New York Times chama possível eleição de Bolsonaro de ‘triste escolha’ - Itiruçu Notícias
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

O Brasil não terá mais cubanos no Programa mais Médicos

Depois de “ameaçadoras e depreciativas” de Bolsonaro Cuba chama de volta os médicos O Ministério da Saúde Pública de Cuba anunciou na...


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNISTAS




MAIS LIDAS DO MÊS


New York Times chama possível eleição de Bolsonaro de ‘triste escolha’

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 24 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Bolsonaro é  descrito como o Donald Trump brasileiro por jornal norte americano.



O jornal americano The New York Times publicou um editorial nesta segunda-feira (22) em que chama de "triste escolha" do Brasil a possível eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente da República. 
O texto chamado "Brazil's sad choice" [Triste escolha do Brasil, em tradução livre] lembra que ele é frequentemente descrito como o Donald Trump brasileiro.
"É um dia triste para a democracia quando a desordem e a decepção levam eleitores à distração e abrem a porta para populistas ofensivos, rudes e agressivos", diz o texto escrito pelo conselho editorial da publicação.
O jornal afirma que o candidato é um brasileiro de extrema-direita com "posicionamentos repulsivos" e lembra episódios de homofobia, machismo e racismo. Um exemplo é de quando o deputado disse que se tivesse um filho homossexual, preferia vê-lo morto. Outro foi a frase de que negros são gordos e preguiçosos.
Também foi destacada a fala de que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) era "muito feita para ser estuprada". O parlamentar é réu no STF (Supremo Tribunal Federal) por incitação ao estupro devido a esse episódio.
O jornal também critica os posicionamentos do presidenciável quanto ao meio ambiente, por minimizar os impactos do aquecimento global e afirma que a Amazônia está em risco, caso ele seja eleito. O texto também vê com preocupação a "nostalgia aos generais e torturadores" do Brasil, em referência à ditadura militar.
De acordo com editorial, por trás da ascensão de Bolsonaro estão eleitores "desesperados por mudança" após os escândalos de corrupção no País, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o impeachment de Dilma Rousseff, além da recessão econômica.
Neste cenário, o parlamentar com uma "carreira obscura" no Congresso Nacional se coloca como a promessa de passar o País a limpo, com um misto de conservadorismo de costumes e liberalismo econômico, "ainda que ele tenha um entendimento superficial de economia".


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif

Campanha de Doação