Nossas redes sociais

some text  some text  some text  some text  some text  some text  some text 

"Viver como se cada instante fosse um milagre"
Arrow

Ouça Web Rádio Itirussu no seu celular ou tablet

Ouça nossa rádio em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads

Resultados encontrados: Mostrando postagens com marcador Opinião & Notícias. Mostrar todas as postagens

Dezenove clubes da Série A assinaram nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, um documento em que concordam em fundar uma Liga para organizar o Campeonato Brasileiro, que hoje é um produto da CBF.

Dirigentes de 19 clubes da serie A, se reuniram num hotel na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro, nesta terça-feira, para pôr no papel a ideia e fechar o discurso para apresentar na reunião à CBF. O encontro desta tarde com o presidente interino Antonio Carlos Nunes, vice-presidentes e diretores da entidade teve outros temas, mas a criação da liga é considerada prioritária pelos dirigentes dos clubes, que além disso desejam maior participação em decisões tomadas pela confederação.

Apenas o representante   do Sport Recife não compareceu, mas não por oposição à ideia. O clube está sem presidente porque Milton Bivar renunciou nesta terça-feira e uma nova eleição ainda não foi marcada.

Para a criação de uma liga, segundo o artigo 24 do estatuto da CBF, é necessário ter a aprovação da Assembleia Geral Administrativa. 


Veja Íntegra do documento entregue pelos 19 clubes à CBF:

"Por unanimidade dos presentes, 19 Clubes da Série A do Futebol Brasileiro – em razão de diversos acontecimentos que vêm se acumulando ao longo dos anos e que revelam um distanciamento total e absoluto entre os anseios dos clubes que dão suporte ao futebol profissional brasileiro e a forma como que é gerida a CBF – reunidos nesta data, decidiram adotar postulações e resoluções na forma abaixo elencada:

1. Requerer a imediata alteração estatutária que consagre uma maior participação dos Clubes nas decisões institucionais e na gestão da CBF, admitindo-se os clubes como filiados desta entidade;

2. Dentre os itens desta alteração estatutária, necessariamente deve ser incluída a votação igualitária nas eleições para escolha do Presidente e Vice-Presidentes da CBF, sendo certo que Federações e Clubes das Séries A e B terão seus votos contados de forma unitária e com o mesmo peso entre si;

3. Ainda no que se refere à alteração estatutária, inclui-se o fim dos requisitos mínimos para inscrição nas chapas concorrentes à eleição desta entidade, abolindo-se a necessidade de apoio de 8 (oito) federações e 5 (cinco) Clubes, permitindo-se o lançamento de chapas que tenham o apoio expresso de, ao menos, 13 eleitores independente de serem clubes ou federações;

4. Comunicar a decisão da criação imediata de uma Liga de futebol no Brasil, que será fundada com a maior brevidade possível e que passará a organizar e desenvolver economicamente o Campeonato Brasileiro de Futebol. Além dos Clubes signatários, os Clubes da Série B serão convidados a integrara a Liga.

Os clubes adotarão medidas efetivas para consumar a sua associação, para, de forma organizada, exercerem a administração do futebol brasileiro e do seu calendário."

O que o Estatuto da CBF diz sobre Ligas:

"Art. 24 – É facultado à CBF, a seu exclusivo critério e nos termos do presente Estatuto, mediante decisão de sua Assembleia Geral Administrativa, admitir a vinculação de Ligas constituídas ou organizadas por entidades de prática desportiva, para fins de integração de suas competições ao calendário anual de eventos oficiais do futebol brasileiro e para seu reconhecimento ou credenciamento na estrutura ou organização desportiva de futebol, no âmbito regional, nacional ou internacional.

§ 1º – Para vinculação à CBF e para a integração de suas competições ao calendário anual oficial do futebol brasileiro, as Ligas deverão cumprir os requisitos exigidos pela CBF.

§ 2º - As Ligas, para terem sua vinculação admitida, devem submeter seus Estatutos à prévia aprovação da CBF a quem incumbe definir a competência, direitos e deveres das Ligas, em obediência ao disposto no Estatuto da FIFA.

§ 3º - As Ligas admitidas estarão obrigadas a respeitar o calendário anual do futebol brasileiro, além de subordinarem-se aos Estatutos, normas, regulamentos e decisões da FIFA, da CONMEBOL e da CBF.

§ 4º - As Ligas eventualmente criadas sem observância deste artigo não serão reconhecidas para todos e quaisquer efeitos jurídicos e desportivos como integrantes do sistema da FIFA, da CONMEBOL, da CBF e das Federações filiadas." Foto: 

Lucas Figueiredo/ CBF


O técnico da seleção olímpica masculina André Jardine anuncia nesta quinta-feira os 18 convocados para os Jogos de Tóquio. O treinador passa os últimos dias em reunião e tenta solucionar problemas de prováveis vetos de clubes brasileiros e europeus.

A CBF enviou para o Comitê Olímpico Brasileiro lista com 50 nomes, publicada pelo site da ESPN. Os nomes constam de relação enviada ao Comitê Olímpico Brasileiro para vacinação, o que ocorreu com todas as delegações brasileiras.

Na lista, constam os nomes de Neymar, Marquinhos e Weverton, trio predileto acima de 24 anos de Jardine para a convocação. Mas a situação dos três é bem delicada. A surpresa na relação é Fernandinho, do Manchester City, que pode atuar tanto de zagueiro quanto de volante. Apesar dos nomes enviados, Jardine pode chamar outro atleta fora dessa relação, caso deseje.

Até mesmo o afastamento de Rogério Caboclo influi na improvável liberação. Era o presidente afastado que negociava diretamente com o Palmeiras e com o PSG - principalmente por Neymar. O Palmeiras não quer perder Weverton por mais um longo período depois da Copa América. 

Nos primeiros contatos com o PSG, intermediados tanto por Branco quanto por Juninho Paulista - no período que Branco esteve afastado com Covid-19 -, o diretor Leonardo, ex-companheiro de seleção brasileira da dupla, passou que não iam liberar ninguém. A promessa é que nem Mbappé seja liberado para a seleção francesa.


Confira a pré-lista enviada ao COB:

Goleiros

    Alisson (Liverpool)
    Weverton (Palmeiras)
    Santos (Athletico-PR)
    Gabriel Brazão (Real Oviedo)
    Brenno (Grêmio)
    Ivan (Ponte Preta)
    Cleiton (Red Bull Bragantino)

Zagueiros

    Nino (Fluminense)
    Gabriel Magalhães (Arsenal)
    Ibañez (Roma)
    Marquinhos (Paris Saint-Germain)
    Éder Militão (Real Madrid)
    Felipe (Atlético de Madrid)
    Vitão (Shakhtar Donetsk)
    Rodrigo Caio (Flamengo)
    Luiz Felipe (Lazio)
    Lucas Veríssimo (Benfica)

Laterais

    Guilherme Arana (Atlético-MG)
    Guga (Atlético-MG)
    Gabriel Menino (Palmeiras)
    Caio Henrique (Monaco)
    Emerson (Barcelona)
    Abner (Athletico-PR)
    Dodô (Shakhtar Donetsk)

Meias

    Bruno Guimarães (Lyon)
    Gerson (Olympique de Marselha)
    Claudinho (Red Bull Bragantino)
    Douglas Luiz (Aston Villa)
    Maycon (Shakhtar Donetsk)
    Patrick de Paula (Palmeiras)
    Fernandinho (Manchester City)
    Liziero (São Paulo)
    Matheus Henrique (Grêmio)
    Pedrinho (Benfica)
    Paulinho (Bayer Leverkusen)
    Reinier (Borussia Dortmund)
    Alison (Santos)

Atacantes

    Neymar (Paris Saint-Germain)
    Richarlison (Everton)
    Vinicius Jr. (Real Madrid)
    Rodrygo (Real Madrid)
    Gabigol (Flamengo)
    Antony (Ajax)
    Matheus Cunha (Hertha Berlim)
    Yuri Alberto (Internacional)
    David Neres (Ajax)
    Malcom (Zenit)
    Gabriel Martinelli (Arsenal)
    Evanílson (Porto)
    Pedro (Flamengo)

Os jogadores acima de  acima de 24 anos. são: Alisson, Weverton, Santos, Marquinhos, Felipe, Rodrigo Caio, Lucas Veríssimo, Fernandinho, Alison, Neymar e Gabigol. 

Foto: Lucas Figueiredo/CBF 

 

O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, foi palco na noite deste domingo (13) da estreia da seleção brasileira na Copa América de 2021. A equipe nacional fez 3 a 0 na Venezuela pela abertura do Grupo A. Os gols foram marcados pelo zagueiro Marquinhos e pelos atacantes Neymar e Gabriel Barbosa.

Com o resultado, o time verde e amarelo somou os primeiros três pontos e lidera a chave. Com o triunfo, a Colômbia colou na liderança do grupo A e fica atrás do Brasil apenas pelo saldo de gols. O Equador ocupa a quarta posição, à frente apenas da Venezuela . O Peru, de folga na primeira rodada, ocupa a terceira posição.

Antes do início da partida, ocorreu um rápido cerimonial para abertura da competição. Alguns profissionais da saúde levaram a taça da Copa América até o centro do gramado do Mané Garrincha e o telão do estádio passou imagens alusivas às 10 equipes que participam do torneio e foi organizado um show de fogos de artifício que tomou conta do céu da capital federal.

A seleção volta a jogar na quinta-feira (17) contra o Peru no Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Nesta segunda-feira (14) acontecerão os primeiros dois jogos do grupo A. Argentina e Chile se enfrentam no Nilton Santos, a partir das 18h, e, no Estádio Olímpico de Goiânia, Paraguai e Bolívia se enfrentam a partir das 21h.

Foto Divulgação

O gás liquefeito de petróleo (gás de cozinha) fica 5,9% mais caro nas distribuidoras. O anúncio foi feito no fim de semana pela Petrobras. A previsão é que, com o dólar valorizado (acima de R$ 5), os preços dos derivados de petróleo continuem a apresentar variações.
O gás de cozinha ou encanado é um derivado do petróleo. Portanto, o preço internacional do combustível fóssil é o principal fator para a formação de preço do botijão.

O governo já interveio e zerou a alíquota de PIS e Cofins que incide sobre o gás de cozinha, mas a redução no preço não chegou ao consumidor porque as empresas aproveitaram para ter alguma margem de lucro, já espremida por reajustes anteriores, conforme aponta a Associação Brasileira dos Revendedores de Gás Liquefeito de Petróleo (Asmirg). 

O que quer dizer que o Governo deixou de arrecadar para beneficiar as distribuidoras que agora tem mais lucro. Será que não foi este o verdadeiro motivo do governo federal, quando zerou a alíquota de PIS e Cofins?

As festas de São João foram canceladas pelo segundo ano consecutivo por causa da pandemia da Covid-19. Os eventos movimentam a economia local durante a temporada e, segundo o Ministério do Turismo, estima-se que o prejuízo com a não realização dos festejos seja de cerca de R$ 1,5 bilhão em todo o País, sendo R$ 950 milhões apenas no Nordeste.
 
Os forrozeiros, que garantem grande parte da sua renda anual nesses eventos, têm sofrido com a falta do seu ganha pão. O campinense Fabiano Guimarães, de 27 anos, ganhou sua primeira sanfona aos sete anos de idade e vem ganhando a vida através da música. Acostumado a se apresentar nos palcos do maior São João do mundo, ele terminava a temporada junina já contando os dias para o próximo ano. “A agenda era muito cheia, o último ano de São João, antes de entrar na pandemia, fizemos mais de 30 shows, por isso está sendo tão difícil não fazer esse ano”, desabafou.

O sanfoneiro vem tentando se reinventar. Segundo ele, a alternativa é fazer com que sua música chegue até as pessoas por meio de lives e eventos virtuais, o que não substitui a renda que tinha antes da pandemia, nem os valores culturais do festejo. “Por trás de cada banda tem milhares de pessoas, por trás de cada músico tem uma família.”
 
As cidades de Caruaru (PE) e de Campina Grande (PB), que realizam as duas festas de São João mais famosas do Brasil, deixaram de movimentar, juntas, R$ 400 milhões durante o período junino do ano passado. Segundo a prefeitura de Caruaru, o evento gera 20 mil empregos e movimenta cerca de R$ 200 milhões na economia local. Em Mossoró (RN), a festa previa uma movimentação de R$ 94 milhões, impacto frustrado pela pandemia.

Em audiência pública realizada na última semana pela Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados, músicos e agentes culturais buscaram soluções junto ao poder público para a falta de dinheiro, consequência da suspensão das festas juninas.
 
A presidente da Associação Balaio do Nordeste, Joana Alves, destacou que, para além da questão econômica, é preciso preservar o patrimônio tradicional representado pelo forró. “O São João é aquele momento em que o artista do forró mais trabalha para poder manter o equilíbrio dos grupos, ter bons instrumentos, boa qualidade de serviço. Ele precisa se manter trabalhando, se ele é um profissional da área, ele precisa ser valorizado”, disse.
 
O Ministério do Turismo destacou que tem destinado recursos da lei Aldir Blanc para os trabalhadores envolvidos nas festividades de São João em todo o País. Os repasses garantem uma renda emergencial a profissionais do setor cultural por meio dos governos estaduais em três parcelas mensais de R$ 600. Além disso, segundo a pasta, outra forma de auxiliar os trabalhadores do setor vem por meio da reedição do Pronampe, linha de crédito especial para ajudar micro e pequenas, com 20% reservado ao setor de eventos.
Lives

Em meio ao distanciamento social, a alternativa para manter a tradição e garantir uma renda mínima para os músicos locais, que não puderam participar dos eventos juninos, continua sendo os forrós virtuais. No ano passado, foi realizado o São João na Rede, com apresentações de mais de 200 artistas, todas transmitidas pela internet.
 
Os artistas contam com recursos das prefeituras e dos estados para realizar novamente este ano as lives juninas, como forma de garantir recursos para os artistas locais e fazer com que as pessoas permaneçam em casa, sem deslocamentos para o interior, que poderiam aumentar a contaminação por Covid-19 entre as cidades.
São João Solidário

O União BR, movimento voluntário que surgiu durante a pandemia e já ajudou mais de 10 milhões de pessoas, se mobilizou para apoiar costureiras, bordadeiras, coreógrafos, marceneiros e tantos outros trabalhadores que compõem a força desse patrimônio cultural e que mais um ano não poderão exercer suas funções.
 
Por meio do São João Solidário, a iniciativa está arrecadando cestas básicas que serão doadas para famílias dos nove estados do Nordeste: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. A cada R$ 50 arrecadados, uma cesta será doada. As contribuições podem ser feitas pela conta da Conexão Solidária (através do Pix 41358903000126*).
Origem da Festa

As festas juninas são um grande elemento da cultura popular brasileira. Além de valorizarem as tradições locais do País, também revelam muitos elementos históricos, religiosos e mitológicos curiosos. A comemoração é comum em todas as regiões, especialmente no Nordeste, e foi trazida por influência dos portugueses no século XVI. Inicialmente, a festa possuía uma conotação estritamente religiosa e era realizada em homenagem a santos como São João e Santo Antônio.
 
A conotação se perdeu em parte, uma vez que é vista por muitos mais como uma festividade popular do que religiosa. Além disso, a evolução das festas juninas resultou na assimilação a símbolos típicos das zonas rurais. Durante as festas juninas são realizadas danças típicas, como as quadrilhas. Também há comidas típicas à base de milho e amendoim, como canjica, pamonha, pé de moleque, além de bebidas como o quentão. Outra característica muito comum é a de se vestir de caipira de maneira caricata.

O Leão talvez tenha jogado sua melhor partida nos ultimo 3 anos, ao reverter o placar sofrido na primeira partida, vencendo o Inter por 3 a 1 em pleno Beira-Rio e garantiu a classificação. O Colorado atuou todo o segundo tempo com um a menos, já que Pedro Henrique foi expulso logo no começo da etapa final. Boschilia também receberia o vermelho no fim.

Samuel, Eduardo e Guilherme Santos marcaram para os baianos, enquanto Johnny descontou para os colorados. O Vitória, que já havia eliminado o Inter antes em edições passadas da Copa do Brasil, fez história no Beira-Rio. Foi a primeira vez que o Leão venceu por dois gols de diferença em Porto Alegre.

 Na saída de campo Samuel desabafou:
"A gente ali da frente tem que estar ligado sempre para qualquer rebote. Graças a Deus, eu estava ligado. Fiz o primeiro gol. A gente cedeu empate, mas lutamos, conseguimos mais dois gols e saímos com a classificação. A gente viu muitos vídeos durante a semana, dizendo que o Inter era favorito. Não é assim. Tem que respeitar o Nordeste. Nosso grupo é forte e pode ir muito longe na competição. Fruto do nosso trabalhado. A gente vem trabalhando muito forte. Quero dedicar essa vitória ao professor Rodrigo Chagas, que dispensa comentários, sempre me ajudou e ajuda até a hoje. Essa vitória vai para ele também".

O Leão volta a jogar a jogar no domingo contra  Operário-PR, pela Série B, no Barradão.. No mesmo dia e horário, O Inter joga  em Salvador, contra o Bahia, às 20h30, pelo Brasileirão.

A partir desta quinta-feira (10) começaram a valer os novos prazos para concessão de benefícios do INSS. As novas datas foram fruto de acordo da instituição e de outros órgãos do governo federal com o Ministério Público Federal (MPF) e a Defensoria Pública da União (DPU).

De acordo com o presidente do INSS, Leonardo Rolim, o acordo firmado vai ao encontro das ações que a instituição já vem dotando desde 2020 para reduzir o tempo de espera do segurado. “Contratamos servidores temporários; ampliamos as equipes de análise em 22%; ampliamos o número de benefícios concedidos de forma automatizada; realizamos mutirões para os benefícios mais solicitados, como auxílio-maternidade e pensão por morte, entre outras ações”, afirma.
Confira a seguir os novos prazos:
Benefício assistencial à pessoa com deficiência    90 dias
Benefício assistencial ao idoso    90 dias
Aposentadorias, salvo por invalidez    90 dias
Aposentadoria por invalidez comum e acidentária    45 dias
Salário maternidade    30 dias
Pensão por morte    60 dias
Auxílio reclusão    60 dias

Caso os prazos não sejam cumpridos, haverá o pagamento de juros de mora ao segurado, e o pedido será encaminhado para a Central Unificada para o Cumprimento Emergencial que terá um prazo de dez dias para a conclusão da análise.

(Foto: Marcello Casar Jr/Agência Brasil)

Web Rádio do Blog Itiruçu Notícias com transmissão utilizando a tecnologia streaming. Web Rádio Itirussu, conectada com você!
   
Baixe aqui app Web Rádio Itirussu


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


PUBLICIDADE