Casal condenado à prisão por deixarem filhas morrerem no carro - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Casal condenado à prisão por deixarem filhas morrerem no carro

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 27 de dezembro de 2018 - 0 Comentários


Uma mulher de apenas 19 anos e seu namorado, de 16, deixaram suas duas filhas pequenas trancadas em um carro quente enquanto participavam de uma festa, em Hill Country, Texas, Estados Unidos. Com apenas 1 e 2 anos, as crianças enfrentaram temperaturas acima de 32ºC e não resistiram. Amanda Hawkins foi condenada a 40 anos de prisão e Kevin Franke denunciado como adulto, por homicídio.

Brynn Hawkins, de apenas 1 ano, e Addyson Overgard, 2, ficaram dentro do veículo por aproximadamente 18 horas. Um convidado que estava na mesma festa que o casal alegou ter ouvido as crianças chorando. Segundo ele, Amanda afirmou que “estava tudo bem” e que as crianças “chorariam até adormecer”.

A culpa, entretanto, pode ser atribuída ao pai das crianças. Em determinado momento, Kevin saiu da festa e foi para o carro tirar um cochilo. Foi então que ele desligou o motor e fechou as janelas antes de sair, deixando as filhas presas no veículo.

Informações da polícia constam de que Amanda levou suas filhas pequenas ao hospital, no dia 7 de junho de 2017. A adolescente afirmou que as meninas passaram mal após cheirarem flores em um parque. As autoridades não acreditaram na versão de Amanda. Para a polícia, a mãe fez tudo de forma intencional.

“Ela sabia que as crianças estavam lá. Ela as deixou de propósito no carro”, afirmou o delegado Rusty Hierholzer. Por outro lado, as autoridades afirmaram que a moça fez buscas no Google procurando maneiras de reanimar suas filhas.

Amanda se declarou culpada em setembro do ano passado e recebeu uma sentença de 20 anos para cada acusação: uma por abandonar ou colocar uma criança em perigo iminente de morte, lesão corporal ou deficiência física ou mental, e outra por causar ferimentos em crianças, totalizando 40 anos de prisão.

Antes de ser condenada, Amanda declarou que iria “aceitar qualquer punição”, acrescentando: “Não há desculpas para o que fiz”. Ela também disse que “amava e se preocupava muito com as meninas”.
Imagem meramente ilustrativa. Pixabay


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores