Notícias do Vale

Notícias da Bahia

Noticias do Brasil

Opinião & Notícias

Audios & Vídeos


O zagueiro Victor Ramos que teve seu nome envolvido em suposta irregularidade e desta forma acabou sendo prejudicado já tem um novo clube. A Chapecoense anunciou nesta quinta-feira a contratação do jogador de 27 anos, que defendeu o Vitória no último Campeonato Brasileiro. O atleta que chega por empréstimo até o final do ano, assinará o contrato com o clube catarinense e passará por exames médicos nesta sexta-feira quando deve ser anunciado de forma oficial.

Investigadores, escrivães, delegados e peritos da Polícia Civil e Técnica da Bahia realizam Assembleia Conjunta promovida pelo SINDPOC, ASSIPOC e AEPEB, na próxima terça-feira (11), das 9 às 12hs, no auditório da Associação dos Funcionários Públicos (AFPBA), localizada na Carlos Gomes, para deliberar um planejamento de mobilizações da categoria em protesto à ausência de reposta do Governo do Estado em relação ao Ante-Projeto de Reestruturação das Carreiras que foi entregue a SAEB, em outubro de 2016. A última assembleia realizada aprovou uma paralisação de 24 horas, que ocorreu em 2 de dezembro do ano passado.
Na semana passada, as entidades que representam os servidores da Polícia Civil, se reuniram com o Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Dep. Ângelo Coronel, que, ao analisar o Ante-Projeto, considerou a proposta dos policiais  coerente e assumiu o compromisso de fazer a indicação ao Governador Rui Costa. A  declaração de apoio foi publicada no Diário Oficial da ALBA.

As principais reivindicações do Ante-Projeto de Reestruturação das Carreiras  consistem na efetivação da Aposentadoria com Integralidade e Paridade, gratificação dos servidores que fazem Pós-Graduações, Mestrado e Doutorado, reestruturação salarial de todas as carreiras da Polícia Civil com base na complexidade e responsabilidade da investigação criminal e Promoção interna, mudança de nível hierárquico das carreiras. 
O Presidente do SINDPOC, Marcos Maurício, destaca que a Assembléia vai reunir todas as carreiras da Polícia Civil para traçar novas lutas, fazer esclarecimentos sobre o andamento do Ante-Projeto e mobilizar a categoria para pressionar o governador Rui Costa. “Até o momento, não tivemos nenhuma posição da gestão governamental. Não deram nenhum retorno a categoria. O Presidente da ALBA, Dep. Ângelo Coronel,  já declarou total apoio à nossa reivindicação. O Governador precisa se manifestar e nós não vamos ficar de braços cruzados!”, garante o sindicalista.
Para Ary Alves, Presidente da Associação dos Investigadores da Polícia Civil (ASSIPOC), a assembleia será de extrema importância para que os servidores tomem uma posição diante da omissão do Governo do Estado. “ Vamos fazer uma avaliação sobre a negociação com o Governo que está paralisada porque  eles não deram nenhum  retorno sobre o Ante-Projeto que foi entregue e se negam a receber as entidades que representam os servidores!”, criticou Alves.

O Presidente da Associação dos Escrivães (AEPB), Luiz Carlos, frisa que o evento vai discutir também a Reforma da Previdência que, segundo ele, pretende retirar os escrivães e peritos do Regime Especial de Aposentadoria através da alegação de que apenas os delegados e investigadores seriam carreiras  de risco. O escrivão esclarece que a Lei Complementar 51\85, alterada pela LC 144\2014, do Governo Federal, enquadra todas as carreiras da Polícia Civil como de elevadas periculosidade. “Isso é um absurdo! Os  escrivães e peritos saem em diligências com os delegados, comparecem aos locais dos crimes, geralmente, em lugares extremamente perigosos, portam armas de fogo. Só pelo fato de serem reconhecidos como policiais, os escrivães podem ser assassinados. Vários já foram vítimas de homicídios!”, frisa Luiz Carlos.
ASCOM Jaqueline Barrreto

Em meio à celebração do Dia Mundial de Luta contra o Câncer (8 de abril), o Planserv – Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais alerta seus beneficiários sobre os exames que previnem ou detectam a doença em estágio precoce, aumentando as chances de cura. O incentivo à adoção de hábitos saudáveis de vida e aos cuidados com a saúde para prevenção da doença justifica-se pela estatística do Instituto Nacional do Câncer (INCA) que estima, para o biênio 2016-2017, o registro de 600 mil novos casos de câncer no Brasil. O tumor mais comum no homem é o de próstata e na mulher é o de mama.

Entre os exames de rastreamento do câncer comumente prescritos pelos médicos de diversas especialidades destacam-se o preventivo de colo uterino, anualmente, para mulheres a partir do início da atividade sexual; mamografia, uma vez por ano, para mulheres acima dos 40 anos; colonoscopia, para homens e mulheres acima dos 50 anos; PSA e toque retal, para homens acima dos 50 anos ou acima de 40 anos, se apresentar fatores de risco e Tomografia Computadorizada do Tórax, para pacientes com histórico prolongado de tabagismo.

Além de fazer os exames de rotina solicitados pelos médicos, é preciso melhorar hábitos alimentares, praticar atividades físicas regulares, abandonar vícios e reduzir o estresse. Mesmo tomando todas essas medidas para evitar a doença, ela pode surgir por uma pré-disposição genética. De acordo com a oncologista Loana Valença, quando há pessoas com câncer na família, é necessário identificar se foi um caso isolado ou se a doença tem caráter hereditário. “Se houver suspeita ou confirmação de doença hereditária, o rastreamento pode ser mais frequente que na população em geral”, sugere a oncologista.

Atualmente, o arsenal terapêutico contra o câncer é muito maior do que há 20 anos. Segundo a oncologista Geila Ribeiro Nuñes, os avanços vão desde a capacidade de prevenir a doença em famílias com alto risco genético, passando pela possibilidade de diagnósticos precoces e mais precisos, até o tratamento eficaz e menos invasivo. “Menos efeitos colaterais e mais qualidade de vida é o que buscamos para nossos pacientes oncológicos”, destaca.
Ascom | Planserv/Foto montagem

A forma nova, pouco usual de o Fluminense expor seus patrocínios nos últimos dois jogos pelo Campeonato Baiano, ganhou repercussão nacional e internacional, sendo tema de matéria até no famoso jornal “Marca” da Espanha, além de diversos sites do Brasil. Particularmente acho a idéia, ainda que nova, descaracterizou completamente o uniforme do Fluminense, quando adicionou nos tradicionais números, centavos relativos a  preços, no entanto, sou capaz de entender as dificuldades do Fluminense para sobreviver num campeonato baiano deficitário e diante da esmola que recebe de cota da TV, não tão somente o Flu, como os demais clubes, o único que lucra com o Campeonato Baiano é a Federação Bahiana de Futebol, essa seguramente não precisará fazer apelo desta ordem para se manter
O Touro do Sertão cedeu não apenas a frente da camisa para que seu patrocinador master, uma rede de supermercados, estampasse sua marca. Eles também negociaram os números. Aproveitaram a identificação dos jogadores para destacar as promoções nas prateleiras. A camisa 10 virou R$ 10,98, preço de uma pizza congelada.
A ação publicitária aconteceu no clássico contra o Bahia de Feira, no final de semana, e se repetiu na quarta, quando o Flu acabou goleado pelo Vitória por 6 a 0. A direção do Fluminense admite que não é uma situação  ideal para o planejamento, mas ao menos ajuda a tocar o barco.




Segundo informações do portal de noticias Verdinho Itabuna  juíza federal Maízia Seal Carvalho Pamponet, da 1ª Vara Federal de Itabuna determinou, decidiu pelo bloqueio dos bens da ex-prefeita de Gilka Badaró (PSB) e mais de três pessoas.
O bloqueio é de até o limite correspondente ao valor d de R$ 1.621.082,73 ( hum milhão, seiscentos e vinte e um mil, oitenta e dois reais e setenta e três centavos). A juíza atendeu Ministério Público, em ação por improbidade administrativa protocolada contra Gilka Badaró, Gerson Passos Filho, Aelton Santos Pólvora e de Joad Souza Teixeira.
Segundo a denúncia do Ministério Público, a União realizou um convenio em 1996 com município de Itajuípe, que tinha o objetivo da implantação do sistema de abastecimento de água no Distrito de Queimadas, através da construção de captação de água bruta do Rio Almada, reservatório elevado, estação de tratamento, rede de distribuição e ligações domiciliares.

Informações Verdinho Itabuna

Liderados pela deputada Benedita da Silva (PT-RJ), parlamentares do PT, como Paulão (AL), presidente da Comissão de Direitos Humanos, Erika Kokay (DF), vice-persidente, e Maria do Rosário (RS), foram à Procuradoria Geral da República nesta quinta-feira 6 protocolar um pedido de investigação contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) por racismo, depois de sua fala no clube Hebraica, que também ofendeu quilombolas; "Não podemos deixar para lá. Sabemos que o racismo é um crime inafiançável, então queremos justiça. Não estamos mais na senzala", destacou Benedita; "Nós mesmos aprovamos a lei contra o racismo. Como é possível que a gente aprove leis e os próprios parlamentares não as cumprem?", questionou Maria do Rosário

Na sessão desta quarta-feira (05), através do parecer favorável da Comissão de Legislação e Justiça e a Comissão de Finanças, Orçamentos, Obras e Serviços Públicos, a Câmara de Vereadores de Ilhéus aprovou por unanimidade a Lei 049/2016, que dispõe sobre a fixação do subsídio dos Prefeito, Vice-Prefeito e Secretários municipais para legislatura 2017-2020.
A votação derrubou o veto do ex-prefeito Jabes Ribeiro que, no final de 2016, alegou ausência de interesse público no projeto. Segundo os vereadores, o valor dos subsídios pagos aos secretários era muito baixo e inviabilizava a contratação de profissionais capacitados para administrar as pastas. Um exemplo disso é a Secretaria de Saúde, onde a maioria dos médicos convidados para administrar a pasta rejeitavam a proposta, alegando que, além de ser uma grande responsabilidade assumir esta secretaria, os valores oferecidos eram inferiores aos recebidos no exercício da Medicina, então não compensava.
O subsídio do prefeito agora será equivalente a R$ 20.487,50 (vinte mil, quatrocentos e oitenta e sete reais e cinquenta centavos), o do vice-prefeito passa a ser de R$ 15.300,00 (quinze mil e trezentos reais) e dos secretários será de R$ 12.825,00 (doze mil, oitocentos e vinte e cinco reais).
O projeto será encaminhado para o prefeito Mário Alexandre sancionar e entrar em vigor.

OUÇAWEB RÁDIO ITIRUSSU

Anúncios


Instagram

Facebook