O maníaco do Parque condenado a 280 anos de prisão pode ser solto - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Assaltantes levam moto na zona Rural de Itiruçu

Uma moto Honda Bros, cor vermelha e placa NZU-2191 de Itiruçu, foi tomada de assalto por dois elementos armados na região do Assentamento...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


O maníaco do Parque condenado a 280 anos de prisão pode ser solto

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 26 de agosto de 2018 - 0 Comentários

O homem  obrigava as vitimas se despir e acabavam sendo esganadas e violentadas




O homem conhecido como Maníaco do Parque está preso há 20 anos em São Paulo e deve ser volto em agosto de 2028. Ele foi condenado a mais de 280 anos de prisão por matar sete mulheres e estuprar e roubas outras nove.
No entanto, segundo destaca o jornal Extra, Francisco de Assis Pereira poderá de ser solto daqui a dez anos porque, pela lei brasileira, ninguém pode ficar mais de 30 anos na cadeia.
Francisco era motoboy e está detido desde 4 de agosto de 1998. Ele foi condenado por atacar 16 vítimas no Parque do Estado, Zona Sul da capital paulista.
“São passados 20 anos. Se tudo correr dentro da normalidade ficará preso mais dez anos”, afirmou o procurador Edílson Mougenot Bonfim em entrevista ao G1. “É abrir as portas do cárcere para que ele volte a ter a possibilidade de matar, estuprar”.
“Se ele não for 24 horas supervisionado, ele vai cometer crimes de novo. Da mesma forma”, afirma Lineu Evaldo Engholm Cardoso, advogado que defendeu Francisco. “Ele é um risco para a sociedade se não for supervisionado full time”.
Francisco começou a cometer os crimes em 1998. Ele abordava as vítimas no Parque do Estado, na Zona Sul da capital paulista. Sua tática era convencer as garotas, com idades entre 17 e 27 anos, a lhe acompanharem para tirar fotos na mata para um catálogo de produtos de beleza.
As vítimas caíram na conversa de que Francisco fotografava modelos e foram obrigadas a se despir e acabaram sendo esganadas e violentadas pelo falso fotógrafo no Parque do Estado.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores