Itiruçu Notícias - Vocé conectado com a informação
Arrow
NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçuense Joselito Fróes ganha Festival de Música

Aconteceu na noite desta segunda-feira (27), o II Festival de Música Junina de Santo Antônio de Jesus, promovido pela Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Cultura, Turismo e Juventude. O evento de autoria da atual gestão municipal, teve início em 2018 e tem como objetivo valorizar os artistas locais, fomentando assim a arte e cultura da cidade.

Com a presença mais que especial do cantor e músico Adelmario Coelho, que integrou o júri, o festival contou com 12 músicas autorais, que tinham que conter obrigatoriamente a frase “Viva o Nordeste Brasileiro”. Os jurados deram suas notas baseados em seis critérios: letra, adequação ao tema, melodia, afinação, postura de palco e tempo estipulado.

A musica vencedora foi "Minha Terra" composição de Joselito Fróes e Reginaldo Silva, que se tornará a música-tema do São João 2019. Com o primeiro lugar aa dupla faturou um prêmio de R$ 4.000 e participará da programação do Melhor São João. ....CONTINUE LENDO

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa. ...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS



BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI


O veto do presidente Jair Bolsonaro (PSL) de trecho da medida provisória que isentava a cobrança de bagagem de até 23 quilos nos voos domésticos deixou usuários e políticos indignados. Nesta terça-feira (18), um dia após o presidente anunciar o fim da isenção, o deputado estadual Marcelo Veiga (PSB) reagiu e criticou as medidas do atual governo. “Faz tudo pelas empresas e nada pelo povo. Esse governo não entende que o Estado deve servir aos que mais precisam e qualquer decisão que não seja nesse sentido inviabiliza ainda mais o desenvolvimento econômico do brasileiro”, frisa o parlamentar.

Com o veto, ficam isentas apenas as bagagens de mão até 10 quilos. A alegação do governo federal e do presidente Bolsonaro é que a medida prejudicaria as empresas aéreas pequenas e outras deixaram de se instalar no país por essa cobrança. “As passagens já estão com preços muito elevados. O serviço é ruim em algumas empresas. Acredito que a melhor maneira seja sim abrir concorrência, mas o povo não pode sempre ser prejudicado com as decisões do governo federal. Estamos cientes das dificuldades com um número alarmante de desempregados, mas não justifica esse veto. É mais uma medida para contrariar o povo. Esse governo, na verdade, nunca gostou de pobre”, dispara.

A isenção da cobrança havia sido incluída por emenda parlamentar na Medida Provisória (MP) 863 que foi apresentada no governo de Michel Temer e autoriza até 100% de capital estrangeiro em companhias aéreas. A MP foi aprovada pelo Congresso Nacional em maio deste ano. Questionado pela imprensa do Brasil se a cobrança de bagagens vai estimular a vinda de empresa aéreas de baixo custo para o país, as chamadas ‘low cost’, o presidente respondeu que sim. “Para as ‘low cost’ vai valer, é o que elas queriam para vir pra cá ajudar na concorrência, que fosse vetado esse dispositivo”.
Ascom do deputado

Segundo a Agência Nacional do Petróleo, o preço do botijão do gás aumentou 30% em três anos


Atualmente, o constante aumento do preço do botijão do gás de cozinha é uma das grandes preocupações dos brasileiros. A última elevação do valor declarada pela Petrobras ocorreu no início de maio, com o aumento de 3,4%.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo IBGE no último dia 22 de maio, a variação de preços vem influenciando o modo como a população prepara seus alimentos. Mais de 3 milhões de brasileiros estão usando lenha ou carvão para cozinhar, invés do gás de cozinha.

Mas, para quem se esforça para utilizar o GLP (Gás Liquefeito de Petróleo, o gás de cozinha), o aperto tem sido grande. A dona de casa Izabel Viana, de 75 anos, moradora da cidade de Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, relata que em alguns meses chega a usar três botijões, pois cozinha para muitas pessoas. Ela desembolsa mais de 200 reais por mês com o produto.

"Como está cada dia mais caro, dividimos o valor entre todas as pessoas da família para que assim não fique tão pesado, mas é um dinheiro que poderia ser usado para comprar mais comida".
Texto Mariana Mimoso

O Brasil se classificou na Copa do Mundo Feminina, e Marta virou a maior artilheira da competição (entre homens e mulheres). A camisa 10 marcou de pênalti, superou Klose ao chegar aos 17 gols na história do torneio e foi decisiva para a vitória por 1 a 0 sobre a Itália, nesta terça-feira, em Valenciennes.

Apesar do resultado positivo, a Seleção avança apenas com a terceira colocação do disputado Grupo C. O Brasil terminou empatado em pontos com Austrália e Itália, todos com seis. As italianas, com saldo melhor, ficaram na liderança, e as australianas só passaram as brasileiras por ter terem mais gols pró: 8 a 6. 

A Seleção pegou uma das vagas destinadas aos quatro melhores terceiros, é verdade, mas por pouco não terminou na liderança do Grupo C. Se fosse assim, enfrentaria China ou Nigéria nas oitavas. Como pegou a terceira vaga, terá pela frente França  no fim de semana.

Reportagem no Correio da Bahia revelaram que os resultados de novas sondagens feitas pela Largo Resources ampliaram a potencialidade do depósito mineral de vanádio de Novo Amparo Norte, em Maracás (a 374 km de Salvador). O depósito já era conhecido, mas foi melhor estudado a partir dos planos de expansão da produção do metal raro que em todas as Américas só é extraído na Bahia. Segundo o presidente da empresa no Brasil, Paulo Misk, os estudos indicam que o depósito tem capacidade de produção de 23,5 milhões de toneladas. Até então, o volume estimado de vanádio para a área era de 9,8 milhões.

Para se chegar a esse grau de conhecimento foram realizados 88 furos (total de 12,9 mil metros de perfurações) no método sonda diamantada. O próximo passo da empresa é o de definir um plano de exploração. Misk diz que são duas as opções à mesa. A primeira é a de ampliar a produção atual e a segunda é a de explorar a reserva depois de esgotadas as que já são exploradas atualmente. "A segunda é a mais provável", garantiu ele, lembrando que os preços do material se estabilizaram este ano após se elevarem substancialmente em 2018. Neste caso, o novo depósito representa a ampliação da vida útil da Vanádio Maracás em  9 anos, ou seja, até 2049. A Novo Amparo Norte fica a cerca de 6 km da cava da Campbell, mina atualmente explorada pela empresa.

A produção de vanádio em Maracás começou em 2014. A capacidade atual é de 800 toneladas por mês. No ano passado, devido às condições de mercado, foi iniciado projeto de expansão, para ampliar a produção para 1 mil toneladas por mês. As obras estarão concluídas em julho. A ampliação consumiu investimentos de US$ 16 milhões e o número de empregos diretos subiu de 383 para 473 trabalhadores.

O vanádio é um metal raro que dá mais força, resistência e flexibilidade ao aço, inclusive diminuindo os custos de produção deste último. E é usado, entre outras aplicações, na indústria aeroespacial. Cerca de 60% da produção mundial do metal está concentrada na China.

A mina em Maracás faz do Brasil  o quarto maior produtor mundial. Mas o vanádio encontrado em Maracás é apontado como o de maior teor de pureza do mundo. A unidade da Largo Resources, além de extrair o vanádio da terra, faz vários beneficiamentos ao mineral, para transformá-lo – na própria unidade - em pentóxico de vanádio (v2O5).

A reserva da mina de Maracás da Largo Resources possui um importante diferencial competitivo: a alta concentração de vanádio, que é duas vezes maior que a encontrada nas minas da África do Sul, maior produtor mundial. A planta de Maracás representa de 8 a 10% do que é produzido no mundo.

`` A mineração é só 30% dos custos que temos na nossa operação´´, afirma Misk. Toda a produção é exportada, mas o presidente da empresa afirmou que a partir do ano que vem poderá também vender para o mercado interno.

Uma jovem de 23 anos morreu após ser esfaqueada durante uma briga com uma vizinha na cidade de Itabuna, no sul da Bahia. A suspeita de cometer o crime foi presa em flagrante. 
De acordo com informações do delegado André Aragão, coordenador regional da Polícia Civil, a vítima Larissa Vitória Dias Paiva foi morta pela vizinha identificada como Valquíria Silva Conceição, de 43 anos na tarde de sábado (15), no bairro da Bananeira. 

O coordenador informou que a suspeita, identificada como Valquíria Silva confessou o crime, mas não detalhou o motivo da briga. Ela foi encaminhada para a delegacia de Itabuna, onde está à disposição da Justiça. O corpo da vítima foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna. Não há detalhes sobre o sepultamento dela. O caso é investigado na delegacia da cidade.
Fonte: G1

O corpo de um homem foi encontrado na manhã de segunda-feira (17/06), no bairro do CIA, na cidade de Simões Filho, região metropolitana de Salvador. 
A vítima, que ainda não foi identificada, foi achada por populares, por volta das 7h, na Estrada das Pedreiras, na localidade conhecida como Coração de Maria, que fica atrás da Ceasa. Marcas de tiros e sinais de tortura foram relatados por policiais. 
A vítima aparentava mais de 40 anos e tinha uma tatuagem no braço direito. Tá usava relógio e aliança. O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues. A Polícia Civil investiga o crime. 
Fonte Informe Baiano

O Contran (Conselho Nacional de Trânsito) publicou nesta segunda-feira, dia 17 de junho, a resolução 778, que modifica o processo para obter a ACC (Autorização de Conduzir Ciclomotor), além de confirmar o fim da exigência dos simuladores para quem está tirando a CNH (Carteira Nacional de Habilitação), categoria “B”, para automóveis.

Segundo a nova resolução, durante um ano, a contar a partir do dia 17 de setembro, aqueles que quiserem tirar a ACC, poderão realizar as provas teórica e prática sem a necessidade de fazer aulas antes. O documento é obrigatório para conduzir as motocicletas cinquentinhas e ciclomotores com propulsor de até 50 cm³.

 Se forem reprovados, os candidatos deverão passar por aulas práticas. Após esse período, está prevista redução da carga horária no processo para obter a ACC. Até então, são exigidas, pelo menos, 20 horas de aulas práticas. Com a nova “resolução”, o número será reduzido para 5 horas de aulas práticas, sendo que uma delas dever ser noturna.
A “resolução” ainda permitirá que os candidatos levem o próprio ciclomotor para fazer o exame prático. O veículo deverá ter, no máximo, 5 anos de uso.

A resolução 778 também fala sobre o fim da exigência dos simuladores para quem está tirando a CNH. A mudança foi divulgada no dia 13 passado pelo Sr. Tarcísio de Freitas, ministro da Infraestrutura.
Segundo o ministro, a retirada dos simuladores vai reduzir a burocracia e baixar, em até 15%, o custo para se tirar a CNH.
Com fim da obrigatoriedade, a quantidade de horas-aula que o novo motorista tem que cumprir antes de retirar a CNH cairá de 25 para 20 horas.

Ainda assim, se preferir, o aluno poderá realizar até 5 horas/aula no simulador, desde que o Centro de formação de condutores (CFC) possua o aparelho, e antes das aulas em vias públicas.


Governo suspende por 1 ano exigência de aulas para tirar habilitação das motos “cinquentinhas”

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS