Bolsonaro volta atrás e vai manter o ministério do Trabalho - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Bolsonaro volta atrás e vai manter o ministério do Trabalho

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 13 de novembro de 2018 - 0 Comentários

Bolsonaro tinha declarado que a pasta deixaria de existir, e que  seria “incorporada a algum ministério


Jair Bolsonaro

Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira, 13, que vai manter o status de ministério do Trabalho. O presidente eleito afirmou que a área não se tornará uma secretaria, mas que deve passar a integrar outra pasta. ”O Trabalho vai continuar com status de ministério. Não vai ser secretaria, não. Vai ser ministério disso, disso, disso e Trabalho. É igual o Ministério da Indústria e Comércio, é tudo junto”, declarou.

No final da semana passada, o presidente declarou que a pasta deixaria de existir, destacando que o Trabalho seria “incorporado a algum ministério”.

O Ministério do Trabalho emitiu um comunicado contrário à decisão.  “O futuro do trabalho e suas múltiplas e complexas relações precisam de um ambiente institucional adequado para a sua compatibilização produtiva, e o Ministério do Trabalho, que recebeu profundas melhorias nos últimos meses, é seguramente capaz de coordenar as forças produtivas no melhor caminho a ser trilhado pela Nação Brasileira, na efetivação do comando constitucional de buscar o pleno emprego e a melhoria da qualidade de vida dos brasileiros”, afirmou o órgão.

Na sexta-feira, 9, líderes do Ministério do Trabalho e outras quatro instituições trabalhistas divulgaram uma nota pública classificando que ‘a proposta de fusão da pasta com o Ministério da Indústria e Comércio sinaliza negativamente para um retorno do Brasil à década de 1920’. 
(Fátima Meira/Futura Press)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS