Homem de Jequié, foragido da Justiça é capturado no Ceará - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Homem de Jequié, foragido da Justiça é capturado no Ceará

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 20 de dezembro de 2018 - 0 Comentários





Uma ação realizada em conjunto pela Perícia Forense do Estado Ceará (Pefoce) e pela Polícia Civil do Estado Ceará (PCCE) resultou na prisão de um baiano foragido da Justiça que estava com mandado de prisão em aberto pelo homicídio de sua ex-companheira. A ação, efetuada pela Coordenadoria de Identificação Humana e Perícias Biométricas (CIHPB) da Pefoce e a Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da PCCE, ocorreu na última terça-feira (18) quando o homem tentava tirar uma carteira de identidade no Ceará.


O trabalho teve início após Ricardo Oliveira dos Santos (28), natural de Jequié, na Bahia, se dirigir à unidade do Vapt Vupt do bairro Antônio Bezerra, apenas com a certidão de nascimento para solicitar uma primeira via da carteira de identidade. Após entregar o documento e preencher os dados necessários para a solicitação da identidade, o prontuário de Ricardo foi encaminhado para ser analisado por um dos servidores da Pefoce. O profissional desconfiou da atitude do homem, que alegou não ter nenhum documento de identidade, a não ser a certidão de nascimento. Foi realizado um levantamento – junto aos órgãos de segurança do Estado da Bahia – e identificado que, além de já possuir um número de documento de identidade em seu estado de origem, contra ele pesava um mandado de prisão em aberto, expedido pela Vara do Júri e Execuções Penais da Comarca de Jequié/BA, desde fevereiro de 2017.

Quando retornou para buscar o documento emitido no Ceará, que acabou não sendo confeccionado, Ricardo foi preso por policiais civis da Draco, que já o aguardavam. Na delegacia, o homem afirmou que tentava tirar a identidade para se candidatar a uma vaga de emprego como pedreiro. Ricardo afirmou ainda que, após fugir da cidade onde cometeu o crime, passou por Paulo Afonso/BA, seguindo para o Estado de Sergipe e vindo para Fortaleza/CE, onde tentou estabelecer residência. Ele disse ainda que atualmente morava em uma casa de recuperação para dependentes químicos, no município de Eusébio, na Área Integrada de Segurança 13 (AIS 13).

Ricardo Oliveira dos Santos matou a ex-companheira, no dia 19 de novembro de 2015, conforme acusação no processo judicial pelo qual responde. O crime ocorreu no bairro Alto do Cemitério, em Jequié, na Bahia. Andreia Barbosa Santos (20) foi assassinada a facadas. O homem executou a mulher, logo após chegar de viagem, motivado por ciúmes. O filho do casal, um bebê de dois meses – à época do crime –, estava do lado da mãe quando ela foi assassinada. O homem foi preso em flagrante quando tentava fugir em um ônibus para Salvador-BA. Após alguns dias presos, ele recebeu a liberdade provisória e fugiu, vindo a ser capturado, mais de dois anos após o crime, em Fortaleza, no Ceará.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores