Itiruçu Notícias | Você conectado à informação!
Arrow
Versículos Bíblicos  


Acesse e curta nossa FAN PAGE



Segundo os pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), em reportagem ao Correio Online, chuvas torrenciais trarão um volume de água tão grande, a ponto de modificar a geografia nordestina, eliminando espécies e fazendo surgir novas fauna e flora. O desastre ambiental será provocado pela ação do homem, que resulta em emissão de gases do efeito estufa em atlas concentrações e desequilibram o clima no planeta. O resultado disso é que as correntes marinhas irão reduzir em até 44% sua intensidade, provocando super aquecimento das águas do Atlântico, nas imediações da região Nordeste, produzindo maior evaporação e formação de chuvas em excesso.

“O aquecimento global vai arrefecer as correntes marinhas de duas formas. Uma delas é intensificando as chuvas nas altas latitudes do Atlântico Norte, onde as águas precisam ser mais densas para afundar e retornar ao Sul, realimentando as correntes. Se chove muito, reduz a salinidade da água e consequentemente sua densidade, dificultado o afundamento. A outra forma é derretendo as calotas de gelo sobre a Groenlândia, liberando água doce e também reduzindo a salinidade da água, exatamente nos sítios de formação das águas profundas, onde as correntes marinhas fazem o retorno”, explicou o professor de Ciências da USP, Cristiano Chiessi, coordenador da pesquisa que estuda os efeitos da redução das correntes marinhas.

Os três candidatos a prefeito de Itiruçu, José Wilson Souza Santos (Bita), Vincenzo Tenisi (Enzo) e Lorenna Moura Di Gregório, contam em suas suplências para colaborar em um futuras administração caso seja sejam eleitos. Juscilene Almeida Nogueira, Claudio Andrade Souza e Gilmar Machado de Santana Junior (Junior Petrukio) são nomes que fazem  composição política e definitivamente já estão inseridos na historia deste município por concorrem ao cargos de gestores do município.


José Wilson Souza Santos (Bita) - PSC
Professor de Ensino Fundamental, casado e  tem 51 anos, tambem é Pastor de uma Igreja evangélica e defensor das praticas esportiva principal o futebol. Sua companheira de chapa como candidata a vice-prefeita é Juscilene Almeida Nogueira (Dica) de 37 anos, solteira e trabalhadora rural é  candidata do PSC.


Vincenzo Tenisi (Enzo) - PROS
Empresários em agronegócios de 61 anos, casado. Claudio Andrade Souza, de 56 anos é empresário no ramo de Picolé e sorvetes tem Ensino Médio completo e compõe a chapa majoritária com o cargo de vice-prefeito pelo PP.


Lorenna Moura Di Gregório - PRB
Médica, de 38 anos, solteira. Gilmar Machado de Santana Junior (Junior Petrukio) de 30 anos, casado é administrador e exerce o cargo de vereador forma a chapa no cargo e vice-prefeito pelo PSD.
Policiais rodoviários federais prenderam um homem portando drogas no início da tarde de hoje (25). O flagrante ocorreu por volta das 12h30, no KM 429 da BR 116, trecho de Feira de Santana, município localizado a 108 KM da capital da Bahia, após um jovem que transitava em uma bicicleta esbarrar-se na viatura da PRF.
Diante da situação, os policiais realizaram abordagem e fiscalização ao indivíduo, encontrando várias trouxas de substância similar à maconha e crack, dividida em quantidades e acondicionadas de forma comumente utilizada no tráfico de entorpecentes. O jovem de 20 anos foi encaminhado com a droga para a delegacia de polícia judiciária local.

O governo vai mandar ao Congresso Nacional, na primeira quinzena de dezembro, uma proposta de atualização da legislação trabalhista. A informação foi divulgada hoje (25), no Rio de Janeiro, pelo ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que garantiu que os direitos dos trabalhadores serão mantidos.
"Quero reiterar aqui, até para que não tenha nenhuma especulação por parte de alguns setores que são mal intencionados: direito você não revoga, direito você aprimora. Trabalhador não corre nenhum risco de perder direito. Não há nem a possibilidade de parcelamento de décimo terceiro, não há nenhuma possibilidade de fatiamento de férias, não há nenhuma possibilidade de aumento de jornadas de trabalho e não há nenhuma possibilidade de alteração das regras do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço", afirmou o ministro, após participar do Seminário Comemorativo pelos 75 anos da justiça do Trabalho e 70 anos do Tribunal Superior do Trabalho (TST), no Centro Cultural da Fundação Getúlio Vargas (FVG), em Botafogo, zona sul da cidade.
Para o ministro, o eixo fundamental da proposta será trazer segurança jurídica. Além disso, vai criar oportunidades de ocupação com renda e consolidar os direitos. " O trabalhador não será traído pelo ministro do Trabalho", completou. Leia mais AQUI!

Limite de gastos para cada candidato está dando dor de cabeça para alguns concorrentes aos cargos eletivos nas eleições de 02 de outubro em Itiruçu.
Há quem pense, que os valores de R$ 176.779,80 para candidatos a prefeito e de R$ 10.803,91 para campanha de vereador são valores que os candidatos vão ganhar por ser candidatos.
Segundo informações colhidas alguns cidadãos depois que foi divulgado o limite de gastos,  ficaram achando que os candidatos estão recebendo as quantias para ser candidato.
"Um cidadão até se prontificou a ser candidatos a vereador para poder ter direito ao valor  que segundo ele teria direito". revelou.





O governador Rui Costa recebe o medalhista olímpico Isaquias Queiroz na tarde desta sexta-feira (26), no aeroporto de Ilhéus. O voo do atleta está previsto para chegar à cidade às 15h40.
Baiano de Ubaitaba, Isaquias conquistou três medalhas nos Jogos Olímpicos Rio 2016, tornando-se o atleta brasileiro com o maior número de medalhas em uma única Olimpíada.
Na última terça-feira (23), Rui Costa esteve com o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, para reforçar uma solicitação que chegou à pasta em 2015: a construção do Centro de Treinamento de Canoagem na região de Ubaitaba, por onde passam as águas do Rio de Contas. Os recursos são de aproximadamente R$ 8 milhões.




O Ministério Público Federal (MPF) denunciou o prefeito de Candeias (BA), Francisco Silva Conceição, o secretário de Saúde do município, Manoel Eduardo Farias Andrade, o empresário Nicolau Júnior e mais seis pessoas por falsidade ideológica, dispensa indevida de licitação e fraude licitatória – artigos 299 do CP, 89 e 90 da Lei 8.666.
O prefeito e o secretário de saúde do município de Candeias promoveram a terceirização integral do serviço de saúde em três unidades médico-hospitalares do município por meio de diversos instrumentos jurídicos: contratação emergencial; pagamento por reconhecimento de dívidas; pregão presencial e concorrência pública.

Segundo as investigações, Nicolau Júnior chefiava uma organização criminosa que utilizava diversas empresas para operar em vários nichos econômicos, atuando por meio de “laranjas”. Umas das empresas envolvidas no desvio é o Instituto Médico e Cardiológico da Bahia (IMCBA) que era utilizada para aliciar prefeitos e servidores públicos para obtenção de contratos de gestão de hospitais, prontos socorros e unidades de pronto atendimento de prefeituras da Bahia, pagos com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) e que proporcionava o enriquecimento ilícito.

As investigações revelaram que, na ocasião das contratações, o IMCBA sequer possuía a natureza jurídica de Organização Social – não cumprindo os requisitos formais estabelecidos na Lei nº 9.637/98 –, tratando-se de uma verdadeira empresa utilizada para a prática de crimes.

Em Candeias, o prefeito e o secretário contrataram por dispensa de licitação a IMCBA para gerir, na modalidade gestão plena, o Hospital Municipal José Mário dos Santos, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Posto de Saúde Luiz Viana Filho. Segundo o MPF, esse tipo de sociedade facilita a obtenção de vultosos contratos de gestão com entes públicos municipais, cujo formato impossibilitava qualquer controle, diante da falta de discriminação dos itens contratados e da ausência de uma adequada prestação de contas.
A denúncia destaca que o processo de dispensa de licitação foi formalizado em um rápido lapso de tempo, apenas quatro dias. Além disso, integrantes da comissão de licitação reconheceram que receberam parecer pronto para assinatura, atestando que a proposta de preço mais vantajosa foi apresentada pela IMCBA.

A dispensa de licitação, realizada em julho de 2012, fundamentou a assinatura de três contratos emergenciais entre o IMCBA e a prefeitura de Candeias, no valor global de R$ 6,9 milhões para o período de 90 dias. Em outubro, o IMCBA continuou atuando nas mesmas unidades sem a devida cobertura contratual, o que lhe proporcionou um pagamento no valor de R$ 5,5 milhões. Em 2013, foi realizado outro pagamento de R$ 5,8 milhões, sem cobertura contratual.
O Pregão Presencial nº 2/2013 teve a participação apenas da IMCBA. Foram firmados os dois contratos de gestão, ambos com o IMCBA, cujos objetos foram a operacionalização da gestão e execução das ações e serviços de saúde na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e do Hospital Municipal de Candeias. Os contratos totalizaram R$ 24,2 milhões, resultando na terceirização do serviço de saúde nessas unidades.

Os levantamentos e análises realizados pela Controladoria Geral da União e pela Polícia Federal, em conjunto com o MPF, evidenciaram toda a fraude dos atos constitutivos desse ICMBA, no que concerne à composição da sua diretoria, presidência e a sua própria gestão. A denúncia ressalta que Nicolau Júnior buscou direcionar os depoimentos a serem prestados na Polícia Federal, escolher quem poderia depor e impedir que aqueles que pudessem fragilizar as versões apresentadas pelo grupo comparecessem à Polícia Federal.

“A contratação do instituto ocorreu de forma direcionada e ao arrepio das normas que disciplinam esse tema, tanto a lei que regulamenta a qualificação de entidade como organização social e o contrato de gestão, quanto a lei de licitações”, explica a procuradora regional da República Raquel Branquinho.
Além disso, o objeto contratado foi amplo e genérico, houve o repasse integral das verbas contratadas, a prefeitura não fiscalizou a prestação do serviço contratado e o instituto não apresentou a documentação necessária para comprovar a execução dos serviços que foram pagos.

Operação Copérnico – A denúncia faz parte da Operação Copérnico, que investiga o desvio de recursos públicos transferidos pela União a prefeituras municipais para a administração de serviços médicos e hospitalares em unidades de saúde locais. Estima-se que, no período entre 2011 e 2015, cerca de R$ 145 milhões do SUS tenham sido utilizados para repasse ao IMCBA pelos municípios baianos de Candeias, São Francisco do Conde, Madre de Deus e Salvador.
Em julho deste ano, a Justiça Federal determinou a prisão preventiva de Nicolau Emanoel Marques Martins Júnior e deferiu o pedido de busca apreensão, bem como a condução coercitiva de sete envolvidos no esquema de fraude.

Publicidade

 photo dra rita coacutepia_zpsxcdxnsbz.png