Arrow

PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente. Estamos em fase de testes...




Itiruçu: Discussão em grupo de WhatsApp vai parar na polícia

Por: Ed Santos - terça-feira, 19 de maio de 2020 - 0 Comentários

BLOG ED SANTOS - ITIRUÇU REPÓRTER: Delegada fala sobre prisão de ...
De acordo com informações da Polícia Civil de Itiruçu, profissionais de saúde moradores de Itiruçu mais que trabalham no Hospital Geral Prado Valadares, em Jequié, além de outros que alegaram terem sido ofendidos por uma opiniões de um internauta também morador de Itiruçu identificado como Ednélio Borges que teria utilizado o termo 'mula do virus', sugerindo que os referidos profissionais tendo contato com o virus no trabalho ao retornarem para a cidade poderiam contaminar seus moradores. Ednélio ainda sugeriu que a Prefeitura deveria alugar um espaço para que os referidos profissionais ficassem em Jequié, assim não retornando a seus lares em Itiruçu, isso na visão dele seria eficaz para evitar que o virus viesse do HGPV para Itiruçu. 

Os profissionais se sentiram ofendidos pelo termo 'mula do virus' e decidiram em conjunto prestarem uma queixa-crime na delegacia territorial de Itiruçu nesta terça-feira (19).

Segundo relatos  da delegada de Polícia, Dra. Maria do Socorro Damásio, foram 14 queixas com acusação de crimes de calúnia, difamação e injúria contra os profissionais.

A delegada ainda informou que após ter sido intimado para depor sobre as acusações, o acusado confirmou ter dito as opiniões sobre os profissionais de saúde que exercem funções fora do município. Após ouvir todos os envolvidos, a Polícia Civil procedeu com termo circunstanciado e encaminhado à justiça de Jaguaquara/Comarca de Itiruçu.

A polêmica teria surgido na ultima segunda-feira (18), numa discussão sobre ações de combate ao Covid-19 no grupo Social do WhatsApp Itiruçu Online.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar