New York Times chama possível eleição de Bolsonaro de ‘triste escolha’ - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Plantão Escolar de matriculas vão até dia 08/02

A secretaria de Educação  do município de Itiruçu está realizado o esquema de plantão escolar matriculas em toda rede municipal de ens...


EDITORIAL

Refletindo: Histórias da politica de Itiruçu: O Otimista

Essa quem contava era o saudoso amigo Aguinaldo Pires (Gal Pires), ex- vereador e ex-presidente da câmara de Itiruçu, grande contador de causo, que morreu há três anos em um trágico acidente na BR-116 nas imediações de Itatim – BA.
1962, ano de eleição, em Itiruçu a disputa foi entre Valdeck Almeida (UDN), candidato do ex- prefeito Zé Bonfim e Josias Duarte (PSD), apoiado por Vivaldo Bastos e pelo ex-prefeito Geir Magalhães, tinha o povoado do Upabuçu como seu reduto eleitoral. Em um comício em Upabuçu, Josias percebeu certo desânimo no eleitorado, a incerteza da vitória era flagrante.
CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


New York Times chama possível eleição de Bolsonaro de ‘triste escolha’

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 24 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Bolsonaro é  descrito como o Donald Trump brasileiro por jornal norte americano.



O jornal americano The New York Times publicou um editorial nesta segunda-feira (22) em que chama de "triste escolha" do Brasil a possível eleição de Jair Bolsonaro (PSL) como presidente da República. 
O texto chamado "Brazil's sad choice" [Triste escolha do Brasil, em tradução livre] lembra que ele é frequentemente descrito como o Donald Trump brasileiro.
"É um dia triste para a democracia quando a desordem e a decepção levam eleitores à distração e abrem a porta para populistas ofensivos, rudes e agressivos", diz o texto escrito pelo conselho editorial da publicação.
O jornal afirma que o candidato é um brasileiro de extrema-direita com "posicionamentos repulsivos" e lembra episódios de homofobia, machismo e racismo. Um exemplo é de quando o deputado disse que se tivesse um filho homossexual, preferia vê-lo morto. Outro foi a frase de que negros são gordos e preguiçosos.
Também foi destacada a fala de que a deputada Maria do Rosário (PT-RS) era "muito feita para ser estuprada". O parlamentar é réu no STF (Supremo Tribunal Federal) por incitação ao estupro devido a esse episódio.
O jornal também critica os posicionamentos do presidenciável quanto ao meio ambiente, por minimizar os impactos do aquecimento global e afirma que a Amazônia está em risco, caso ele seja eleito. O texto também vê com preocupação a "nostalgia aos generais e torturadores" do Brasil, em referência à ditadura militar.
De acordo com editorial, por trás da ascensão de Bolsonaro estão eleitores "desesperados por mudança" após os escândalos de corrupção no País, a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o impeachment de Dilma Rousseff, além da recessão econômica.
Neste cenário, o parlamentar com uma "carreira obscura" no Congresso Nacional se coloca como a promessa de passar o País a limpo, com um misto de conservadorismo de costumes e liberalismo econômico, "ainda que ele tenha um entendimento superficial de economia".


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores