Quem são os políticos da Lava Jato que perderam as eleições - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Quem são os políticos da Lava Jato que perderam as eleições

Por: Redação Itiruçu Notícias - terça-feira, 9 de outubro de 2018 - 0 Comentários

As ações penais costumam andar em ritmo mais lento no STF que na 1ª Instância



Logo depois da divulgação dos primeiros resultados das eleições de 2018, o procurador da República Deltan Dallagnol usou sua conta no Twitter para comemorar a derrota nas urnas de políticos investigados pela Lava Jato.
"Pelo menos uma dezena de envolvidos graúdos perderam o foro privilegiado", escreveu ele, que coordena a força-tarefa da operação. Na verdade, o número é pelo menos três vezes maior: a BBC News Brasil encontrou 32 políticos investigados na Lava Jato que foram derrotados nas urnas este ano e poderão ficar sem foro.
A lista inclui alguns dos políticos mais tradicionais e poderosos do país, como o atual presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE); e os senadores Romero Jucá (MDB-RR) e Edison Lobão (MDB-MA). Os três tentaram mais um mandato de oito anos no Senado por seus Estados, mas acabaram derrotados.
Na esquerda, foram derrotados Dilma Rousseff (PT-MG), Lindbergh Farias (PT-RJ) e Jorge Viana (PT-AC), que também buscavam vagas no Senado.
Moro já expediu 45 sentenças em processos de sua competência, segundo levantamento preparado por sua assessoria. Os casos mais emblemáticos de políticos hoje cumprindo pena após condenações de Moro são os do ex-presidente Lula (PT) e o do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB).
Conheça a lista de políticos investigados derrotados nas urnas

Alfredo Nascimento (PR-AM)
Aníbal Gomes (MDB-CE)
Benedito de Lira (PP-AL)
Beto Richa (PSDB-PR)
Cássio Cunha Lima (PSDB-PB)
Delcídio do Amaral (PTC-MS)
Dilma Rousseff (PT-MG)
Edisson Lobão (MDB-MA)
Eunício Oliveira (MDB-CE)
Fernando Pimentel (PT-MG)
Garibaldi Filho (MDB-RN)
Geraldo Alckmin (PSDB-SP)
Heráclito Fortes (DEM-PI)
Jorge Viana (PT-AC)
José Agripino Maia (DEM-RN)
José Carlos Aleluia (DEM-BA)
José Mentor (PT-SP)
José Otávio Germano (PP-RS)
Lindbergh Farias (PT-RJ)
Lúcio Vieira Lima (MDB-BA)
Luiz Sérgio (PT-RJ)
Marco Maia (PT-RS)
Marconi Perillo (PSDB-GO)
Milton Monti (PR-SP)
Missionário José Olímpio (DEM-SP)
Raimundo Colombo (PSD-SC)
Robinson Faria (PSD-RN)
Romero Jucá (MDB-RR)
Sandes Junior (PP-GO)
Valdir Raupp (MDB-RO)
Yeda Crusius (PSDB-RS)


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores