Papa recusa beija-mão por questão de higiene, diz Vaticano - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Papa recusa beija-mão por questão de higiene, diz Vaticano

Por: Itiruçu Notícias - sábado, 6 de abril de 2019 - 0 Comentários


O papa Francisco, que na segunda-feira retirou a mão dos fiéis que estavam tentando beijar seu anel, fez isso por uma questão de higiene e para evitar a disseminação de germes entre os fieis, afirmou o Vaticano nesta quinta-feira (28).

O vídeo dos cumprimentos após uma celebração em Loreto, cidade a 280 km de Roma, ganhou as redes sociais após o evento. Ao receber os fiéis, Francisco retira a mão quando alguns tentam beijar o anel do pescador, símbolo do pontificado. Ele repete o gesto várias vezes, ficando aparentemente confortável só quando dois jovens não fazem a reverência.

"O papa me disse que a razão pela qual ele não permitiu que beijassem o anel em Loreto era a higiene, para evitar a disseminação de germes entre as pessoas que faziam fila", afirmou Alessandro Gisotti, diretor do gabinete de imprensa do Vaticano.
"Ele me disse que gosta de abraçar e ser abraçado e estar perto das pessoas, mas temia que todos ficassem doentes", explicou Gisotti aos repórteres.

​O papa argentino, de fato, gosta de contato direto com os fiéis. Ele aperta centenas de mãos a cada semana, deixa-se abraçar, tira selfies, aceita beber mate e geralmente conversa com as pessoas.
Segundo Gisotti, o problema era que havia muita gente na fila nesse evento. Ele acrescentou que o pontífice já deixou diversas vezes que fiéis beijassem sua mão e seu anel em eventos com menos público.

A disseminação do vídeo gerou muitas interpretações entre os católicos e abriu um novo capítulo da polêmica entre conservadores e progressistas que agita os bastidores do Vaticano. Alvo de ataques dentro e fora da igreja por sua agenda progressista, o papa é acusado de desvirtuar os dogmas da tradição católica, o desprezo com o ritual do anel seria um exemplo.

Francisco, como todos os outros papas, recebeu quando eleito o “anel do pescador” (referência a são Pedro, que era pescador e é o padroeiro da categoria), usado na mão direita e um dos símbolos da investidura do poder papal.

O “baciamano”, como se diz no Vaticano, é um antigo ritual de reverência do catolicismo, ao papa e em alguns casos a bispos e cardeais, que também usam o anel como símbolo espiritual.
Porém, segundo o jornal católico La Croix, o anel que ele usava na segunda-feira não era esse "anel do pescador", mas outro que ele recebeu durante sua ordenação episcopal em 1992, em Buenos Aires.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS