Nossas redes sociais

some text  some text  some text  some text  some text  some text  some text 

Arrow

Ouça Web Rádio Itirussu no seu celular ou tablet

Ouça nossa rádio em seu celular ou tablet com Android ou no iPhone e iPads


Resultados encontrados: Mostrando postagens com marcador Covid -19. Mostrar todas as postagens
Na manhã desta sexta-feira (24) foi dia de reforçar a imunização dos idosos do lar de idosos Padre Lucas De La Vila Llorente em Brejões com a 3ª dose da vacina contra a covid-19.

A terceira dose contra Covid-19 já chegou a idosos acima de 80 anos, objetivo é reforçar a imunização deste público, principalmente para conter as variantes do vírus, como a Delta e será aplicada em Idosos que completam seis meses do recebimento da segunda dose.

Os idosos com idade acima de 80 pode tomar a 3ª dose na Unidade da saúde da Família Eurides Lopes da Silva, na sede do município ao lado da prefeitura de Brejões e Unidade de saúde da Família Fernando Lopes da Silva, no Distrito Serrana, de segunda a sexta das 08 ao meio-dia e 14 às 17 horas.

Nas últimas 24 horas, a Bahia registrou 270 novos casos e 10 mortes por Covid-19. Apesar de as mortes terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro foram realizados apenas nestes sábado. Os dados representam notificações oficiais compiladas pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica em Saúde da Bahia (Divep-BA), em conjunto com as vigilâncias municipais e as bases de dados do Ministério da Saúde até as 17h deste sábado. 
De acordo com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), as mortes ocorreram em diversas datas, mas foram confirmadas apenas neste sábado. Com isso, o estado conta com 1.228.777 casos confirmados desde o início da pandemia e 26.752 óbitos confirmados pela doença. 

A Bahia já vacinou 9.544.120 pessoas contra o coronavírus (Covid-19) com a primeira dose ou dose única. A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) realiza o contato diário com as equipes de cada município a fim de aferir o quantitativo de doses aplicadas e disponibiliza as informações detalhadas.
A decisão do Ministério da Saúde de suspender a vacinação contra a covid-19 para adolescentes entre 12 e 17 anos sem comorbidades partiu do presidente Jair Bolsonaro. 
 Em live nas redes sociais na noite desta quinta-feira (16/9) com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o chefe do Executivo revelou que orientou a pasta a rever a permissão para que esse público seja imunizado.  

Segundo Queiroga, a Secretaria de Enfrentamento à Covid-19 do ministério emitiu uma nota técnica para retirar os adolescentes sem comorbidades do público-alvo da vacinação após a ordem do presidente. 

O presidente e o ministro mais uma vez culparam governadores e prefeitos por não seguirem o Plano Nacional de Imunização (PNI) e desrespeitarem o cronograma do Executivo para a vacinação contra a covid-19. 
 
"É nisso que se transformou o Brasil quando se deu amplos poderes para governadores e prefeitos gerir essa questão." Comentou Bolsonaro.
 
Estados e municípios se basearam em uma norma da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) para imunizar pessoas entre 12 e 17 anos sem comorbidades, que recomendou a utilização da vacina Pfizer a pessoas nessa faixa etária. 
 
Queiroga, contudo, disse que o Ministério da Saúde não é obrigado a seguir a recomendação da Avisa. 
 
Apesar de a agência ter emitido um comunicado nesta quinta afirmando que "não existem evidências que subsidiem ou demandem" a interrupção da vacinação entre jovens de 12 e 17 anos, Queiroga afirmou que o governo federal continuará contra a imunização em larga escala para esse público. 

"Mães, não deixem seus filhos sem comorbidades se vacinarem porque ainda são necessárias mais evidências para consolidar essa indicação", destacou.
O município suspendeu a vacinação para adolescentes, após o Ministro da Saúde emitir nota proibido a vacinação. A Prefeitura em nota informou que está suspensa a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos a partir desta sexta-feira (17/10), em todo município, devido a  determinação do Ministério da Saúde. 

O município continuará com a vacinação para as pessoas acima de 18 anos. Quanto a segunda dose serão obdecido segundo a data do cartão de vacinação.

O município  estava vacinando os adolescentes acima de 16 anos. Os  que já tomaram a primeira dose, não receberão a segunda pelo menos é o que determina o Ministério  da Saúde.

Por "coincidência", a decisão  do governo federal veio após  estados e municípios  decretaram o inicio das volta às aulas. 

Em Itiruçu as aulas iniciaram na segunda-feira (13/09) e os estudantes viviam a empolgação de tomarem a vacina para o retorno as aulas com mais segurança.
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, confirmou em coletiva na tarde desta quinta-feira (16) que o governo federal decidiu suspender a recomendação de vacinar irrestritamente adolescentes entre 12 e 17 anos. 

Agora, a orientação do Ministério é que só sejam vacinadas pessoas nessa faixa etária com deficiências permanentes, comorbidades ou privadas de liberdade.

Queiroga afirmou, ainda, que aqueles adolescentes que já tomaram a primeira dose não devem completar o esquema vacinal, exceto se fizerem parte dos grupos prioritários. 

Em agosto, o ministério divulgou nota técnica indicando a vacinação de adolescentes com comorbidades e em privação de liberdade prioritariamente, e indicou a vacinação dos demais a partir da conclusão da vacinação da população adulta.
Ao mesmo tempo, indicou também a aplicação de uma dose de reforço para adultos com mais de 70 anos e com problemas de imunidade. Em todos os casos a vacina a ser usada, obrigatoriamente ou preferencialmente, deveria ser a Pfizer. 

Ó ministro afirmou que o Brasil tem vacina sobrando negando que o país sofre por falta do imunizante.

Queiroga garante que há vacinas suficientes. De acordo com números da Pfizer, o Brasil ainda tem quase 130 milhões de doses a receber até o final do ano, para que se complete os dois contratos com o laboratório, somando 200 milhões de doses. O ministério, no entanto, ainda não assinou novos contratos para 2022.

Uma fonte da agência ouvida pela Reuters afirma que a decisão foi tomada por Queiroga sem ouvir a agência e que a posição dos técnicos é de que a vacina é sim segura. 

Em outra nota, o governo do Estado de São Paulo disse lamentar a decisão do ministério, afirmando que ela vai na contramão da orientação do Conass e de autoridades sanitárias de outros países, lembrando que a vacinação nessa faixa etária já é realizada nos Estados Unidos, Chile, Canadá, Israel, entre outros.



A Prefeitura de Itiruçu do Estado publicou no Diário Oficial do Município desta terça-feira (31) atualização dos Decretos  Municipais nº 002, de 01/01/2021, e nº 006, de 26/01/2021, prorrogando até 31 de dezembro de 2021 todas as medidas já estabelecidas.

Sobre a aplicação de novas medidas de enfrentamento à pandemia
COVID-19, e dá outras providências, o decreto Municipal nº 111 autoriza, em todo território do Município de Itiruçu, Estado da Bahia, até o dia 10 de setembro de 2021, os eventos e atividades com a presença de público de até 500 (quinhentas) pessoas, tais como: cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, solenidades de formatura, passeatas e semelhantes.

Os eventos desportivos coletivos e amadores somente poderão ocorrer sem a presença de público. Os espaços culturais como cinemas e teatros ou similares  funcionarão obedecendo a limitação de 50% (cinquenta por cento) da capacidade do local.

Os atos religiosos litúrgicos poderão ocorrer desde que, cumulativamente, sejam atendidos os seguintes requisitos:
I.    Respeito aos protocolos sanitários estabelecidos, especialmente o distanciamento social adequado e o uso de máscaras;
II.    Instalações físicas amplas, que permitam ventilação natural cruzada;
III.    Limitação da ocupação ao máximo de 50% (cinquenta por cento) da capacidade do local.

Os eventos exclusivamente científicos e profissionais poderão ocorrer, desde que respeitados os protocolos sanitários estabelecidos.

Continua suspensa a realização de shows, festas, públicas ou privadas, independentemente do número de participantes, em todo território do Município até o dia 10 de setembro de 2021.

As atividades letivas, nas unidades de ensino, públicas e particulares, poderão ocorrer de maneira semipresencial, conforme disposições editadas pela Secretaria da Educação e Cultura. A realização das atividades letivas semipresenciais mencionadas no fica condicionada à ocupação máxima de 50% (cinquenta por cento) da capacidade de cada sala de aula e ao atendimento dos protocolos sanitários estabelecidos.

Fica autorizado, em todo o território do Município de Itiruçu/BA, o funcionamento de academias e estabelecimentos voltados para a realização de atividades físicas, até o dia 10 de setembro de 2021, desde que limitada a ocupação ao máximo de 50% (cinquenta por cento) da capacidade do local, observados os protocolos sanitários estabelecidos.

O Governo do Estado publicou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (31) atualização do decreto nº 20.658, prorrogando até 10 de setembro de 2021 todas as medidas estabelecidas na primeira versão do documento, publicado originalmente em 20 de agosto de 2021. As medidas contra a pandemia do novo coronavírus foram estabelecidas de acordo com a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 nos municípios baianos.

A realização de shows, festas, públicas ou privadas, e afins, independentemente do número de participantes, segue suspensa em todo território do estado da Bahia até 10 de setembro. Até esta data, estão autorizados apenas eventos e atividades com público de até 500 pessoas, como cerimônias de casamento, eventos urbanos e rurais em logradouros públicos ou privados, circos, parques de exposições, solenidades de formatura, passeatas, funcionamento de zoológicos, museus, teatros e afins. 

Nos municípios integrantes de Regiões de Saúde em que a taxa de ocupação de leitos de UTI Covid-19 se mantiver superior a 50%, por cinco dias consecutivos, os eventos e atividades devem acontecer com público de até 100 pessoas. O decreto não estabelece restrição de locomoção noturna, medida que também não estava estabelecida na versão original do decreto.
Web Rádio do Blog Itiruçu Notícias com transmissão utilizando a tecnologia streaming. Web Rádio Itirussu, conectada com você!
   
Baixe aqui app Web Rádio Itirussu


ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS


PUBLICIDADE




 Gilnar