Mulher morre ferida por taça de vidro após vitória do Brasil - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Mulher morre ferida por taça de vidro após vitória do Brasil

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 28 de junho de 2018 - 0 Comentários

A vitima  desequilibrou e cortou seu pescoço com estilhaços de vidro



Uma mulher, de 30 anos,  de prenome Tamara, morreu nesta quarta-feira durante a comemoração da classificação da Seleção Brasileira para as oitavas de final da Copa do Mundo.  Ela morreu ao sofrer uma queda e cortar o pescoço com estilhaços de uma taça de vidro, na tarde de quarta-feira (27), no bairro Recanto do Parque, em Itatiba (SP).
De acordo com o boletim de ocorrência, testemunhas contaram que a vítima comemorava a vitória do Brasil sobre a Sérvia pela Copa do Mundo com outras pessoas quando se desequilibrou ao levantar de uma cadeira e sofreu o grave ferimento. Amigos da vítima tentaram conter o sangramento enquanto acionaram o resgate. No entanto, ela não resistiu e morreu no local.

“Ela estava com a taça na mão e mais um celular na outra. Em seguida, ela escorregou, foi se apoiar na mesa e a taça atingiu no pescoço. A investigação continua, mas tudo indica que realmente foi acidente”, explica o delegado Luciano Carneiro de Paiva, que registrou a ocorrência. Peritos estiveram no imóvel e o corpo de Tamara Maiochi foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Jundiaí. De acordo com um conhecido, ela era de Conchal (SP) e morava sozinha em Itatiba. O caso foi registrado na delegacia da cidade como morte suspeita. O enterro será realizado em Conchal, na manhã de sexta-feira (29).
foto Facebook


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes