Projeto Pai Presente, se expande pelas comarcas do vale do Jiquiriça - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Projeto Pai Presente, se expande pelas comarcas do vale do Jiquiriça

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 14 de novembro de 2018 - 0 Comentários

Projeto  Pai Presente, já esta sem sendo realizado em Itiruçu e região


Projeto  Pai Presente

O Projeto  Pai Presente,  estimula o reconhecimento de paternidade de forma gratuita e sem precisar ingressar com processo judicial. Destina-se aos pais que desejam realizar o reconhecimento espontâneo tardio, após o registro da criança apenas pela mãe, ou aos casos em que há dúvida quanto à paternidade, com a realização de exame de DNA, quando necessário.

Criado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e acolhido inicialmente pela Corregedoria de Justiça do TJBA em 2010, o projeto foi implementado pela Presidência do Tribunal e Justiça baiano em 2013, por meio da Resolução nº 8, de 17 de abril de 2013, período em que a Assessoria Especial da Presidência para Assuntos Institucionais (AEPII) passou a coordenar a ação.

Em 2017, em toda a Bahia, foram realizados 1.415 exames de DNA nos processos de investigação de paternidade com assistência judiciária gratuita. Em Salvador, foram atendidas 428 solicitações e realizados 235 exames de DNA, com 114 reconhecimentos de paternidade.

A partir do apoio e ação das Unidades Judiciais do Interior será possível sanear os processos de investigação de paternidade passíveis de realização de exame de DNA para o seu andamento regular e realizar mutirões do pai presente nas com auxílio dos magistrados locais.
Mais informações  0800 284 2252 | (71) 3372-5167 ou e-mail paipresente@tjba.jus.br


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS