Câmara aprova atualização das atribuições dos agentes de Saúde - Itiruçu Notícias
Arrow
Campanha Cores da Saúde



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Câmara aprova atualização das atribuições dos agentes de Saúde

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 25 de maio de 2017 - 0 Comentários


A Câmara de Deputados aprovou nesta quarta-feira (24), via comissão especial, o PL nº 6.437/2016, que atualiza as atribuições dos agentes comunitários de saúde e combate ás endemias. A matéria cumpre prazo regimental de cinco sessões para ser enviada ao Senado. Entre as mudanças, o texto prevê que os agentes possam realizar procedimentos como a aferição da pressão arterial, medição de glicemia capilar e orientação e apoio, em domicílio, para a administração de medicação. A matéria coloca os agentes também na equipe de planejamento das ações preventivas nas equipes de Saúde da Família.
Um dos pontos mais polêmicos da matéria também foi aprovado: o que considera a visitações domiciliares rotineiras “atividade privativa do Agente Comunitário de Saúde”, com acompanhamento de gestantes em pré-natal, da lactante, nos seis meses seguintes ao parto; e da criança, verificando o seu estado vacinal e a evolução de seu peso e altura. Programa Criança Feliz, lançado pelo governo Temer, previu a criação de monitores bolsistas para realizar visitação domiciliar das crianças com até três anos de idade, o que acarretaria numa redundância das atribuições que são dos agentes de saúde.
“Temos novos desafios e precisamos nos adaptar a eles. Graças aos trabalhos dos agentes de saúde e de endemias, não temos mais a alta prevalência de desnutrição infantil, mas temos a obesidade, hipertensão e diabetes, que são problemas graves de saúde pública. O projeto de lei faz frente a essa nova realidade e reafirma a importância dos agentes de saúde para o SUS, prevendo, antes de mais nada, recursos para a qualificação destes profissionais para estes novos desafios”, destacou o deputado federa Jorge Solla (PT-BA).
O relatório do deputado Valtenir Pereira (PMDB-MT) foi aprovado por unanimidade entre os deputados da comissão em votação simbólica realizada no auditório da Câmara.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif