Mestre de capoeira é morto por suposto eleitor de Bolsonaro - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Mestre de capoeira é morto por suposto eleitor de Bolsonaro

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 8 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Após discussão sobre política a vitima teria sido esfaqueado por  suposto eleitor do capitão da reserva do exercito.



O mestre de capoeira e militante da cultura negra, Romualdo Rosário da Costa, de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, morreu após ser esfaqueado em um bar, na região do Dique do Tororó, em Salvador. Segundo o site bocão news o crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (8). Segundo dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), o crime foi registrado por volta das 0h41, na Avenida Vasco da Gama.
Ainda segundo o site Nas redes sociais, amigos e alunos do mestre prestaram homenagem e afirmam que a morte foi causada por uma discussão política. "Com muito pesar informo que assassinaram o Mestre Moa Do Katende ontem a noite no Dique, no bar do João, Salvador, por causa de política, um eleitor do fascista "coiso" esfaqueou ele", diz uma publicação em que acusa um eleitor de Bolsonaro de cometer o crime.
"Mestre Moa aguerrido defensor da cultura e do povo negro, sempre a frente pela qualidade de vida da população mais pobre e desfavorecida fará muita falta", completa a postagem, que recebeu diversos comentários de pesar. "Axé meu guerreiro Moa...gratidão por sua sabedoria", comentou um internauta. "Meu deus! Que tristeza. Salve o Mestre. Que seja um caminho de luz!!!", escreveu outra.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS