Inundações deixam mais de 300 mortos na Índia - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Assaltantes levam moto na zona Rural de Itiruçu

Uma moto Honda Bros, cor vermelha e placa NZU-2191 de Itiruçu, foi tomada de assalto por dois elementos armados na região do Assentamento...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Inundações deixam mais de 300 mortos na Índia

Por: Redação Itiruçu Notícias - sexta-feira, 17 de agosto de 2018 - 0 Comentários

Moradores locais são retirados por helicópteros de áreas inundadas em Kerala



Inundações que afetam há 10 dias a Índia já deixaram ao menos 324 mortos no Estado de Kerala, informou nesta sexta-feira (17) o governo local. 
Para o ministro-chefe de Kerala, Pinarayi Vijayan, seu estado “enfrenta as piores inundações do último século”.
Para enfrentar essa crise “extremante grave”, o governo local reforçou as operações de resgate para retirar de suas casas as pessoas afetadas pelas chuvas torrenciais. Milhares delas já foram salvas, mas 6.000 ainda se encontram presas.
Cerca de 30 helicópteros do exército e 320 embarcações participam nas operações de salvamento. Os pescadores locais também ajudam com seus barcos nas tarefas de resgate.
O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, anunciou que viajará para Kerala na noite desta sexta-feira para examinar a situação.
No estado, famoso por suas praias paradisíacas, costuma chover com grande intensidade durante a estação das monções, mas as chuvas foram especialmente fortes neste ano. Mais de um milhão de turistas visitaram Kerala no ano passado, segundo dados oficiais.
“Ajude-nos!”
Segundo o ministro-chefe de Kerala, 223.139 pessoas sem moradia foram abrigadas em 1.500 acampamentos improvisados desde que as inundações começaram.
Os meteorologistas continuam sem prever o final das chuvas. Enquanto esse problema perdura, cresce o número de habitantes que pedem ajuda nas redes sociais.
“Minha família e a dos vizinhos sofrem graves problemas por causa das inundações na região de Pandanad Nakkada”, assegurou Ajo Varghese em uma publicação que viralizou no Facebook. Não temos “nem água nem comida”, lembrou. “Os telefones celulares não funcionam. Ajudem-nos, por favor!”, acrescentou.
Um dirigente local confirmou que o problema nas linhas telefônicas dificulta o contato com os habitantes afetados pelas inundações que precisam de ajuda de maneira urgente. Mais de 10.000 quilômetros de rodovias foram danificadas em Kerala.
As chuvas torrenciais também geraram inundações e outros estados indianos, como o de Karnataka, no norte de Kerala, ou o de Madhya Pradesh, no centro do país.
Pelo menos 868 pessoas morreram por causa de inundações em sete estados indianos, incluído o de Kerala, desde que começou a estação das monções em junho, segundo o ministério do Interior.
Foto Reuters


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores