Jaguaquara e Brejões lideram na região em casos de estupro - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Jaguaquara e Brejões lideram na região em casos de estupro

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 10 de agosto de 2018 - 0 Comentários

No Vale do Jiquiriça sete municípios totalizam 15 casos de estupros.



A edição de 2018 do Anuário Brasileiro de Segurança Pública apontou que a Bahia teve, em 2017, aproximadamente 9 estupros por dia e pelo menos uma tentativa. Com 3.270 registros pelo estudo, a Bahia concentraria 5% dos casos de violência sexual do país. Ainda conta nos registro que ouve 416 tentativas de estupros.  no Brasil ouve 60018 casos e 5997 tentativas.
Segundo a Secretaria da Segurança Pública da Bahia, o Vale do  Jiquiriça  registrou no período de janeiro a março, 15 casos de estupro: Jaguaquara lidera com 06 registros, seguida de  Brejões  (03), Itaquara (02), Maracás, Nova Itarana, Planaltino, e Santa Inês (01).

Em relação a 2016, ainda segundo o anuário, a Bahia assistiu a um crescimento no número de estupros. Foram 2.845 contra 3.270 em 2017, o que representa um aumento de 14,4%. Nas tentativas tiveram 366 casos em 2016 para 416 em 2017, aumento de 13,2%.
Roraima, Acre e Rio Grande do Norte são os estados brasileiros com menos casos de estupro: Foram 193, 210 e 213, em 2017, respectivamente. São Paulo com   11089 casos de estupros, seguido por Rio de Janeiro com  4.705, Minas Gerais  4.692,  Paraná  4.493 e Rio Grande do Sul    4.079 são os campeões desta triste estatística.

A base de dados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública levou em consideração informação de Secretarias Estaduais de Segurança Pública e  Defesa Civil, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A fonte dos dados é o SINESP. Não especifica se inclui estupro de vulnerável.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS