Arrow

Publicidade

 photo gilmarblog1_zps4luhe1om.gif


As investigações da Operação Lava Jato, da Polícia Federal, descobriram anotações em um escritório da empresa UTC Participações, em São Paulo, que faziam comentários sobre os rumos da CPI da Petrobras no Congresso Nacional. As informações foram publicadas no jornal Folha de S. Paulo nesta terça-feira (9).
Segundo os papéis encontrados, o senador Aécio Neves (PSDB/MG) teria sido “pressionado pela CNO para não aprofundar”, assim como teria escalado dois colegas – Álvaro Dias (PR) e Mário Couto (PA) – para “fazer circo” na ocasião. A sigla pode ser uma referência à Construtora Norberto Odebrecht.
Ainda segundo as anotações levantadas pela PF, a CPI não parecia incomodar as empreiteiras. Parte do texto dizia que a Comissão “será agressiva, pois não querem apurar nada, só gerar noticiário”. Foram vários os indícios encontrados pela polícia de que as empreiteiras acompanhavam de perto as atividades dos parlamentares.
Essa não é a primeira evidência da tentativa do PSDB de calar a Comissão. Em depoimento em delação premiada, o ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa afirmou que o ex-presidente do partido, Sérgio Guerra, teria recebido R$ 10 milhões para abafar a CPI que apurava irregularidades nos contratos da estatal. Das 9 investigadas, Aécio recebeu R$ 35 milhões de empresas da Lava Jato
O candidato do PSDB à Presidência, senador Aécio Neves (MG), arrecadou R$ 222,92 milhões em doações na última campanha eleitoral. Desse total, R$ 35,77 milhões, pouco mais de 16%, saíram de empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato, da Polícia Federal, no âmbito das denúncias de corrupção e pagamento de propinas que envolvem a Petrobrás.
Fonte: Viomundo



A falta de recursos obrigou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) a cancelar a Contagem da População 2016. Em nota, o Ministério do Planejamento, responsável pelo IBGE, confirmou o cancelamento da pesquisa.
Segundo o Planejamento, o alto custo da pesquisa, orçada em R$ 2,6 bilhões, foi o fator responsável pelo cancelamento. O montante não está previsto no Orçamento de 2015. Estão mantidas as demais pesquisas do IBGE, como o Sistema de Contas Nacionais, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua, a Pesquisa de Orçamentos Familiares e o Censo Agropecuário de 2017.
Sem a Contagem da População, um novo levantamento populacional só será feito no Censo de 2020. Usada no cálculo dos repasses da União aos estados e aos municípios, a Contagem da População é feita por amostragem e não exige a ida de técnicos do IBGE de casa em casa, como no censo.
Apesar da amostra menor, a pesquisa envolve cerca de 80 mil recenseadores. A compra de equipamentos e a contratação de trabalhadores temporários começariam a ser planejadas em 2015 para a execução do levantamento em 2016. Sem a Contagem da População, estados e municípios receberão repasses federais com base em estimativas do IBGE.
Fonte Agência Brasil

A unidade provisória do SAC no município de Jequié, que hoje funciona no Centro de Cultura ACM, situado na Praça Duque de Caxias, será transferida, em até 60 dias, para o Núcleo de Tecnologia Educacional (NTE), localizado na Rua Augusto Marques, 1629, no bairro do Jequiezinho. Para não prejudicar a oferta de serviços ao público após o incêndio que atingiu o SAC do município, o Centro de Cultura foi utilizado inicialmente por já possuir a estrutura adequada para instalação do Serviço em um tempo mínimo. Entretanto, o novo espaço no NTE, que está desocupado, precisará de poucas intervenções até o início do atendimento.
Até que a nova sede do posto SAC Jequié fique pronta, conforme planejamento do Governo do Estado, a unidade provisória vai funcionar no NTE oferecendo os seguintes serviços: emissão da carteira de identidade, carteira de motorista, certidão negativa de antecedentes criminais e CPF, além do atendimento da Previdência Estadual, Planserv e Procon. O atendimento acontecerá de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h30.
Demais serviços - Os demais serviços ofertados pelo SAC Jequié - atendimento do Sinebahia, Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA), Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e emissão do Registro Civil - continuarão a ser ofertados no município, nas sedes dos órgãos correspondentes.
Os serviços do SineBahia, tais como a intermediação de mão de obra e o seguro-desemprego, estão sendo oferecidos provisoriamente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, na unidade do órgão em Jequié, situada na Avenida Rio Branco, s/n, Centro, ao lado da Biblioteca Municipal.
Já o serviço de orientação jurídica e a emissão da certidão de nascimento, ofertados pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ/BA), estão alocados no Fórum Bertino Passos, que funciona na Praça Duque de Caxias, s/n, bairro do Jequiezinho, ao lado da Prefeitura Municipal. O fórum da cidade funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 15h30.
Por último, o atendimento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) está sendo realizado no Fórum Eleitoral de Jequié, na Rua Perimetral, n° 3B, também no bairro do Jequiezinho. O órgão atende de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h.
Para mais informações sobre endereços e horários de atendimento dos postos SAC da capital e interior, a Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb) disponibiliza o Portal do SAC (www.sac.ba.gov.br) e os números 0800 071 5353 (telefone fixo) e 4020 5353 (telefone móvel
O Ministério Público Federal em Ilhéus/BA denunciou na quarta-feira, 18, Weber Sena Oliveira, conhecido como "Paulista", e André Cardoso Rodrigues pela prática dos crimes de tráfico qualificado de animais, maus-tratos e corrupção ativa. Weber foi também denunciado por direção de veículo automotor sem habilitação.
O MPF requereu, ainda, a prisão preventiva dos réus, presos em flagrante na madrugada do dia 3 de março em ação realizada na BR-101, nas imediações de Ubaitaba/BA, a 373 km de Salvador, por transportarem ilegalmente mais de mil aves silvestres, muitas ameaçadas de extinção. Oliveira, um dos maiores e mais contumazes traficantes de animais silvestres da Bahia, e Rodrigues tentaram se livrar do flagrante prometendo sete mil reais aos policiais. O pedido foi deferido e a prisão preventiva dos réus foi decretada e mantida pela Subseção Judiciária de Ilhéus no último dia 20.
O procurador da República Tiago Modesto Rabelo, autor da denúncia, afirma que foram encontradas e apreendidas na caminhonete conduzida por Oliveira 1008 aves silvestres de diversas espécies, muitas das quais ameaçadas de extinção. A intenção dos réus era chegar à Feira de Santana/BA, cidade onde os animais seriam comercializados ilegalmente em feiras livres. Além de transportar as aves sem autorização ou licença de autoridade competente, Oliveira as submetia a maus-tratos, como atestou o Ibama.
Diligências realizadas logo após o flagrante levaram uma equipe da Companhia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (Cippa) de Ilhéus a um imóvel localizado no Distrito de Mascote/BA, a 555 km da capital, utilizado por Oliveira como cativeiro das aves. No local, foram encontrados mais 54 aves silvestres, ração para pássaros, diversas gaiolas e outros instrumentos utilizados na prática do crime.
Laudos periciais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) demonstraram que os animais apreendidos foram submetidos a maus-tratos, por causa das péssimas condições das acomodações nas quais eram transportados, falta de água e alimentação inadequada. Em virtude disso, 38 aves chegaram mortas ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Ibama/Cetas) de Eunápolis/BA.
Crimes - Em interrogatório, Oliveira confessou o crime e admitiu já ter sido preso outras quatro vezes por transporte e comercialização ilegal de animais. Além disso, ele já foi alvo de dez autos de infração lavrados pelo Ibama, e já vinha sendo monitorado há tempos por suas reiteradas ações.
As apurações foram iniciadas na esfera estadual, mas foram declinadas para a federal por conta da presença de aves silvestres ameaçadas de extinção dentre as espécies vitimadas. A prisão preventiva já havia sido previamente determinada pela Justiça Estadual e o MPF, ao concluir as investigações e oferecer a denúncia, requereu à Justiça Federal que a custódia cautelar fosse decretada e os réus mantidos presos, por entender que eles constituem ameaça à ordem pública, à persecução criminal e à aplicação da lei penal.
Além da manutenção da prisão preventiva, o que já foi deferido, o MPF pediu que os denunciados sejam condenados com base no art. 29, §1º, III c/c §4º, I e III, da Lei 9.605/98, por tráfico de animais, com aumento de pena pelo fato de o crime ser contra espécies em extinção e ter sido praticado à noite. O órgão requer, ainda, que Oliveira e Rodrigues sejam condenados pelo art. 32, §2º, da mesma lei, por maus-tratos a aves silvestres, com aumento de pena decorrente da circunstância da morte de vários animais.
O MPF pede, ainda, que os denunciados sejam condenados no art. 333 do Código Penal, por corrupção ativa, com pena de reclusão de dois a 12 anos e multa. De acordo com os pedidos, Oliveira deve, também, ser condenado por dirigir veículo automotor, em via pública, sem a devida habilitação, conforme art. 309 da Lei 9.503/97.
Confira a íntegra da denúncia.
Confira a íntegra da cota introdutória da denúncia.









Servidores públicos ativos ocupantes de cargos efetivos nas secretarias da Saúde (Sesab), Educação (SEC) e Segurança Pública (SSP) têm até o dia 13 de abril para acessar o Portal do Servidor e efetivar o seu recadastramento. Após este prazo, aqueles que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido deixarão de receber os seus vencimentos. A suspensão do pagamento será mantida até que o servidor regularize a sua situação.
Devem se recadastrar servidores que estiverem em atividade nos órgãos contemplados nesta primeira fase do recadastramento, inclusive aqueles contratados como cargo comissionado ou em Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) e também os que estejam em situação de férias; licença médica, licença prêmio, licença maternidade e outras licenças; à disposição de órgãos dos três poderes (com ou sem ônus); em exercício de mandato eletivo; respondendo a processo administrativo; em readaptação funcional, além de residentes; estagiários e menores aprendizes.
Quase 70% dos mais de 120 mil servidores vinculados a estes órgãos já concluíram o recadastramento, que foi instituído através do Decreto Estadual N°15.960, publicado no dia 21 de fevereiro deste ano. O objetivo é validar os locais e jornada de trabalho dos servidores e, com isso, operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado. Além de balizar informações importantes para os novos gestores da Administração Estadual, o resultado do processo servirá para identificar a existência de possíveis não conformidades, tais como o acúmulo indevido de cargos e a incompatibilidade de horários de trabalho.
Ainda este ano, o Estado vai anunciar as outras duas fases do recadastramento de ativos, as quais contemplarão os servidores em atividade nas demais secretarias e órgãos da Administração Estadual. Dúvidas sobre o recadastramento de servidores ativos poderão ser esclarecidas através do e-mail recadastramento.ativos@saeb.ba.gov.br.

O ator ficou internado no Hospital São Lucas, em Copacabana, na Zona Sul do Rio,   faleceu após passar as últimas semanas internado com problemas pulmonares. Segundo o jornal “O Globo”, o profissional, que estava com 89 anos, teve falência múltipla de órgãos.
A assessoria de imprensa do hospital informou que ele foi transferido, no dia 13, da UTI para para a Unidade Cardio Intensiva. "Loredo lutava há anos contra uma Doença Pulmunar Obstrutiva Crônica (DPOC) grave e um Efisema Pulmunar", informou o comunicado.
Apesar da idade, até dois anos atrás o humorista continuava trabalhando e usando as redes sociais para falar com os fãs e divulgar sua agenda de shows.
A cerimônia de cremação está marcada para as 15h  desta sexta-feira (27) no Memorial do Carmo, no Caju, Zona Portuária do Rio.  Leia mais sobre a vida de Loredo clique AQUI!

Ouvindo a sonora da ultima sessão da câmara de vereadores da terra de José Inácio, deu para perceber que alguns aliados não estão muito satisfeitos com a gestão municipal.
O vereador Val Caetano no uso de sua palavra chegou a dizer que está realizando um campeonato de futebol na sua localidade e que em momento algum, a "Verdinha" se prontificou a ajudar.
Outro assunto abordado pelo vereador, é quanto a continuidade da recuperação das estradas vicinais que segundo ele, o que foi feito até agora foi "UM CALA BOCA" e que calou mesmo.
Outro que pediu a parte durante o pronunciamento de Val Caetano e falou também das estradas foi o vereador Josevi Umburanas (Duda). Duda disse que as obras estão paradas e que ninguém explica o motivo. O termo usado por Duda foi "ESTAMOS A MERCÊS", em outras palavras, o vereador ou quis dizer que eles estão abandonados ou que a "Verdinha" não está dando importância as estradas daquelas localidades.
Cuidado!
Tem um ditado que diz:
"Quem não dá assistência, perde para concorrência"
Com a resposta quem interessa possa.
Por Joselito