"Mourão vai ser presidente da República", disse general Paulo Assis - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Assaltantes levam moto na zona Rural de Itiruçu

Uma moto Honda Bros, cor vermelha e placa NZU-2191 de Itiruçu, foi tomada de assalto por dois elementos armados na região do Assentamento...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


"Mourão vai ser presidente da República", disse general Paulo Assis

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 19 de dezembro de 2018 - 0 Comentários


Responsável por levar o vice-presidente eleito Hamilton Mourão ao PRTB, o general Paulo Assis é apontado como um dos responsáveis por lançá-lo na chapa de Jair Bolsonaro (PSL) nas eleições deste ano. Ex-comandante de Mourão no Exército e amigo de longa data, Assis não confia que Bolsonaro concluirá o mandato ou será reeleito em 2022: “o Mourão vai ser presidente da República”.

“Tudo pode acontecer. Ele é o vice, é o único que foi eleito. Os ministros todos podem sair, ele não. Vai ficar até o último dia”, disse o militar da reserva em entrevista ao portal The Intercept.

Assis participa da equipe de transição do governo indicado pelo próprio Mourão e se diz um “conselheiro” do futuro vice-presidente.

Ao portal, o ex-comandante relata que o general foi sondado por Bolsonaro para ser seu vice há dois anos. O convite ficou em aberto, apesar do capitão da reserva ter flertado com outros nomes, como o da deputada estadual eleita Janaína Paschoal (PSL-SP), o astronauta e futuro ministro Marcos Pontes, e o herdeiro da família real brasileira Luiz Philippe de Orleans e Bragança.

Veio de Assis a ideia de se filiar ao PRTB; a princípio, o partido pensava em lançar Mourão como presidenciável, com o próprio presidente da sigla, Levy Fidélix, admitindo abrir mão da candidatura pelo general da reserva. Eles acreditavam que Bolsonaro não conseguiria apoio o suficiente ou teria a candidatura barrada. O militar recusou pelo compromisso que havia assumido previamente com o capitão da reserva.

O nome do general como vice vinha encontrando resistência dentro do PSL, relata Assis, e o próprio Bolsonaro precisou bater o pé para garantir que Mourão estivesse na chapa; o vice foi anunciado na convenção do partido, realizada às vésperas do fim do prazo para o registro eleitoral.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores