Notícias do Vale

Notícias da Bahia

Noticias do Brasil

Opinião & Notícias

Audios & Vídeos

Para Zé Cocá, prefeito de Jequié e também presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), o elevado crescimento da cidade não é um fenômeno e deverá ser consolidado ainda mais. “Em relação à Bahia, Jequié cresceu 10 vezes mais e essa estimativa, monitorada pelas análises da FIEB, confirma o bom momento que a cidade vive e que deverá ser intensificado ainda mais, com a estruturação do nosso Distrito Industrial e com a chegada de novos empreendimentos”, afirmou. Especialista em administração pública, Zé Cocá analista que “esse poder de atratividade comercial e industrial gera, como consequência, um cenário propício para novos investimentos e, assim, consolidar nosso crescimento”.

De acordo com o economista Carlos Danilo, a dinâmica de crescimento de Jequié é superior a do estado, uma vez que a industrialização da Bahia é de bens intermediários, produzidos a partir, principalmente, do polo industrial de Camaçari que, neste momento, não tem demonstrado o desempenho esperado. “Já as indústrias de produtos e de bens finais, como a alimentícia, calçadista e outros, existentes em Jequié, vem sendo beneficiadas com o aumento de renda e do poder aquisitivo da população, o que contribuiu para que esse crescimento fosse mais acentuado”, analisa o economista.

O prefeito Zé Cocá estimula a política de crescimento econômico, e garante que “se fábricas e indústrias quiserem se instalar no município, com certeza vai encontrar o apoio e os incentivos necessários, porque Jequié terra de ótimas oportunidades, e nós temos que ter a responsabilidade de incentivar os setores produtivos para que, a partir daí, tenhamos, cada vez mais, melhores indicadores enquanto desenvolvimento e avanços econômicos e sociais, com geração de novos empregos, renda e melhores condições de vida para nosso povo”,

O Fórum de Desenvolvimento Regional reuniu participantes dos territórios Médio Rio das Contas, Vale do Jiquiriçá, Chapada Diamantina, além de empresas e indústrias instaladas nessas regiões, como a Bahia Gás, Bamin, Yamana Gold Mineradora, entre outras, e entidades como a Federação das Associações Comerciais e Empresariais da Bahia (Faceb), Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL) e Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Estão abertas as inscrições para o concurso público da Polícia Técnica do Estado da Bahia (Politec-BA) com 456 vagas imediatas. Os quatro cargos -- perito criminal; perito médico legista; perito odonto-legal e perito técnico - exigem formação de nível superior. Os salários iniciais são de até R$ 4.357, podendo chegar a R$ 12.065 com gratificações e benefícios.
 
A organização do certame é de responsabilidade do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). Os interessados devem acessar o site da banca até às 23h59 do dia 10 de outubro de 2022. As taxas são de R$ 140 e R$ 160 e as provas estão previstas para 11 de dezembro na cidade de Salvador.

Quatorze espaços provisórios vão recepcionar vestígios de crime que fazem parte de  investigações. Medida vai oferecer mais segurança na guarda de materiais indispensáveis na elucidação de crimes.

Para oferecer mais segurança na guarda vestígios de crime, peças fundamentais para as investigações realizadas pela Polícia Civil, a Secretaria da Segurança Pública irá implementar 14 Centrais de Custódia Provisórias em toda a Bahia. A custódia desse tipo de material coletado pelo Departamento de Polícia Técnica nos locais de crime foi pauta da reunião realizada na tarde desta terça-feira (6), entre representantes da Secretaria da Segurança Pública e do Ministério Público, no Centro de Operações e Inteligência - Dois de Julho.

Os espaços temporários deverão funcionar em contêineres contratados de forma temporária até a conclusão do projeto de construção das centrais definitivas de custódia, que está em andamento. As Centrais de Custódia Provisórias funcionarão em Salvador, Feira de Santana, Juazeiro, Irecê, Barreiras, Vitória da Conquista e Itabun,  municípios onde há Coordenadorias Regionais de Polícia Técnica, além da sede do Departamento de Polícia Técnica da Bahia, na Avenida Centenário, na capital baiana.

“ Também planejamos o monitoramento desses espaços para garantir o reforço da guarda e a integridade do material, além de liberar os espaços das delegacias ocupados por essas peças de investigação”, explicou o secretário da SSP, Ricardo Mandarino.

Também participaram da reunião o comandante-geral da PM, coronel Paulo Coutinho, a delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, o diretor do DPT, Edson Reis,  o superintendente de Gestão Integrada da Ação Policial da SSP, André Barreto, e os promotores Aline Cotrim, André Lavigne, Luís Alberto Vasconcelos, entre outras autoridades.

Imagem: Jorge Cordeiro

A pedido do Ministério Público Federal (MPF), a Justiça determinou que a União, o Estado da Bahia (BA) e o Município de Salvador devem regularizar o fornecimento de fraldas descartáveis à população carente, que comprove a necessidade de seu uso, de forma contínua e seguindo as prescrições médicas apresentadas em cada caso. Segundo a decisão, emitida em 30 de agosto, os réus têm 60 dias para cumprir a medida.

Na ação, ajuizada em 8 de agosto pelo procurador da República Edson Abdon Peixoto Filho, a Justiça determinou, ainda, que a União atualize o preço de referência do item no Programa de Farmácia Popular do Brasil, passando-o de R$0,71 (valor inserido em 2010) para R$ 2,49 (preço médio praticado no mercado), de modo a manter a finalidade do programa.

A atuação do MPF teve início a partir da denúncia de uma cidadã que informou ser responsável por uma senhora idosa de baixa renda, diagnosticada com paraplegia e incontinência urinária e fecal e que, portanto, faz uso contínuo de fraldas geriátricas, com a devida prescrição médica. Ela alegou que, apesar disso, não consegue obter as fraldas do Poder Público com a periodicidade necessária à manutenção da saúde e da dignidade da senhora pela qual é responsável.

O objetivo da ação é garantir, segundo o procurador, "o direito à saúde e a integridade física das pessoas que necessitem fazer uso de fraldas (geriátricas ou não), em razão da idade ou de problemas de saúde e que, em razão de sua hipossuficiência, tenham dificuldade na aquisição do referido insumo".

Para que os baianos tenham o direito de conhecer as propostas e opiniões dos candidatos ao governo do Estado, a TVE e a Rádio Educadora FM realizou o debate no dia 06 de setembro, terça-feira, às 21h.

Estiveram presentes os candidatos Jerônimo Rodrigues (PT), João Roma (PL) e Kleber Rosa (Psol).

O candidato ACM Neto foi convidado e informou que não participaria  do debate. Conforme estabelece a lei, foram convidados os candidatos de partidos, de federações ou de coligações com representação no Congresso Nacional de, no mínimo, cinco parlamentares.  

O debate com os candidatos ao governo da Bahia foi transmitido simultaneamente pela TVE, Rádio Educadora FM, Youtube, Facebook, Twitter e Instagram.

Em cada um dos quatro blocos os candidatos foram deitas uma pergunta, de tema livre, e os outros dois candidatos terão até dois minutos para responder. O candidato que perguntava encerrava com um comentário e a ordem das perguntas foram definida por sorteio no início de cada bloco. No último bloco, cada candidato fizeram as suas considerações finais, em até três minutos, com a ordem de fala foi definida através de sorteio ao vivo.

 ACM Neto apesar de ser desafiado pelo  candidato a governador da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT), para participar do debate promovido pela TVE, não compareceu. O petista não poupou críticas ao adversário ACM Neto por, mais uma vez, faltar ao debate na TV. “A ausência é uma covardia, um desrespeito à população”, condenou Jerônimo: “ele está com medo de quê?”, questionou.

Segundo o candidato apoiado pelo ex-presidente Lula, em vez de debater ideias e apresentar realizações, o ex-prefeito de Salvador tem “mandado recado através dos candidatos a deputados” para atacar sua gestão à frente da Secretaria de Educação do Estado, “espalhando fake news”.

“Ele não tem coragem nem de fazer isso pessoalmente”, ataca Jerônimo: “estou pronto para debater a educação e qualquer outro tema com ele. Crie coragem e venha debater comigo. Venha fazer o comparativo entre o que você fez na educação de Salvador [quando prefeito] e o que nós estamos fazendo pela educação da Bahia. Aí, a população vai podercomparar de verdade”, desafiou.

Veja o debate na integra :

 


O Estado da Bahia publica nesta sexta-feira (02), no Diário Oficial do Estado (DOE), convocação para provas objetivas e prova discursiva do cargo de Delegado, referentes ao concurso público da Polícia Civil. De acordo com o edital, a aplicação ocorre no dia 11 de setembro, em Salvador, nos turnos matutino e vespertino. Os 11.118 candidatos poderão consultar todas as informações necessárias no cartão de convocação a partir de segunda-feira (5), no www.ibfc.org.br – site da organizadora do certame, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

As provas estavam programadas para o dia 24 de julho, juntamente com as avaliações para os cargos de escrivão e investigador do referido concurso, estas últimas já realizadas. Com isso, um novo cronograma provisório de atividades foi publicado no DOE em 06 de agosto, estabelecendo a nova data. Ao todo, o certame conta com mil vagas para a corporação, sendo 150 para delegado, 150 para escrivão e 700 para investigador.

Na manhã do dia 11 de setembro serão aplicadas as provas objetivas. O acesso dos candidatos aos locais de prova será das 6h30 às 7h45, com início das avaliações às 8h. Já a prova discursiva será aplicada às 14h, sendo permitida a entrada dos candidatos entre 13h e 13h45. Os candidatos deverão comparecer aos locais de provas portando documento de identidade com foto, cartão de convocação e comprovante de vacinação, conforme edital.  

Vale destacar que, aquele candidato que não apresentar documento de identificação original como foto e comprovante de vacinação, não poderá fazer as provas e será eliminado do certame. É recomendado que o candidato utilize máscara de proteção individual ao ingressar no local de realização das provas.

Os candidatos devem conhecer e observar todas as instruções do edital de convocação, como tempo de permanência exigida nos locais de prova; retirada do caderno de questões; uso de caneta esferográfica transparente, de tinta azul ou preta; e de recipientes para alimentos, água e álcool em gel de material transparente e sem rótulos, entre outros.

O resultado final do certame, bem como de todas as suas etapas e informações complementares, serão divulgados no site oficial do IBFC e no Portal do Servidor (www.portaldoservidor.ba.gov.br). 

Imagem Reprodução

Pesquisa realizada pelo Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene) indica boas perspectivas para a cultura do milho para a Região. Na safra 2021/2022, a produção regional do milho deve alcançar 11 mil toneladas, o que representa crescimento de 25% em relação ao período anterior. Bahia, Maranhão e Piauí encabeçam o ranking de produção do milho na Região, figurando também entre os 10 maiores produtores do grão no País.

Demanda aquecida e clima e relevo favoráveis explicam o desempenho dos estados nordestinos, bem como os financiamentos destinados à atividade. Nos primeiros sete meses do ano, o Banco do Nordeste contratou mais de R$ 1 bilhão em operações de crédito para milhocultura, sendo R$ 300 milhões somente para a Bahia.

A instituição dispõe de várias linhas de crédito para produtores de milho, um dos três cereais mais cultivados do mundo. O Banco também participa do Plano Safra, atendendo a produtores rurais de todos os portes, da agricultura familiar ao agronegócio, em sua área de atuação, que abrange Região Nordeste e parte de Minas Gerais e Espírito Santo. Entre as linhas de crédito disponíveis estão o Pronaf, FNE Rural, FNE Irrigação, FNE Sol, FNE Agro Conectado e outras.

Segundo o autor do estudo, o economista Jackson Dantas Coêlho, além do aumento da produção, há previsão de expansão de 14% da área de cultivo, conforme dados de agosto desse ano da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A tendência de preços é semelhante à nacional, pela demanda aquecida. “O comércio (nacional e regional) não foi afetado pela pandemia ou pela guerra na Ucrânia, sendo amplamente superavitário e influenciado apenas pela sazonalidade. O elevado grau de profissionalização e de inovação tecnológica na produção empresarial, com modo intensivo, permite produzir a um custo competitivo. Além disso, a capacidade dos produtores, o desenvolvimento de cultivares adaptados à Região e ao clima, o apoio financeiro de instituições como o BNB e as precipitações geralmente regulares, fazem com que o milho se destaque no agronegócio do Nordeste”, complementa.

O estudo destaca que há duas áreas de expansão agrícola de grãos, principalmente empresarial: o Matopiba (confluência predominante de cerrado dos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, mais antiga) e o Sealba (confluência de municípios do leste de Sergipe e de Alagoas com o nordeste baiano, mais recente), que colocam Bahia, Maranhão e Piauí como maiores produtores nordestinos e oitavo, nono e décimo nacionais, respectivamente. Deste grupo, o Maranhão teve a maior expansão em área (20,1%) e o Piauí, em produção (32,7%) e produtividade (18,8%).

Imagem Reprodução

OUÇAWEB RÁDIO ITIRUSSU

Notícias de Itiruçu

Anúncios


Notícias do Esporte

Instagram

Facebook