Entroncamento de Jaguaquara: Aluna conquista prêmio da DPU - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Entroncamento de Jaguaquara: Aluna conquista prêmio da DPU

Por: Ed Santos - terça-feira, 22 de novembro de 2016 - 2 Comentários


A aluna Larissa Vitória Queiroz Oliveira da Escola Municipal Everaldo Souza Santos, localizado no Entroncamento de Jaguaquara, foi à campeã baiana no Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU), com o tema: “Tráfico de Pessoas - Diga Não!”, com nota de 97,6 numa escala que ia até 100. Já a nível nacional, a estudante conseguiu ficar na 3ª posição. A primeira colocação, a nível de Brasil ficou para a aluna Maria Eduarda S. Orcena de Carandaí-MG com nota máxima. Em segundo lugar, ficou a estudante de São Paulo Giovana de Oliveira Santos com só quatro centésimos afrente da jaguaquarense (entroncamentese). Larissa Vitória ficou afrente de estudantes de todo sul, centro oeste e norte nordeste brasileiro.
Em contato com o Programa Cidade Repórter da Itiruçu FM, a professora Leandra, diretora da escola disse ter ficado radiante com a vitória e fez questão de parabeniza-la pelo caráter de comprometimento e espirito de liderança da estudante, que de forma inteligente auxiliada pelo professor Denilson logrou este êxito. Leandra também homenageou outros professores que se empenharam neste processo. Larissa Vitória e o professor Adenilson serão premiados em dezembro pela DPU.
Sobre o Concurso: O tráfico de pessoas é o tema do 2º Concurso de Redação da Defensoria Pública da União (DPU). A ideia é promover a reflexão e o debate sobre o assunto nos ambientes educacionais e possibilitar aos alunos que revelem suas experiências, visando a inserir a educação em direitos e cidadania nas escolas públicas do país. O edital que regula o concurso foi divulgado, nessa quinta-feira (23), no Diário Oficial da União (DOU).
Este foi o 2º Concurso de Redação da DPU Tráfico de pessoas – Diga Não!, que foi aberto aos alunos do ensino fundamental e médio, incluindo Educação de Jovens e Adultos (EJA) e esteve dividido em cinco categorias: Redação I – para alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental; Redação II – alunos do 1º ao 3º ano do ensino médio; Redação III – alunos do EJA do 6º ao 9º ano do ensino fundamental; Redação IV – alunos do EJA do 1º ao 3º ano do ensino médio; Categoria Escola – para estabelecimentos de ensino da Rede Pública que desenvolverem atividades de sensibilização e mobilização sobre o tema.
Os trabalhos apresentados foram examinados pela Comissão Julgadora, composta por cinco integrantes, designados em ato específico do defensor público-geral federal. Foi esta comissão que elegeu as melhores redações de cada categoria, referente a cada estado da Federação.
O aluno e o professor vencedores de cada estado (nesse caso a aluna Larissa Vitória e o Professor Denilson do Entroncamento de Jaguaquara, na Bahia) receberão um tablet, além de certificado de premiação. Cada uma das três escolas vencedoras da Categoria Escola receberá o certificado de premiação e reconhecimento da DPU e o valor de R$ 10 mil, a ser aplicado em equipamentos em proveito dos alunos. A entrega dos prêmios ocorre no dia 1º de dezembro, em cerimônia na sede da DPU em Brasília e nas demais unidades nos estados.


Não se esqueça de ler isso também ...

2 comentários:

  1. Fico super feliz por esse mérito alcansado pela aluna Larissa e Professor Denilson. Entre as que pesquisei, o índice do IDEB do Escola Everaldo Souza Santos tem a melhor nota,passando pra trás escolas particulares de "destaque" (também pesquisada).
    Parabéns!!! abençoados sejam os caminhos de ambos.
    #MinhaTerrinhaBrilhando

    ResponderExcluir

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes