Poções: grupo é detido tentando sacar cheque falso - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Poções: grupo é detido tentando sacar cheque falso

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 18 de outubro de 2018 - 0 Comentários

homens ofereceram suborno de R$ 1 milhão a gerente






Um grupo foi detido na tarde dessa quarta-feira, 17, na cidade de Poções, tentando sacar um cheque na agência do Banco do Brasil, na quantia de R$ 68 milhões. De acordo com uma nota divulgada pela 10ª Coorpin, o cheque de um órgão federal, nominal à Luiz Paulo Nascimento, era falsificado. Uma lista com nomes de empresas também foi apreendida com o suspeito. Segundo a delegada responsável pelo caso, dois suspeitos (André Veloso e Vandeli Souza dos Santos, foram presos pela PM dentro da agência e os demais no entorno do banco. Ao GIRO, a delegada Alessandra Márcia informou os dois ofereceram uma propina de R$ 1 milhão para que a transação bancária fosse efetuada. Ainda conforme a nota, onze pessoas foram conduzidas até a delegacia pela PM, parte delas foi ouvida e liberada. Entre os conduzidos, quatro são de Ipiaú e um de Itagibá. O demais de Jequié e Poções.
Na manhã dessa quinta-feira, apenas o empresário Antônio Marcos Costa, conhecido como Boy, ainda permanecia na delegacia. O GIRO foi informado por um dos homens detidos (já liberado), que Boy estava na cidade de Poções, acompanhado dos demais moradores de Ipiaú, para receber uma dívida do homem conhecido como Milton Mendes. "Na verdade Boy foi uma vítima e não sabia nada a respeito desse cheque. Ele estava lá apenas pra receber o dinheiro que Milton devia a ele. O próprio Milton já assumiu a culpa, na delegacia", informou. Ainda conforme o ipiauense, fotos deles na chegada ao Complexo Policial, e compartilhada nas redes sociais foram precipitadas. A delegada informou que seis dos suspeitos vão responder pelos crimes de corrupção ativa e tentativa de estelionato.

Fonte: Giro em Ipiaú


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores