Professor Amapaense fatura meio milhão de reais - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Professor Amapaense fatura meio milhão de reais

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 15 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Fellipe de Oliveira não abandonou a docência mesmo quando foi empreender



Barulho nos corredores, lousa e giz na mão essa é a rotina de Fellipe desde que tinha 17 anos de idade. O amapaense descobriu a paixão em ensinar quando ainda era menor de idade. Como tinha facilidade com a língua inglesa começou ensinando os amigos e conhecidos, e a vida tomou o seu rumo natural. Ele começou a lecionar em uma escola de idiomas. Na época, o professor já se incomodava um pouco com os métodos de ensino que envolvia de 3 a 4 anos de permanência desse aluno(a) na instituição e pensavam em como encurtar esse período.
Dos 17 aos 22 anos, Fellipe resolveu ir além da sala de aula e compreender o funcionamento da escola como um todo. Desde a parte gerencial, a administrativa, passando pela formação pedagógica daqueles que lecionavam com ele, e etc. E percebeu que não era só em educar que era um bom executor. Notou que ao compreender melhor o sistema da escola conseguiu reter mais alunos, melhorar a própria didática e pensar em várias estratégias de negócios que faria diferente se fosse dono daquele espaço.

Do conhecimento da operação das escolas, vontade de ter o próprio negócio relacionado ao ensino, e um bom mapeamento do Amapá, Fellipe decidiu que iria começar a se esforçar para poupar para a realização do seu sonho de ter a própria escola. " Foi muito difícil economizar o pouco que eu ganhava porque eu ainda ajudava em casa. Não foi nada fácil. Deixava de me divertir, viajar, e etc. Mas, algo dentro de mim falava que eu seria capaz de ter a minha escola e formar professores. E continuar ajudando milhares de jovens e adultos a terem conhecimento. O conhecimento sempre foi o que me moveu e a vontade de oferecer mais para cada estudante", relembra Oliveira.
Em 2015, Fellipe já estava com 29 anos, e resolveu investir na sua própria escola! A franquia escolhida foi a Minds English School justamente pelo seu método de 18 meses, período que o o professor acredita ser suficiente para o estudante aprender inglês de verdade, pela tecnologia avançada e preço justo. " Quando percebi que tinha o capital necessário para investir na minha escola comecei a pesquisar todas as franquias educacionais disponíveis. A Minds com certeza foi a que chamou mais a minha atenção porque o ticket médio tem um valor acessível e além disso, a franqueadora apoia muito quem está começando. Assim, optei pela rede que olharia por mim, pelos alunos, e pela comunidade do Macapá" explica Fellipe de Oliveira.

O professor frisa a ajuda dada a comunidade porque a Minds English School tem vários projetos sociais no Norte do país. Que vão desde de doação de bolsas de estudo a cursos de recapacitação profissionais. Tudo gratuito. E isso foi uma ações da rede que chamou a atenção do franqueado..
No começo desse mês, após três anos no Macapá, o professor e empreendedor Fellipe de Oliveira comemora a nova sede da Minds. Ele conseguiu adquirir um prédio próprio para instalar a unidade. Fica na Zona Sul da cidade e por coincidência a inauguração do espaço acontece no mesmo mês que se comemora o Dia dos professores.

" Acredito que comemorar o dia dos professores em um novo espaço com uma equipe realmente boa de docentes e continuar lecionando era realmente o meu grande sonho. Ser professor, na minha opinião, é mais do que uma profissão. É um ofício. E é por isso que mesmo como franqueado e dono da minha unidade jamais deixei de lecionar. Eu amo a educação e acredito nela" , finaliza Fellipe.
A escola do Macapá faturou meio milhão de reais ano passado e a previsão para 2018 é de 700 Mil. Emprega mais de 15 pessoas e assim como Fellipe vários alunos já se toraram professores.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação