Já são oito mortos em desabamento no Rio de Janeiro - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Já são oito mortos em desabamento no Rio de Janeiro

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 13 de abril de 2019 - 0 Comentários


Os bombeiros encontraram na noite deste sábado, 13, o corpo de uma mulher nos escombros dos dois prédio que desabaram na Muzema, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Com isso, sobe para oito o número de mortos na tragédia. Pelo menos 16 pessoas seguem desaparecidas no local, de acordo com a corporação.

Outras 16 pessoas já foram retiradas dos escombros, seis delas já mortas. Das dez que foram resgatadas com vida, duas morreram em hospitais da cidade.

A última vítima identificada foi o adolescente Hilton Guilherme Sodré, de 12 anos. Ele chegou a ser resgatado com vida na noite desta sexta-feira, 12, dezesseis horas após a tragédia. O jovem foi atendido no Hospital Miguel Couto, na Gávea, mas não sobreviveu aos ferimentos.

Cerca de cem militares da corporação atuam nas buscas, com a ajuda de cães farejadores, drones e helicópteros. Ao todo, 16 vítimas foram retiradas do local do desabamento, os oito mortos e outros oito feridos.

As obras dos dois edifícios eram irregulares e estavam formalmente embargadas desde novembro, segundo a administração do prefeito Marcelo Crivella (PRB). No entanto, como a própria Prefeitura reconheceu em nota, Muzema é área “controlada por milícia”, os grupos paramilitares formados, em sua maioria, por ex-policiais militares que dirigem e exploram bairros inteiros da cidade.

Em virtude da atuação dos milicianos, que, de acordo com especialistas, não isenta a gestão municipal de nenhuma responsabilidade sobre o ocorrido, a fiscalização era dificultada e pessoas continuavam a viver no local. Moradores pagavam cerca de 100 reais por mês à milícia para viver no condomínio.

No local do desabamento, dois prédios correm risco e outros três foram interditados na comunidade. A informação foi confirmada pelo secretário municipal de Infraestrutura e Habitação, Sebastião Bruno. Pelo menos três imóveis serão demolidos e outros passarão por vistoria e podem ter o mesmo destino


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS