Isaquias conquista primeiro ouro do Brasil no Mundial de Canoagem - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Isaquias conquista primeiro ouro do Brasil no Mundial de Canoagem

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 24 de agosto de 2018 - 0 Comentários

 Isaquias mostrou estar com a estratégia afinada na finalíssima.






Saiu a primeira medalha de ouro do Brasil no Mundial de Canoagem e Paracanoagem, que está sendo realizado em Portugal. E não podia ser de outro atleta se não Isaquias Queiroz, principal nome brasileiro do esporte. Na categoria C1 500 m, o baiano completou o percurso em 1min49s203, superando seu algoz das Olimpíadas de 2016, o alemão Sebastian Brendel, em final emocionante nas águas de Montemor-o-Velho.
Isaquias mostrou estar com a estratégia afinada na finalíssima. Largando atrás, assumiu a dianteira após os primeiros 250 m e não saiu mais. Chegou a abrir boa vantagem em relação a Brendel, que se manteve na cola do brasileiro até o final, e, mesmo com a disputa apertando nos metros decisivos, Isaquias suportou a pressão do alemão e cruzou a linha de chegada 0,293 segundos antes do rival.
A terceira posição ficou com o último campeão da prova Martin Fuksa, da República Tcheca, que desta vez teve de se contentar com o bronze.
Esta é a quarta medalha de ouro de Isaquias Queiroz em Mundiais, a terceira na C1 500 m (2013 e 2014). O baiano, que deixou as Olimpíadas de 2016 com duas medalhas de prata e uma de bronze, enfim voltou a comemorar uma primeira posição e ainda tem a chance de faturar mais uma dourada para o Brasil em Portugal. Neste sábado, o atleta de 24 anos de idade disputará outra final, desta vez na categoria C1 1000m.
“Olha, não sei muito inglês… Estou muito feliz de ter ganhado do Brendel, ter ganhado do Fuksa, meu terceiro mundial do C1 500m, e agora é descansar para ganhar desses monstros no C1 1000m”, comentou Isaquias, após o título desta sexta-feira, em entrevista ao canal SporTV.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores