Empresária de 51 anos, implorou para própria filha não matá-la - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Itiruçu: Casa da Cultura treme enquanto se realizava reunião

Reunião é transferida ao perceber que Casa da Cultura em Itiruçu começou a tremer.  Na manhã desta sexta-feira(22) por volta das 9h...


Espaço publicitário


EDITORIAL

Refletindo: A verdadeira política do verdadeiro cristão

O Evangelho é o caminho da verdade e da vida eterna, a política é o caminho do cidadão onde interfere diretamente na sua vida terrena (ALIMENTAÇÃO, MORADIA, SAUDE, EDUCAÇÃO, ESPORTE LAZER ETC.)

O Evangelho busca a paz espiritual, quanto à política favorece ou dificulta à vida da comunidade, porém um povo evangelizado com certeza a política só faz favorecer, pois a comunidade sabe o que é o melhor para ela.
A política não se reúne em atividades partidárias, eleições, lideres etc. e sim em um conjunto de atividades que o cidadão deve sentir com o seu dever e direito de estar presente, compromisso da realidade social, não pregando discórdia e sim a união porque o cristianismo deve evangelizar na totalidade da existência humana, inclusive na dimensão da política.

CONTINUE LENDO


COLUNA Êta lê lê



Êta lê lê Segunda-feira gorda do foguetório

Ao ter suas contas aprovadas por 7 a 2 na última sessão da Câmara de Vereadores da Boa Terra, o ex-prefeito Wagner Novaes era só alegria. Como os estampidos das bombas eram ouvidos nos quatro cantos da cidade, muitos ficaram imaginando o que teria acontecido:

"Quem chegou ou está indo para Bom Jesus da Lapa?";
"Hoje é festa de que Santo?";
"Aniversário de quem?";
"Quem tá jogando hoje?"

O que muitos não sabiam, era que a festa tinha um nome, Wagner Novaes. Este celebrava a vitória em casa, já que um pouco distante, 7 edis lhe dariam a honra de aprovar as suas contas públicas.

CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Empresária de 51 anos, implorou para própria filha não matá-la

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 12 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Filha e namorado teriam usando formol, fitas e sacos plásticos cometer o assassinato



A última conversa entre Dircelene Botelho, 51, e sua filha, Paloma Botelho de Vasconcelos, 21, que confessou o assassinato da mãe.
_Não me mate, filha! Sou sua mãe. E te amo!
_Eu não tenho mãe.
O crime foi cometido com ajuda do namorado de Paloma, Gabriel Neves, 26. O assassinato chocou a cidade de Petrópolis, na região serrana do Rio de Janeiro.
A morte aconteceu no quarto da vítima. “Se mãe e filha têm uma briga e, numa discussão acalorada, uma empurra a outra e alguém bate com a cabeça numa mesa, por exemplo, e morre, é uma coisa, uma fatalidade. Mas, quando uma pessoa planeja com requintes de detalhes a morte da própria mãe e ainda faz simulações para esconder o crime, abrindo o portão de casa às escondidas para que o cúmplice, o namorado, entre agachado, é assassinato. Ainda não estou com a razão plena. Estou meio abobalhado. Sem querer acreditar no que aconteceu. Ela me pediu para comprar formol dizendo que seria para fortalecer suas unhas. Até que ponto ela poderia ir?”, disse o viúvo de Dircelene, Manuel da Silva ao jornal “Extra”.
O delegado responsável pelo caso, André Prates Fraga, da 105ª DP (Petrópolis) disse que a perícia constatou que Dircelene morreu por asfixia mecânica por sufocação. Conforme informações da Polícia Civil, Paloma Vasconcelos disse em depoimento que começou a planejar a morte da mãe após ser obrigada a abortar um bebê em 2017.
Segundo ela, sua mãe a convenceu a abortar e pagou pelo procedimento em uma clínica na cidade de Cabo Frio, no litoral fluminense. Paloma chegou a pesquisar maneiras de matar a mãe na internet e, em uma das tentativas que não se concretizou, colocou herbicida no vinho da mãe.
A morte de Dircelene passou a ser investigada pela polícia após o padrasto de Paloma entregar imagens de uma câmera instalada de frente para o armário no quarto do casal. O padrasto e DIrcelene haviam instalado a câmera porque suspeitavam que Paloma estava furtando dinheiro que a comerciante guardava em casa.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.