Programa a Hora do Faro pode ter armado quadro do programa - Itiruçu Notícias
Arrow
Cores da Saúde: Julho Amarelo alerta sobre câncer nos ossos



Passeio Cicloturismo de Itiruçu


EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Programa a Hora do Faro pode ter armado quadro do programa

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 30 de janeiro de 2018 - 0 Comentários

Record e Rodrigo Faro são condenados a indenizar ex-participante do quadro “Arruma meu Marido”


Um participante do quadro “Arruma Meu Marido”, que era exibido no programa de Rodrigo Faro, teria sido orientado a ficar desleixado por aproximadamente nove meses para que, assim, pudesse participar do quadro. O caso começou no final de 2011. À época, foi prometido a Walmor Ferreira, o integrante que precisaria de uma melhora estética, que ele ganharia uma reforma no visual. Para isso, ele teve os dentes arrancados. A informação é do
Faro e a emissora terão de pagar R$ 137 mil para Ferreira numa sentença proferida pelo juiz Yale Mendes, da 7ª Vara Cível de Cuiabá. Do total, R$ 57,4 mil são para ressarcimento com gastos referentes a saúde bucal; R4 50 mil referentes aos danos morais; R$ 30 mil por dano estético e R$ 470 por dano material. A decisão ainda cabe recurso.

Segundo Ferreira, em vez de realizar o tratamento prometido, a clínica optou pela extração dos seus 12 dentes, procedimento realizado em dois dias, para a implantação da nova prótese. Por conta da dor, ele desistiu de participar da atração, mas a produção do programa o obrigou, segundo ele afirmou em ação judicial. O argumento usado pela produção do programa foi o de que não poderiam mudar a sua grade.
Um trecho da ação judicial diz que ele participou do programa porque teve a esperança de que ganharia um tratamento dentário adequado, já que estava praticamente sem dentes, mas hoje a situação está pior.

Na ação, ainda consta que ele teve que passar quatro meses se alimentando de líquidos. Embora tenha pedido ao produtor do programa uma solução, nada foi feito, exceto o envio de uma prótese dentária móvel que não fixa em sua boca, porque a gengiva foi, praticamente, mutilada pela dentista da atração.
A Record e o apresentador afirmam que antes da sua participação no programa ele já não possuía a maioria dos dentes e que foi colocada uma prótese provisória enquanto era confeccionada outra, com material mais refinado. O material, segundo a defesa, foi enviado pelo correio.
Hoje, Ferreira recorre a um tratamento psiquiátrico por conta de uma fobia social, uma vez que passou a ser alvo de chacotas, ficando deprimido e com dificuldades para trabalhar.
Informações: O Povo Online / site TV Foco


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif



São Pedro 2018

Melhores momentos - Por Wilson Novaes