Itiruçu: Profª é vitima de assalto em ponto de ônibus na Vila Pimentel - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Itiruçu: Profª é vitima de assalto em ponto de ônibus na Vila Pimentel

Por: Ed Santos - terça-feira, 5 de fevereiro de 2019 - 0 Comentários


Por volta das 7:40 da manhã desta segunda feira (04/02/19) foi vitima de um assalto a mão armada a professora Niuslene Souza Caldas. Segundo contou seu pai José Acácio Caldas, ex-secretário de serviços gerais do município, popularmente conhecido como Negão Já, Niuslene estava em um ponto de ônibus na entrada para o povoado da Vila Pimentel, onde a vitima reside, margens da BA 250, perímetro do município de Itiruçu, a espera de um ônibus junto a outros passageiros. Assim que os demais passageiros viajaram e ela ficou só, momento em que um elemento em uma moto de dados ignorados se aproximou, levantou a camisa, mostrou uma arma de fogo exigindo que a mesma lhe passasse uma bolsa.

A professora temendo pela vida diante da ameaça do criminoso entregou-lhe a bolsa com seus pertences, contendo inclusive todos os seus documentos. Após a ação, o criminoso fugiu em direção ao Entroncamento de Jaguaquara. O fato foi comunicado a Polícia Militar que fez rondas, mas ainda não conseguiu capturar o meliante. Um boletim foi registrado na Delegacia de Polícia Civil que já investiga as pistas do criminoso.

O local é bastante movimentado, pois é ponto de caminhada, além de transito de muitos ciclistas, pedestres e trabalhadores rurais que tem plantações nas margens da rodovia. O bandido certamente observou um momento em que não havia pessoas transitando no local.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS