativa de homicídio está com a Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso de Joinville, que fará a investigação.
(Fonte G1 SC )


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif