Notícias do Vale

Notícias da Bahia

Noticias do Brasil

Opinião & Notícias

Audios & Vídeos

Neste domingo (04) tem emoção, tem futebol, nos dois turno. Semifinal do Campeonato Itiruçuense de Futebol , pela manhã ás 09:00 UDI x TPO . E a tarde 14:30 tem Portuguesa x Itiruçuense. 

Os vencedores vão para grande final no dia 11 de dezembro. Para assistir os dois jogos  da semifinal o torcedor vai pagar RS 5,00 (cinco reais) para assistir os dois jogos mulheres paga r$ 3,00 (três reais)

O Campeonato Itiruçuense de Futebol te apoio da Prefeitura de Itiruçu , Divisão de Esporte, e Federação Baiana de Futebol. 

A competição tem como colaboradores: Casa Amarela, Café Tenisi, Zé Cocá, AF Andrade Supermercado, Agrovet, GS Som , delícias do vale e Permilson Gás e água. 

Realização Liga Itiruçuense de Futebol - Valorizando o nosso esporte Preferido


Com a trégua da chuva foi realizados os dois jogos decisivos que definiu os confrontos  da semifinais do Campeonato realizado pela Liga Itiruçuense de Futebol.  

Na partida preliminar o Itiruçuense venceu a UDI por 2 a 1 . Darlan marcou os dois gols do Itiruçuense, Jhon Mota descontou para a UDI.
A UDI terminou a primeira fase em primeiro do grupo A, com 9 e saldo de 9 gols , o Itiruçuense ficou como mesmo 9 pontos mas com 7 gols de saldo. O Palmeiras SD ficou com 0 pontos com -16 gols.

Na segunda partida o TPO venceu o Força Jovem por  1 a 0 , com gol de Danilinho. A força Jovem se despediu da competição se marca gol , ja o TPO consegue a vaga para semifinal.
No grupo B, a Portuguesa com 8 pontos ficou em primeiro. O TPO conseguiu a segunda vaga com7 pontos. A Força Jovem desclassificada ficou com 01 ponto.

Os jogos da semifinal ficou definido com seguintes confrontos:  UDI x TPO e Portuguesa x Itiruçuense.
Na terça-feira a diretoria divulgará oficialmente data e horários dos jogos.
Neste domingo será decisivo para definir os confrontos  as semifinais do Campeonato Itiruçuense de Futebol edição 2022.
Na rodada o derby do futebol de Itiruçu entre o Itiruçuense e a UDi . A disputa é para que fica com a primeira colocação do grupo A. As duas equipe ja estão classificadas .

No jogo principal um jogo  decisivo entre o TPO contra  o Força Jovem. O TPO pode até perder por um gol de diferença e conquista a segunda vaga no grupo B, já que a Portuguesa  tem a primeira colocação do grupo assegura na semifinal. 

A Força Jovem  tem de fazer o que ainda não conseguiu nesta fase que é marca gol. A equipe  tem de fazer dois gols de diferença para avançar na competição e coquistar a vaga na semifinal atraves do saldo de gol.

Os Jogos:
Estádio Yagil Castilho Fontoura - Fontourão
Domingo dia 27.11.2022

13hs15min - Itiruçuense  x UDI
15hs15min - Força Jovem x TPO

Ingressos:
Masculino: R$ 5,00
Feminino: R$ 3,00
Até quem não gosta de futebol costuma parar para torcer durante a Copa do Mundo. Afinal de contas, por que temos esse “comportamento coletivo” frente a alguns acontecimentos?   
A cada quatro anos a cena se repete: amigos, familiares e colegas de trabalho -- até mesmo aqueles que não gostam muito de futebol - se reúnem para torcer durante o torneio mundial de futebol. 

Segundo o estudo “Quem Torce Também Joga”, da agência de pesquisa de tais comportamento Apoema, 62% dos brasileiros vão torcer ou acompanhar os jogos da seleção brasileira, enquanto 71% dizem acreditar que nosso País será o campeão da competição. 

Mas afinal de contas, por que temos a tendência a seguir o comportamento de “manada” e torcer também?   A psicóloga e professora do curso de Psicologia da Faculdade Anhanguera, doutoranda Thais Vargas, explica que o Brasil tem aspectos peculiares quando se trata da competição e de futebol.  
 
“Por ser um esporte coletivo e possuir muita influência em nossa cultura, o futebol desperta paixões e acaba sendo um objeto de catarse entre as pessoas. A modalidade une tribos diferentes e reforça laços sociais e emocionais entre os indivíduos”, afirma a professora universitária.   

Mas não é apenas durante o campeonato mundial de futebol que esse comportamento se repete, em maior ou menor intensidade. Outros eventos importantes como as Olimpíadas e datas comemorativas como o Carnaval, Páscoa, Natal, Ano-Novo e até datas comerciais como a Black Friday movimentam as pessoas.   

Em comum, todas elas têm características como atividades e rotinas realizadas coletivamente, além de aspectos emocionais. São datas que costumam nos fazer relembrar momentos e pessoas importantes do passado: um parente que gostava de acompanhar os jogos, um amigo que decorava a casa para torcer, reuniões em família, entre outras situações que podem despertar o desejo de comemorar em grupo com quem temos afinidades.   

Ainda segundo a especialista, o comportamento de torcer pode ser comparado, ainda, à tendência que temos em assistir filmes e séries e ler livros que amigos e conhecidos também estão consumindo, por exemplo. 

Como o ser humano é um ser essencialmente social, o colecionar figurinhas, por exemplo, é uma atividade coletiva que cria sensação de pertencimento a um grupo social.
   
A afirma lembra que, na Psicologia, o conceito de grupos é o tema fundante da psicologia social, com estudos a partir do final do século XIX, pela então denominada Psicologia das Massas ou das Multidões.   
 
A professora, pondera, amparada no referencial teórico de Le Bon (2008), que é possível compreender que uma multidão organizada pode constituir uma multidão psicológica, uma vez que a massa reunida forma um único ser que se encontra submetida a uma “espécie mental das multidões”. 

Milhares de indivíduos separados podem em um determinado momento, sobre a influência de certas emoções, como por exemplo, um grande acontecimento de mobilização nacional e/ou mundial, adquirir as características de uma multidão psicológica.   

“A palavra multidão representa uma reunião de indivíduos quaisquer, mas do ponto de vista psicológico tem outra significação. Em circunstâncias específicas, a reunião de pessoas adquire características novas: a personalidade consciente desaparece, os sentimentos e as ideias de todas as unidades orientam-se numa mesma direção, formando-se uma alma coletiva transitória e nítida”, diz. 

O Brasil começou a busca pelo hexa com vitória sobre a Sérvia, por 2 a 0, no estádio Lusail, em Doha, no Catar. O grande nome da estreia da Seleção na Copa do Mundo foi Richarlison, autor dos dois gols nesta quinta-feira, sendo um deles um golaço, de voleio. 

Richarlison roubou a cena na vitória do Brasil com o lindo gol de voleio, mas não chega a ser uma novidade para o camisa 9. Ele já havia feito outro assim em treino da Seleção, ainda no período de treinos em Turim, na Itália.

O ponto de preocupação é Neymar, que saiu de campo chorando e já começou tratamento com gelo no tornozelo e já é duvida para o sgeundo jogo..

O Brasil termina a primeira rodada como líder do Grupo G com três pontos, empatado com a Suíça, mas à frente no saldo de gols (2 contra 1). Camarões e Sérvia, zerados, vêm na sequência.

A Fifa a impediu a Bélgica de usar a braçadeira "One Love" em apoio à comunidade LGBTQIA+ durante a Copa do Mundo, também não poderá usar seu segundo conjunto de camisetas, nas quais a palavra "Love" ("Amor", em inglês) é inscrito, disse a Real Federação Belga de Futebol nesta segunda-feira (21).

Essa camisa, em grande parte branca, mas com partes nas diferentes cores do arco-íris, traz a palavra "Love" na gola e essa menção, segundo a Federação Belga, causaria problemas para a Fifa. Bastaria retirar essa palavra para a peça ser validada pela organização.

"O desenho da camisa foi feito inspirado nos famosos fogos de artifício do Tomorrowland (festival de música) e representa os valores comuns de diversidade, igualdade e inclusão", havia especificado a federação ao apresentar a camisa em setembro passado.

Esse veto não afetaria a Bélgica, pelo menos na fase de grupos, já que planejava vestir seu primeiro uniforme, vermelho, nas três partidas.

As sete seleções europeias que planejavam usar a braçadeira de capitão "One Love" contra a discriminação na Copa do Mundo do Qatar renunciaram nesta segunda-feira sob a ameaça de sanções esportivas.

"A Fifa tem sido muito clara. Ela imporá sanções esportivas se nossos capitães usarem as braçadeiras em campo. Como Federações Nacionais, não podemos pedir a nossos jogadores que se arrisquem a sanções esportivas, incluindo cartões amarelos", escreveram essas sete federações.


Coordenadores, professores e estagiários de 45 núcleos do Projeto Esporte Por Toda Parte, das regiões Metropolitana, da capital e de parte do interior do estado, receberão formação com aulas ministradas por professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) entre os dias 22 e 26 de novembro. A ação segue até o dia 12 de dezembro, formando as turmas dos 138 núcleos de esporte comunitário e recreativo presentes em 99 municípios baianos.

Finalizando a formação dos profissionais dos polos de Salvador e iniciando a da Região Metropolitana, nesta terça (22) e quarta-feira (23), 20 núcleos receberão as aulas práticas e teóricas sobre a realidade e o contexto da política pública de esporte comunitário e recreativo, princípios e diretrizes do Projeto e dimensões conceituais sobre o esporte, lazer, atividades físicas, dentre outros. Já no final da semana, nos dias 25 e 26, será a vez de 25 núcleos dos municípios de: Angical, Belmonte, Brumado, Caculé, Caetité, Camacan, Correntina, Encruzilhada, Guaratinga, Ilhéus, Itagibá, Itamaraju, Jequié, Licínio de Almeida, Macarani, Paramirim, Presidente Jânio Quadros, Santa Cruz Cabrália, Teixeira de Freitas e Vitória da Conquista. Todas as formações acontecem, presencialmente, no auditório da Arena de Esportes da Bahia, em Lauro de Freitas.  A formação que teve início na última sexta-feira (18) e atenderá até meados do mês de dezembro 552 pessoas.  

O programa Esporte por Toda Parte está ofertando, desde o inicio do segundo semestre deste ano, a prática esportiva das modalidades de basquete, boxe, capoeira, futebol, futsal, handebol, hapkido, jiujitsu, judô, karatê, natação, taekwondo e voleibol para crianças e adolescentes de 7 a 17 anos. A formação de gestores e líderes comunitários, o fomento à pesquisa e a socialização do conhecimento fazem parte da proposta.   

O investimento do Governo do Estado no projeto é de R$13,7 milhões de reais, firmado pela Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb), autarquia da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), por meio de colaboração com a instituição Capacitação, Inserção e Desenvolvimento (Cide). O recurso é investido na contratação de profissionais e aquisição de material esportivo para atender os mais de 30 mil beneficiados ao longo de 18 meses nos 26 territórios de identidade. 

Calendário de formação de dezembro: 

Formação D – Polo 6 e 2 (Região de Itaparica; Sertão do São Francisco; Piemonte da Diamantina; Piemonte do Paraguaçu; Irecê; Chapada Diamantina; Sisal; e Piemonte Norte do Itapicuru  ) – 9 e 10 de dezembro. 

Formação E – Polos 1 e 7 (Região Metropolitana de Salvador, Baixo Sul; Recôncavo; Portal do Sertão; Sisal; Portal do Sertão; Recôncavo; Chapada Diamantina; Vale do Jiquiriçá; e Litoral Sul) – 13 e 14 de dezembro.

Formação F – Polos 3, 4 2 e 6 (Litoral Sul; Costa do Descobrimento; Sudoeste Baiano; Sertão Produtivo; Bacia Jacuípe; Piemonte Norte do Itapicuru; Semiárido Nordeste II; e Sertão do São Francisco) – 16 e 17 de dezembro.

Ascom/Sudesb

OUÇAWEB RÁDIO ITIRUSSU

Notícias de Itiruçu

Anúncios


Notícias do Esporte

Instagram

Facebook