O vereador Ezequiel Borges publica nota pública de repúdio - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


O vereador Ezequiel Borges publica nota pública de repúdio

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 9 de novembro de 2018 - 0 Comentários

O presidente dos legislativo Itiruçuense defende legislativo de vídeos  com montagens de fotos que viralizou  nas redes sociais


 Ezequiel Borges

O Vereador  atual presidente do Legislativo Itiruçuense  o sr Ezequiel do Nascimento  Borges, diante os diversos acontecimentos envolvendo o legislativo Itiruçuense. Na nota o vereador repudia veementemente e abomina a exposição de autoridades legislativas que segundo o vereador é um ato de difamação ao divulgarem vídeos  com montagens de fotos que viralizou  através das redes sociais, imputando-lhes falsamente os fatos.

Veja Nota da integra:


"O Presidente da Câmara de Vereadores de Itiruçu vem a público manifestar sua indignação com os lamentáveis fatos envolvendo nossas autoridades legislativas.
É revoltante e abjeta a manifestação cruel e desrespeitosa que alguns, o qual denomina de ‘criminosos’ vem, de maneira bizarra, truculenta e desprezível agindo, com montagens de fotos e agora este desrespeitoso vídeo veiculado através das redes sociais nesta quinta-feira dia 08/11.
Com a outorga do poder a mim atribuído pela lei, REPUDIO veementemente e ABOMINO
atos desta natureza.
 
Toda essa violência pessoal é covarde e intolerante, uma hostilidade. Não deve-se abster que trata-se de autoridades constituídas legalmente e por lei, representantes do povo e merecem RESPEITO.
Ademais, cumpre-nos registrar que a divulgação destes vídeos caracteriza a pratica de ilícito penal e que podem ser denunciados, sendo-lhe imputada ao(s) autores dos fatos, os crimes de Calúnia (art. 138) e Difamação (art. 139), ambos do Código Penal Brasileiro.
Assim, o supracitado diploma descreve que aquele que tiver sua honra objetiva (reputação) lesada por outrem, responderá pelo crime de calúnia:
Art. 138 - Caluniar alguém, imputando-lhe falsamente fato definido como crime:
 
Pena - detenção, de seis meses a dois anos, e multa.
§ 1º - Na mesma pena incorre quem, sabendo falsa a imputação, a propala ou divulga.
Neste sentido, vislumbra-se que o dispositivo tutela a qualidade física, intelectual e moral do indivíduo, ou seja, aquilo que as pessoas pensam a respeito dele.
Outrossim, insta salientar a Difamação, que tem como objeto jurídico a proteção da honra objetiva do sujeito, ou seja, a sua boa fama no meio social. Notemos.
Art. 139 - Difamar alguém, imputando-lhe fato ofensivo à sua reputação:
Pena - detenção, de três meses a um ano, e multa.
Neste ínterim, como Presidente desta Casa de Leis, não poderia me omitir diante de tal situação, pois o ato de desrespeito a um vereador, torna-se atentatório a todo Poder Legislativo Municipal.

Sendo assim, apresentarei na próxima sessão ordinária da nossa Casa de Leis uma MOÇÃO DE REPÚDIO, que será encaminhada aos órgãos competentes à nossa segurança, ao Ministério Público, Delegacia e demais poderes constituídos.
Como cidadão e homem público, somo forças aos meus colegas legisladores, reafirmando vossas condutas ilibadas. Faço parte do legislativo de Itiruçu e não admito que referências tais sejam feitas, pois vão na contramão do atual contexto, luta árdua e diária que nos dispomos em favor da nossa terra. Nosso nome é Itiruçu, e todos merecemos
RESPEITO
.
 
Gabinete da Presidência da Câmara de Itiruçu em 09 de Novembro de 2018.
Ezequiel do Nascimento Borges Presidente"


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores