Mestre Moa do Katendê é homenageado na Câmara Municipal - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Mestre Moa do Katendê é homenageado na Câmara Municipal

Por: Redação Itiruçu Notícias - quarta-feira, 31 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Moção de Pesar aprovada na Casa é de autoria do vereador Sílvio Humberto


vereador Sílvio Humberto

A Câmara Municipal de Salvador aprovou, durante a sessão ordinária desta segunda-feira (29/10), a Moção de Pesar, apresentada pelo vereador Sílvio Humberto (PSB), lamentando a morte trágica do mestre de Capoeira Romualdo Rosário da Costa, o “Mestre Moa do Katendê”. O compositor, dançarino, músico e educador foi assassinado na madrugada do último dia 08 de outubro, em um bar na comunidade do Dique Pequeno (Avenida Vasco da Gama), localidade onde residia.

Mestre Moa do Katendê
O autor do crime está detido e já foi denunciado pelo Ministério Público Estadual, pelo assassinato do mestre de Capoeira, com os agravantes de não possibilitar defesa para a vítima e por motivação fútil. De acordo com a investigação, a discussão e o crime foram originadas por uma discussão sobre política. A manifestação do voto foi o motivo para o assassinato de Moa do Katendê.

O autor da moção lamentou a perda da grande liderança que foi o mestre de Capoeira e alertou para a gravidade do motivo que levou o ativista à morte. “A dor e a perda são imensas. O Brasil está perdendo. A ignorância nos privou de um grande homem. Compositor, dançarino, ogã-percussionista, artesão e educador. Nos privou da convivência com o fundador do Afoxé Badauê, cantado pelo grande Gilberto Gil”, lastimou Sílvio Humberto. Para o vereador, o assassinato do Mestre Moa, por causa de uma discussão sobre escolhas políticas, tem muito a nos dizer.

A Moção de Pesar, referendada por todos os vereadores da Casa Legislativa, além de ficar registrada nos arquivos da Câmara, também será encaminhada para a família do homenageado.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores