Arrow

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

Dazo: Um exemplo de vida
Figura muito dócil e querida em toda Itiruçu, alegre e de temperamento fácil, cativante e prestativo; Estou falando de Gildásio Rodrigues de Souza, ou simplesmente DAZO, filho de D. Cecília, irmão de Lucy e Jaime Boró, e cunhado de Didi...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus. - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BÍBLICOS

LEIA A BÍBLIA!

Políticos de Itiruçu devem mais de 120 mil ao município diz TCM

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 15 de dezembro de 2018 - 0 Comentários


O TCM em seu parecer revelou que ao final do exercício de 2017, a Dívida Ativa do município elevou-se para o montante de R$3.484.131,60 ( três milhões, quatrocentos e oitenta e quatro mil cento e trinta e um reais e sessenta centavos ), composta das parcelas Tributária (R$2.593.835,66) e Não Tributária (R$890.295,94).
Ainda segundo informações do TCM apuradas pelo Itiruçu Notícias são R$ 32.000,00 (Trinta e dois mil), além de R$ 96.393,00 (noventa e seis mil trezentos e noventa e três reais) em multas a serem pagos para o munícipio.

O tribunal ainda cita que na Prestação de Contas do exercício financeiro de 2016, da responsabilidade do Gestor , o Sr. Wagner Pereira Novaes, foram objeto de Parecer Prévio no sentido da aprovação porém com ressalvas, com aplicação de pena pecuniária no valor de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) contido no processo nº 07445e17. E não há registro da efetivação dos recolhimentos devidos.
E advertiu  a administração municipal quanto à obrigatoriedade da inscrição e cobrança, já que a omissão pode caracterizar ato de improbidade administrativa, A permanência do quadro existente pode vir a comprometer o mérito de contas futuras.
Veja abaixo os ressarcimentos e multas a serem cobradas:

O tribunal também advertiu a prefeita  que é seu o dever de propor as respectivas ações judiciais de cobrança, sob pena de comprometimento do mérito de contas anuais, determinação de ressarcimento ao erário municipal dos prejuízos causados por tal omissão e formulação de representação ao douto Ministério Público Estadual.
O TCM  solicitou que a  Gestora adote as providências devidas, inclusive judiciais, no prazo máximo de 120 (cento e vinte) dias a contar deste pronunciamento,


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS