Arrow

Crise EUA-Irã aprofunda distância entre Planalto e a cúpula militar

Por: Itiruçu Notícias - domingo, 12 de janeiro de 2020 - 0 Comentários


A crise envolvendo o Irã e os Estados Unidos afastou ainda mais o presidente Jair Bolsonaro do seu vice-presidente, Hamilton Mourão, assim como do grupo militar que dá sustentação ao Governo. Além disso, deu maior força à ala radical que atua nas relações exteriores, principalmente ao assessor especial da Presidência na área internacional, Filipe Martins, e ao ministro Ernesto Araújo. Ambos foram defensores do alinhamento automático com a gestão de Donald Trump no embate com o país do Oriente Médio.

Ao longo da última semana, a reportagem entrevistou seis fontes do Palácio do Planalto, do Itamaraty e do Ministério da Defesa que reforçaram essa visão. Todos falaram sob condição de não terem seus nomes divulgados. A disputa entre as duas alas da gestão Bolsonaro agora é para indicar quem será o substituto do embaixador do Brasil no Irã, Rodrigo Azeredo, que está em férias, e não deve retornar a Teerã por questões de saúde. Ao menos três nomes já foram sugeridos ao ministro Araújo, mas a decisão ainda não foi tomada. Como de praxe em casos de crises de segurança, o Ministério da Defesa está concluindo um plano de resgate dos diplomatas brasileiros que estão lotados no Irã. Ele só será posto em prática caso haja um recrudescimento do conflito, o que não parece que ocorrerá num primeiro momento.

Outra questão delicada para os militares, muito mais crucial do que o Irã, é a movimentação do Brasil na crise da vizinha Venezuela e nela Bolsonaro fez uma deferência clara aos oficiais que o apoiam. Enviou Mourão como representante do Brasil nos debates do Grupo de Lima, conglomerado de países que se opõe ao regime venezuelano de Nicolás Maduro. Depois, Mourão também foi escalado para uma atuação diplomática em dezembro: representar o Brasil na posse do presidente argentino, Alberto Fernández, desafeto declarado de Bolsonaro. Fora isso, o vice-presidente tem falado muito menos com a imprensa do que nos primeiros meses do mandato e é presença mais frequente em eventos das três forças, com pouco mais que declarações superficiais.
Itiruçu Notícias | Com informações do EL PAÍS


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

A MENSAGEM DO DIA



PUBLICIDADE



 Gilnar