Primeira corrida em prevenção e combate à surdez - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Primeira corrida em prevenção e combate à surdez

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 11 de dezembro de 2018 - 0 Comentários

 O evento é beneficente e acontece no Eixo Sul, às 7h


Brasília vai receber neste domingo (16/12), a primeira edição da corrida beneficente Caminhos da Audição: Prevenção e Combate à Surdez. A corrida visa conscientizar a população sobre a importância dos cuidados com a saúde auditiva. Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que a deficiência auditiva atinge 9,7 milhões de brasileiros.

O evento, que já está em seu terceiro lote de ingressos, acontece no Eixo Sul, a partir das 7h. Todo o lucro será destinado às causas sociais. Será beneficiado o Instituto Social do Iborl, que trabalha no diagnóstico de perda auditiva e doação de aparelhos para a população carente do Distrito Federal, e para ações do Instituto de Extensão e Pesquisa do Iborl, a fim de ampliar a divulgação dos cuidados e o financiamento de pesquisas e projetos voltados à saúde auditiva da população.

Os participantes podem escolher entre três percursos de prova: caminhada de 2 km e corridas de 6 km e 12 km.

Os kits
Todos os participantes vão receber o kit da corrida, composto por: camiseta, viseira, sacochila, número de peito, chip de cronometragem e kit fruta, sendo este só no dia da prova. A entrega será realizada nos dias 14 e 15 de dezembro. Na sexta-feira, 14, os participantes podem retirar suas camisetas, viseiras e sacochilas, na matriz do Instituto, que fica no Edifício Dr Crispim, na Asa Norte, das 8h às 18h. Na véspera da corrida, 15, os kits podem ser pegos de 9h às 13h, no auditório da Biblioteca Nacional de Brasília - 1º andar.

E a premiação?
Os primeiros lugares feminino e masculino serão premiados. Todos receberão um par de aparelho auditivo, com valor estimado em R$ 10 mil para doação, além de troféu e medalha. A ação ocorrerá no final das provas para pacientes da Associação Brasileira de Surdos Oralizados (Abrasso).

Os vencedores vão receber ainda uma quantia em dinheiro. O ganhador da corrida de 12 km ganhará R$ 500; 6km R$ 300 e caminhada de 2km R$ 100.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores