Arrow


Aplicativo 'Vai dar Praia' informa sobre qualidade das praias baianas

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020 - 0 Comentários

Aplicativo 'Vai dar Praia' informa sobre qualidade das praias baianas
Para que baianos e turistas possam tomar banho de mar sem arriscar a saúde, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) desenvolveu o aplicativo ‘Vai dar Praia’, para Android e IOS. A Bahia é o estado brasileiro com a maior extensão litorânea, são 1.100 quilômetros de praias, e o aplicativo traz informações das praias próprias e impróprias para o banho em 29 municípios, além da tábua de maré e as condições climáticas. O programa também tem conexão com o Google Maps, indicando as melhores rotas de acesso às praias. Basta pesquisar pelo nome, Vai dar Praia, no Play Store (Android) ou na App Store (IOS).

O diretor de recursos hídricos e monitoramento Ambiental do Inema, Eduardo Topázio, conta que a ideia do app surgiu há cerca de três anos, quando houve o boato de que o rompimento da barragem de Mariana deixaria as praias do Sul da Bahia impróprias para banho. “Naquele período, a gente achou que era preciso melhorar a comunicação com a sociedade, para que as pessoas pudessem saber, de forma fácil e rápida, a qualidade das praias baianas. Surgiu então a ideia de desenvolver um aplicativo na área de monitoramento ambiental. Agora, qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, pode verificar como está a balneabilidade das nossas praias”.

Topázio destaca que, a partir da criação do Inema, o monitoramento das praias é feito sistematicamente e o app atualizado toda semana. “Nós investimos muito nessa área de monitoramento de praias e acompanhamos sistematicamente. O monitoramento anterior era espaçado, e agora é feito como manda a norma técnica”.

O aplicativo, continua Eduardo Topázio, funciona com um indicador de risco. “Isso não significa que, utilizando praias impróprias, o banhista vá ter problemas de saúde. Pode não acontecer nada. Mas risco maior é a pessoa ingerir a água e pegar uma doença infecto-contagiosa, um vírus, ou ter uma diarreia. Ou ainda apresentar algum problema de pele, especialmente por contaminação na areia. Em Salvador, não há um único ponto de lançamento de esgoto nas praias. Então o principal problema aqui é o lixo nas praias”.
Itiruçu Notícias | Informações de Raul Rodrigues 
Fotos: Alberto Coutinho/ GOVBA


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar