Professor confessa estupro em aluno de 9 anos porque 'estava triste' - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Professor confessa estupro em aluno de 9 anos porque 'estava triste'

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 6 de dezembro de 2018 - 0 Comentários

 O garoto foi internado e está recebendo auxílio de assistentes sociais.



Um professor de 28 anos foi preso em Belo Horizonte (MG) acusado de ter estuprado um aluno de nove anos dentro de uma escola municipal na região da Serra, na capital mineira. À Polícia Militar, o homem confessou ter abusado da criança e disse que cometeu o crime porque estava se sentindo triste com o fim de um relacionamento.

Segundo o boletim de ocorrência, o caso foi registrado na última sexta-feira (30) e o homem era procurado até ser localizado pela polícia nesta quarta (5), na Praça da Estação, no centro da cidade.

O crime, de acordo com o professor, ocorreu na Escola Municipal Vila Fazendinha, onde leciona Artes, após o fim da classe. Ele ficou sozinho com o garoto em uma sala de aula e perguntou ao menino se ele era homossexual. Na sequência, fez com que a criança segurasse seu pênis e lhe fizesse sexo oral. Depois do abuso, foi embora da escola e buscou refúgio na casa de um amigo.

Aos policiais, o homem também relatou ter usado drogas antes do crime. Ele foi levado para a Delegacia de Plantão Especializada em Atendimento a Mulher, Criança, Adolescente e Vítimas de Intolerâncias e depois conduzido a uma penitenciária, indiciado por estupro de vulnerável.
Com informações dos jornais O Tempo e Extra


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS