Descaso da Embasa deixa bairros sem água por mais de 22 dias - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Descaso da Embasa deixa bairros sem água por mais de 22 dias

Por: Redação Itiruçu Notícias - segunda-feira, 8 de outubro de 2018 - 0 Comentários

Em Itiruçu empresa não dá nenhuma justificativa oficial sobre a desigualdade de abastecimento de agua. 




Moradores dos Bairros  Landualdo Ferreira Leite (Andarai) e Graciliano Fraga  reclamam do abastecimento irregular pela Empresa Baiana de Água e Saneamento (Embasa), que a cerca de três semanas não libera água para estas localidades.
“Tive de compra carro pipa porque a embasa de Itiruçu só fala que vai liberar amanhã e este amanhã já tá perto de 30 dias” revela uma moradora.
Além disso os moradores da cidade de Itiruçu são obrigados a compra agua mineral pois a rara agua fornecida pela Embasa não tem um paladar aceitável para o ser humano já que é salobra.
A falta de gerenciamento, manutenção da tubulações deixa este dois bairros sem agua por varias semanas. Mas o que não falta, é o recibo de pagamento que chega todos o meses nas casas dos consumidores.
O pior é que as reclamações contra a Embasa, não passam além de denuncias em blogs e na rádio da cidade, porque em Itiruçu não existem um órgão que proteja os consumidores,  que possa punir a empresa  que não trata  seus clientes, com prioridade. Moradores do bairro já articular nova manifestação e outra representação contra a empresa.
Uma outra representação foi protocolada em maio de 2016  junto ao Ministério Público, contra a Empresa Baiana de Abastecimento e Recurso Hídricos (EMBASA). A Representação foi recebida pelo Promotor Saulo Resende Moreira titular da Comarca de Itiruçu. juntamente com uma abaixo-assinado com cerca de 200 assinaturas,
Desta vez a nova representação deverá ter ser baseada na decisão, a juíza Ana Cláudia Silva Mesquita determinou ainda que, em caso de falta de água por período superior a 24h, a Embasa promova o abastecimento através de carros-pipa para as localidades atingidas e informe, através de rádio, televisão, sites, blogs  e jornal, aos consumidores sobre a data em que se dará a suspensão ou interrupção do fornecimento da água, indicando ainda quanto tempo será necessário para o reparo técnico.  E que a empresa cobre nas contas de água apenas pelo valor consumido e, no caso daqueles que pagam a tarifa mínima, que a cobrança seja feita pelos dias em que a água foi fornecida.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS