Notícias do Vale

Notícias da Bahia

Noticias do Brasil

Opinião & Notícias

Audios & Vídeos

Um policial militar, identificado como Fabiano Júnior Garcia, de 37 anos, matou oito pessoas, sendo seis da própria família, em Toledo e Céu Azul, cidades no oeste do Paraná. Os crimes foram cometidos na noite de quinta-feira (14) e foram confirmados pela Polícia Civil e Militar.

Fabiano matou seus dois filhos, uma enteada, a esposa, a mãe dele, um irmão e outras duas pessoas desconhecidas que estavam na rua. Após matá-las, ele se suicidou. Dentre as vítimas, três eram crianças.

O policial trabalhava há 12 anos no 19º Batalhão de Polícia Militar de Toledo. A PM informou que o agente trabalhou normalmente na quinta-feira e deixou o plantão por volta das 19h. A corporação acredita que, ainda na cidade de Toledo, Fabiano tenha matado a esposa e a enteada de 12 anos. Depois, foi até a casa da mãe dele, que foi morta a facadas. Em seguida, matou o irmão com disparos de arma de fogo. 


A suspeita é que depois disso ele tenha se dirigido para a cidade de Céu Azul, onde matou os dois filhos, com tiros, que moravam com a avó materna. De lá, teria retornado para Toledo, onde matou dois jovens aleatórios que estavam na rua. Após matar as oito pessoas, Fabiano Júnior Garcia, que exibia seu apoio a Bolsonaro nas redes sociais, se matou.

Há a informação de que Fabiano estava em processo de separação da esposa e tinha algumas dívidas, mas a motivação do crime ainda está sendo investigada.

A arma utilizada era da Polícia Militar do Paraná. O carro que era usado pelo agente foi apreendido e era particular. A Polícia Civil investiga a motivação das mortes.

Por meio de nota, a Polícia Militar lamentou o caso e disse que o policial envolvido no caso não tinha registros de problemas psicológicos. A PM disse que também disponibiliza atendimento psicológico aos policiais da re

O ministro Alexandre de Moraes, presidente interino da Corte Eleitoral, estabeleceu um prazo de dois dias para o presidente Jair Bolsonaro (PL) falar sobre um pedido feito pela oposição para bani-lo de discurso de ódio ou incitação ao ódio, correndo risco de ser multado 1 milhão de reais. 

Rede, PC da B, PSB, PV, PSOL e Solidariedade acionaram o TSE nesta semana e afirmaram que "essa prática se repetiu durante seus atos pré-campanha, agendas institucionais e aparições nas redes sociais estão reforçando a imaginação comum dos seus apoiadores dores da prática da violência". Moraes apontou que a matéria apresenta "consequências muito relevantes" e por isso é necessário ouvir Bolsonaro.

Municípios brasileiros sofrem com desabastecimento de mais de 60 medicamentos. Na lista da escassez, estão remédios importantes para controle de diabetes, pressão alta e também antibióticos. Faltam ainda medicamentos mais complexos, como por exemplo quetiapina, desonida, usados no tratamento de leucemia.
 
O Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (CONASEMS) solicitou ações urgentes ao Governo Federal, com objetivo de sanar os problemas de falta de medicamentos. Em maio, foram registradas irregularidades de abastecimento, dificuldade de garantia de estoque e elevação dos preços praticados. 
Há impasse na compra de Dipirona Sódica, Neostigmina, Ocitocina e até soro fisiológico. De acordo com ofício do Conselho, os serviços de saúde já reportam dificuldades em manter seu funcionamento. 

“Esses medicamentos faltantes são essenciais e o desabastecimento representa um sério risco a vida”, afirma o CONASEMS. 

As justificativas para as faltas são: impactos na logística de importação após pandemia de Covid-19, atual lockdown na China e guerra entre Rússia e Ucrânia. Os conflitos entre russos e ucranianos atingiram diretamente a disponibilidade de produtos IFAs (Consumo Farmacêutico Ativo) e outros componentes para fabricação de medicamentos. 

“Se não houver uma regulação efetiva dos preços, corre-se risco de legitimar um patamar de preços inadequados ao mercado e insustentáveis ao SUS”, complementa o CONASEMS. 

Um raio-x feito pela Confederação Nacional dos Municípios confirma essa escassez em todo o país: 80,4% das prefeituras responderam que estão sem remédios e insumos básicos para atender à população mais desprotegida, que depende de medicamentos fornecidos pelo governo. 

 

A partir de 1º de setembro deste ano (2022) quem quiser enviar encomenda pelos Correios deverá colocar seus dados de CPF, CNPJ ou passaporte (no caso de estrangeiros). Caso a informação não esteja presente, o objeto não será postado. 

O objetivo da medida é dar mais segurança por meio da rastreabilidade do CPF. A exigência valerá para todas as postagens, à vista ou a faturar. Quem quiser agilizar o processo basta preencher todos os dados por meio dos sistemas de pré-postagem. 

Nas postagens de encomendas destinadas aos lockers dos Correios e Clique e Retire, além das informações do remetente devem constar as seguintes informações do destinatário: CPF, CNPJ ou passaporte (no caso de estrangeiros) e do telefone celular ou e-mail.

Fiéis da Igreja Evangélica Assembleia de Deus Tradicional, em Manaus, presenciaram uma cena inusitada depois de o culto virar uma verdadeira pancadaria – após a realização de uma votação que elegeria o pastor presidente da congregação.

De acordo com o post do fiel Artur Sidney, a confusão foi iniciada pelo pré-candidato a deputado estadual Marcus Granjeiro, irmão do ex-presidente da IEADT-Manaus, Gedeão Granjeiro.

“Após o resultado, o qual não agradou ao senhor Marcus ‘Grangeiro’, que por sinal é pré-candidato a Deputado Estadual, houve um tumulto generalizado. […] uma briga, com muitos socos e pontapés com o seu tio. Eu, assim como muitos outros, comecei a filmar a situação, mas com poucos segundos o senhor Marcus ‘Grangeiro’ notou a minha gravação e de forma totalmente aleatória resolveu correr atrás de mim porque eu estava com imagens daquela cena (como se eu fosse o único) e, nisso, veio uma cambada de gente atrás de mim, a mando dele. A “cadeirada nas costas, uma voadora e chutes de várias pessoas desconhecidas”, postou.

Beneficiários do Auxílio Brasil podem receber um aumento de R$ 200 em suas mensalidades até dezembro deste ano. A medida está prevista na PEC (Proposta de Emenda à Constituição), que já recebeu o parecer favorável do Senado Federal. Beneficiários do Auxílio Brasil podem receber um aumento de R$ 200 em suas mensalidades até dezembro deste ano. A medida está prevista na PEC (Proposta de Emenda à Constituição), que já recebeu o parecer favorável do Senado Federal. O objetivo do Governo Federal é elevar a quantia paga pelo programa social para R$ 600 a partir do mês de agosto. Sendo assim, os beneficiários poderão receber o benefício ampliado durante cinco meses, até o fim da vigência da proposta. Além disso, o Governo pretende zerar a fila de espera de famílias que cumprem os requisitos para receber o Auxílio Brasil. Porém, isso só será possível caso o Planalto decrete estado de emergência no país, possibilitando o uso de recursos sem regras fiscais.

O ex-presidente da Caixa Econômica Federal Pedro Guimarães teve obras da mansão em que mora em Brasília pagas pelo banco. Segundo a Folha de S. Paulo, as obras, que custaram cerca de R$ 50 mil, foram feitas pela EMIBM Engenharia, empresa contratada para realizar serviços de manutenção nos prédios e agências da instituição financeira. Guimarães deixou o cargo na semana passada, após funcionários e servidores o denunciarem práticas de assédio sexual e moral.

Segundo a reportagem, o advogado criminalista José Luis Oliveira Lima, que representa Guimarães, “confirmou a realização das melhorias e disse que elas foram autorizadas pelo setor de segurança após supostas ameaças recebidas pelo ex-presidente do banco”. “A Caixa afirma que as obras estão relacionadas à segurança do então presidente e são previstas em normas internas”, ressalta o periódico.

A reforma da casa alugada por Guimarães foi feita após ele deixar um apartamento mantido pelo banco em um hotel de luxo em Brasília. A mansão, localizada na beira do Lago Paranoá, possui até um campo de futebol. O jardim, que também teve a iluminação paga pela Caixa, se estende até as margens do lago.

A EMIBM presta serviços para a Caixa há cerca de 25 anos e o último contrato, datado de de junho de 2020, tem valor estimado de R$ 16,3 milhões. Desse total, R$ 4,9 milhões já foram executados.

OUÇAWEB RÁDIO ITIRUSSU

Notícias de Itiruçu

Anúncios


Notícias do Esporte

Instagram

Facebook