Arrow

PRESSIONE o botão PLAY para reproduzir a rádio, caso não toque automaticamente. Estamos em fase de testes...




Hospital da Mulher completa três anos com 650 mil atendimentos

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 11 de janeiro de 2020 - 0 Comentários

“Hospital

Cerca de 650 mil atendimentos e 27 mil cirurgias já foram realizados pelo Hospital da Mulher (HM), que completa três anos no próximo dia 9. Localizado no Largo de Roma, em Salvador, a unidade é referência na promoção de serviços à saúde da mulher e primeiro hospital 100% SUS do Estado da Bahia a receber o prêmio nacional Dr. Pinotti – Hospital Amigo da Mulher. A premiação foi concedida pela Câmara dos Deputados no ano passado.

Mulheres dos 417 municípios da Bahia já foram atendidas na unidade. De acordo com o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, “o Hospital da Mulher passou a atender, em todo o estado, uma demanda que antes não era atendida, ou seja, o problema das doenças ginecológicas cirúrgicas das mulheres. Essas pacientes iam para emergências com sangramentos, hemorragias genitais, miomas, com câncer de mama que demorava muito tempo para ser diagnosticado e tratado, além de problemas de infertilidade, queda de bexiga e incontinência urinária. Todas essas situações passaram a ser tratados, adequadamente, nesse hospital”, enfatiza o secretário.

Segundo o diretor médico do HM, Paulo Sérgio Andrade, o hospital possui 163 leitos e oferece nove especialidades, além das áreas de apoio. Para 2020, a perspectiva é de ampliação. “Neste ano, nós vamos concluir mais uma ampliação, com a implantação do serviço de radioterapia e de um novo serviço de imagem com ressonância. Para o futuro, nosso grande plano é ampliar as áreas de ensino e pesquisa”, afirma.

O hospital atende exclusivamente mulheres com procedimentos agendados. “Qualquer mulher, de qualquer lugar da Bahia, pode procurar a Secretaria Municipal de Saúde e será encaminhada para cá, através de um software chamado Lista Única. Com isso, 62% das mulheres atendidas aqui são do interior da Bahia, permitindo a interiorização do atendimento às mulheres”, explica o diretor médico.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE



 Gilnar