Arrow

HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

Dazo: Um exemplo de vida
Figura muito dócil e querida em toda Itiruçu, alegre e de temperamento fácil, cativante e prestativo; Estou falando de Gildásio Rodrigues de Souza, ou simplesmente DAZO, filho de D. Cecília, irmão de Lucy e Jaime Boró, e cunhado de Didi...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Fé realiza os desejos de nossos corações


A Fé é acreditar que uma coisa é verdade e agir de acordo com essa crença. Todo mundo tem fé em alguma coisa. A Bíblia diz que devemos ter fé em Deus e no Seu poder para mudar nossa vida. Somos salvos pela fé em Jesus. - Hebreus 11:6.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BÍBLICOS

LEIA A BÍBLIA!

Bahia participa do World Cocoa Foundation - WCF

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 24 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Bahia participa de evento internacional que debate desenvolvimento do cacau no Brasil e no mundo




Representantes do Governo da Bahia participaram da reunião anual da World Cocoa Foundation - WCF (Fundação Mundial do Cacau), em São Paulo, que definiu ações voltadas às parcerias público-privadas do setor cacaueiro internacional tendo por objetivo a sustentabilidade da cacauicultura em todo o mundo. O encontro, que começou nesta quarta-feira (24), segue até domingo (28), com debates, plenárias e viagem de campo.

O gestor da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), Jeandro Ribeiro, participou do evento e apresentou as iniciativas do governo estadual para fomentar a verticalização da cadeia produtiva do cacau. Ele destacou que a Bahia é o maior produtor de amêndoa do Brasil: “tem mais 68 mil propriedades de cacau numa área de quase 440 mil hectares, com 50 mil produtores envolvidos. Essa é uma agenda que nos coloca em destaque, a Bahia jamais poderia ficar de fora dessa reunião e deixar de ajudar no financiamento deste evento”.

Durante a explanação sobre o cacau da Bahia, Ribeiro apresentou um plano de expansão de 240 mil toneladas de cacau no final de cinco anos e também participou de reuniões com indústrias e com outros parceiros na busca da captação de recurso para ampliar o investimento na cadeia produtiva do cacau.

A especialista sênior em Desenvolvimento Rural do Banco Mundial, Fátima Amazonas, pontuou durante a reunião que “é de fundamental importância ter a Bahia inserida no WCF  para conseguir firmar as parcerias não somente do setor público com diversos  agentes, agências e instituições, mas,  também, com o setor privado.  Como resultado deste evento, eu penso que é possível o desenvolvimento  de uma ação mais ampla.  O Banco Mundial  é financiador do projeto Bahia Produtiva, muito mais como um parceiro na transferência de informações, assistência técnica  e suporte, para que o projeto possa  apoiar de uma forma mais estruturadora  através das alianças produtivas  com a cadeia do cacau”.

Um dos pontos de debate na reunião foi a retomada do crescimento da cacauicultura. Entre as iniciativas apontadas está a promoção do adensamento (replantio) de áreas na Bahia, em conjunto com projeto de manejo da cabruca (técnica que corta apenas algumas árvores exóticas para reduzir o excesso de sombreamento).


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS