Arrow

VERSÍCULOS BÍBLICOS

LEIA A BÍBLIA!

Bebê morre após 10 de espera por regulação do Estado

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 21 de setembro de 2019 - 0 Comentários



O bebê recém-nascido que enfrentava um problema grave no coração e precisava de uma transferência urgente para passar por uma cirurgia, não resistiu e faleceu no Hospital Municipal Esaú Matos, em Vitória da Conquista, na tarde desta sexta-feira (20).

O pedido do tratamento foi homologado na Central de Regulação de Leitos da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia,  mas a demora do governo em conseguir, a vaga para realização de uma cirurgia de emergência tirou a vida do bebê que nasceu no dia 7 de setembro, pesando 3 kg, e ficou internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Esaú Matos.

A família do bebê que  mora em Veredinha, distrito de Vitória da Conquista, contudo, praticamente se mudou para o hospital.
Com a esposa também internada, Fábio é que vinha acompanhado o recém-nascido vinha lutando para salvar a vida do filho.

O recém-nascido foi diagnosticado com cardiopatia congênita, um problema na estrutura do coração. Ele precisava ser transferido para Salvador, para passar pela cirurgia. A cardiopatia congênita é uma doença rara. Segundo a médica, a doença atinge um em cada três mil recém-nascidos.

O caso esta tendo recuperação nacional, já que muito direitos principalmente no que se tratar do Estatuto da Criança e adolescentes  foram desrespeitado, provocando a morte do bebê.

Em nota a Secretara Estadual da Saúde (Sesab) ao ser  solicitar a transferência respondia  a de forma padrão,  que a Central Estadual de Regulação  buscava um leito especializado para transferência do bebê. Segundo o comunicado, o nome do recém-nascido teria  entrado no sistema no dia 10 de setembro, mas o bebe não resistiu a esperava e morreu. 
Lamentável!


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE