Arrow


O deputado federal eleito José Carlos Aleluia, presidente estadual do Democratas, passa bem, após se submeter a intervenção para colocação de três stents em artérias que apresentavam estreitamento, detectado em exame de cateterismo. O procedimento foi realizado pela equipe dos médicos Roberto Kalil Filho e Pedro Lemos, neste sábado (20), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo (SP).
No quarto do hospital na tarde deste sábado, Aleluia assistia, ao lado de familiares, à final do Mundial de Clubes 2014 entre Real Madrid e San Lorenzo. Ele deve permanecer internado por mais dois dias para observação médica, voltando a Salvador até terça-feira (23). “Vou passar a ceia de Natal em casa. Aproveito para tranquilizar a todos, pois estou bem e cheio de energia para o grande desafio que será meu novo mandato no Congresso Nacional”.




A chuva rápida e intensa que caiu em Jussiape, na Chapada Diamantina, deixou vários pontos alagados e invadiu alguns prédios do centro da cidade na tarde deste sábado (20). Comerciantes e famílias ficaram alertas com as ocorrências ligadas à chuva na Praça Rodrigo Alves Teixeira.

No mesmo local, a água encontrou saída para escoar em um dos becos que liga a Praça ao Rio das Contas. Segundo moradores e comerciantes, eles só tiveram tempo para preparar uma barreira para não permitir que a água invadisse os prédios. 
( Fonte: Will Assunção/Jussi Up Press)

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) desafiou Jô Soares neste sábado em um vídeo publicado em sua página no Facebook. Ele aparece ao lado de Renato Oliveira, rapaz que se manifestou em apoio ao parlamentar no programa do Gordo, nessa semana, e foi repreendido. Bolsonaro diz que Jô fez "uma covardia com o garoto".
"Eu conheci hoje o Renato Oliveira. Uma satisfação. Comentei que ele, ao meu entender, tem muito a dar para o Brasil. Agora, Jô Soares. Poxa, você como um elemento já vivido, de certa forma, já idoso, fez uma covardia com o garoto", disse.
O deputado chama ainda o apresentador de "embusteiro" (enganador) e o desafia a convidá-lo para o seu programa. "Eu te desafio. Me convide para o teu programa. Você não é isento? Pode ter a certeza que não teremos baixaria, não. É para te dar a resposta que você merece. Você, na verdade, é um grande embusteiro. Você não tem culhão para me convidar", atacou.
Nessa semana, depois que o 'Programa do Jô' mostrou um vídeo com as declarações de Bolsonaro contra a deputada Maria do Rosário (PT-RS), em que o deputado disse que só não a estupraria porque ela "não merece", o rapaz gritou da plateia: "Viva, Bolsonaro!". Jô se espantou: "Quem foi que gritou esse absurdo? Maluf está na plateia? Quem que gritou? É só para eu saber", perguntou (leia mais).


O ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), homologou nesta sexta-feira a delação premiada do doleiro Alberto Youssef, preso na Operação Lava Jato da Polícia Federal, que concordou em delatar um suposto esquema de corrupção na Petrobras em troca de redução da pena.
Zavascki já havia homologado a delação premiada do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e, segundo a Agência Brasil, a homologação da delação de Youssef abre caminho para que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, proponha denúncia contra políticos citados nos depoimentos e acusados de envolvimento no escândalo.
Políticos com mandato têm prerrogativa de foro e só podem ser julgados pelo Supremo, por isso a homologação por Zavascki, responsável pelo caso no STF, era necessária para validar o acordo.
Apesar da homologação dos dois acordos de Costa e Youssef, Janot só deve propor denúncia contra os políticos com foro privilegiado no ano que vem. O Judiciário entra em recesso de fim de ano a partir de segunda-feira.
Em depoimentos à Justiça Federal do Paraná, Costa e Youssef denunciaram um esquema de corrupção na Petrobras pelo qual empreiteiras formariam um cartel para obter contratos de obras da estatal com sobrepreço.
Parte desse sobrepreço seria repassado, de acordo com os depoimentos, a diretores da Petrobras, como Costa, a operadores do esquema, como Youssef, a partidos políticos e a políticos. Costa disse que PT, PP e PMDB recebiam dinheiro do esquema.
O Ministério Público Federal propôs e a Justiça Federal do Paraná aceitou denúncias contra 39 pessoas acusadas de envolvimento no esquema, entre elas Costa, Youssef, representantes de empreiteiras e o ex-diretor da área internacional da Petrobras Nestor Cerveró.
Fonte Reuters



O restabelecimento das relações diplomáticas entre Estados Unidos e Cuba provocou reações de esperança na ilha, punida por um embargo de mais de 50 anos, e uma forte divisão de opiniões no exílio em Miami, onde as novas gerações aceitam com otimismo a iniciativa de Barack Obama.
Em Cuba, a nova etapa foi recebida com tranquilidade e alegria, mas sobretudo com a esperança de que este seja o primeiro passo para o término do embargo sobre a ilha.
Nas ruas, os cubanos esperam que fiquem no passado problemas cotidianos como a escassez de produtos básicos, a comunicação telefônica ou de internet, além de facilitar a reunificação de famílias separadas pelo exílio.
"O fim do bloqueio será uma notícia muito boa, antes de tudo para o povo cubano, que é o que realmente sofreu e continua sofrendo" disse à Agência Efe o cubano Yosbany Barrio.
O compatriota Ariel Rodríguez considerou que o histórico acordo entre os dois países abre a possibilidade para o fim do embargo e que acabem "todas essas carências sofridas durante tanto tempo e que não são segredo para ninguém". Leia mais.

O verão no Hemisfério Sul começa hoje (21), com um desafio particular para o Brasil. Pela primeira vez na estação, dengue e febre chikungunya circulam juntas pelo país. As doenças têm sintomas parecidos e são transmitidas pelo mesmo mosquito. Em entrevista à Agência Brasil, o coordenador do Comitê de Doenças Emergentes da Sociedade Brasileira de Infectologia, Rodrigo Angerami, explicou como identificar os sinais de cada uma delas e as formas mais eficazes de prevenção.
Angerami lembrou que o que torna o verão mais vulnerável à ocorrência de surtos e epidemias é a sazonalidade das doenças. O comportamento do Aedes aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya, segundo ele, tende a se intensificar em períodos de temperaturas mais altas e de muita chuva.
Dados do Ministério da Saúde divulgados no início deste mês indicam que, até o dia 15 de novembro, o Brasil registrou 1.364 casos de febre chikungunya, sendo 71 casos importados e 1.293 autóctones. Desses, 531 foram identificados no município de Oiapoque, no Amapá, 563 em Feira de Santana e 196 em Riachão do Jacuípe, ambos na Bahia, um em Matozinhos e um em Pedro Leopoldo, em Minas Gerais, e um em Campo Grande, Mato Grosso do Sul.
No caso da dengue, o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) indica que pelo menos 135 municípios brasileiros apresentam risco de epidemia da doença. Alem disso, 612 cidades estão em alerta para a dengue.
Fonte: Agência Brasil

Estádio lotado, chuva de gols e muita emoção do início ao fim. O Intermunicipal 2014 chegou ao fim com uma final digna da maior e mais importante competição do futebol amador brasileiro.
Dentro de campo, uma festa histórica. Após marcar um gol no último minuto, Cachoeira levou a decisão para os pênaltis e venceu Santaluz por 4 a 2, nas penalidades, para conquistar seu oitavo título.
No tempo regulamentar, o duelo terminou com vitória luzense por 5 a 4, com gols marcados por Edmundo, Robinho, Eri, Ninho Malhador e João Carigé. Noel, três vezes, e Vinícius Santos fizeram os dos visitantes.
No jogo de ida, em Cachoeira, os cachoeiranos haviam vencido por 2 a 1. Com o triunfo nas penalidades, Cachoeira colocou seu nome no topo do Intermunicipal como a Seleção que mais venceu a competição, ao lado de Itabuna, ambas com oito conquistas.
Após a partida, a diretoria da Federação Bahiana de Futebol (FBF) realizou a entrega da premiação no campo do estádio Municipal de Santaluz. O presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues; o vice, Manfredo Lessa; o diretor de registros e vice-presidente eleito, Ricardo Nonato; o presidenta da Ceaf-BA, Wilson Paim; os membros do Conselho Fiscal, Wildberg Andrade e Carlos Alberto Ventura e outros funcionários e colaboradores marcaram presença na festa.
Homenageado pela FBF, o pentacampeão do mundo pela Seleção Brasileira e que começou sua carreira no Intermunicipal, pela Seleção de Santo Antônio de Jesus, Júnior Nagata entregou o troféu de campeão, que levou seu nome, à Seleção de Santaluz. Cachoeira ficou com a taça Leandro José Leandro Nazaré, árbitro do quadro da entidade que faleceu precocemente neste ano de 2014.
A chuteira de ouro ficou com o atacante Marcelo Cardoso, da Seleção de Santo Amaro, que marcou 11 gols. Já o goleiro menos vazado foi o número 1 de Santaluz,
Fotos: Carlos Santana / FBF





Publicidade

 photo gilmarblog1_zps4luhe1om.gif

Siga por Email