Jorge Kajuru é encontrado e revela ameaças de morte - Itiruçu Notícias
Arrow
Exerça sua cidadania



Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)
O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Jorge Kajuru é encontrado e revela ameaças de morte

Por: Itiruçu Notícias - segunda-feira, 4 de julho de 2016 - 0 Comentários


O jornalista Jorge Kajuru, que estava sumido desde a noite de sábado, reapareceu na madrugada desta segunda-feira. Em entrevista ao portal Ego, ele garantiu que foi ameaçado de morte e seguiu o conselho de amigos para "passar um tempo fora".
"Não fui sequestrado. Estou ótimo. Sem nenhum machucado. A única coisa que aconteceu foi que eu sumi depois de ser avisado que estava ameaçado de morte ", disse Kajuru.
Segundo as informações  Em 2002, o jornalista  tirado de Goiânia num sábado às 11 da manhã num avião para São Paulo, porque algumas pessoas próximas alegavam que eu estava correndo risco. "Essas mesmas pessoas me aconselharam a tirar uns 15, 20 dias e ir para um lugar seguro, o momento não estava bom para mim. Um jornalista foi assassinado com sete tiros no centro da cidade. Semana passada, quase mataram outro jornalista, quebraram a costela dele. Fiz minha mala, chamei dois seguranças, que são ex-policiais e falei: Não temos prazo para voltar" revelou Kajuru.
"Estou há um ano com um Facebook de denúncias políticas e não hesitei ao receber a notícia. Peguei o meu carro e segui viagem para o interior de São Paulo. Fui à minha cidade natal, passeei por Ribeirão Preto e fiquei na chacará de um amigo. Quando soube da proporção que a história tomou no domingo de noite, eu decidi me pronunciar e dizer que estava bem", relatou Kajuru.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação