Terrorista venezuelano atenta com drones bomba contra presidente - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Terrorista venezuelano atenta com drones bomba contra presidente

Por: Ed Santos - domingo, 5 de agosto de 2018 - 0 Comentários


Nicolás Maduro durante o evento militar deste sábado (4), em Caracas, pouco antes de ter seu discurso interrompido e precisar ser evacuado às pressas por causa do que o governo venezuelano chamou de uma 'tentativa de ataque' com drones carregados de explosivos (Foto: Juan Barreto/AFP)
Segundo informações oficiais, drones foram usados para detonar explosivos em um ataque a Nicolás Maduro, deixando 7 soldados feridos. Maduro e sua equipe saíram ilesos. Durante discurso neste sábado (4), em Caracas, diante do Exército, uma explosão foi ouvida e soldados correram para proteger-se. A transmissão do discurso foi interrompida.

Segundo o governo mais tarde informou, trata-se de um atentado de morte frustrado que tinha como objetivo atacar ao presidente Nicolas Maduro.

O vice-presidente da Comunicação, Cultura e Turismo do governo venezuelano, Jorge Rodríguez, confirmou os ataques e afirmou que 7 cadetes ficaram feridos. Ele também afirmou que "vários drones" foram utilizados para detonar explosivos e realizar o ataque.

Familiares de soldados que estavam no local também confirmaram que houve soldados feridos no atentado.

​Fontes policiais também disseram que um drone sem autorização foi abatido na capital.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou a extrema-direita da Venezuela e o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, de tramar o atentado contra sua vida que aconteceu neste sábado (4). Manuel Santos nega. O grupo extremista de ultradireita autodenominado "Movimiento Nacional Soldados de Franelas" assumiu responsabilidade pelo atentado a bombas.

O diplomata americano John Bolton, alto funcionário da Casa Branca, negou neste domingo a possibilidade de haver qualquer participação dos Estados Unidos no ataque com drones contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, em Caracas, no último sábado.

Nicolás Maduro é um dos últimos presidentes progressistas a resistir a assenção da ultra direita na américa latina que tem usado da violência, golpes jurídicos parlamentários para assumirem o poder em vários país na América Latina. A resistência do governo venezuelano tem resultado em inúmeras sanções do Estados Unidos  que tem levado o país a escassez de alimentos e com crise crises humanitárias.

As acusações contra a Colômbia em relação ao planejamento do atentado contra o presidente venezuelano, Nicolás Maduro, podem ter fundamento, pois no território colombiano estão concentradas as forças de oposição ao sucessor de Chávez, enquanto a variante de encenação é pouco provável, acredita um especialista russo.

"Recentemente, a Colômbia tem sido um forte e confiável aliado dos EUA, há pouco ela se tornou em um aliado da OTAN, lá se realiza uma série de manobras, inclusive de designação especial. Para mim, a Colômbia gradualmente se converte, tal como em certa época Miami e a Flórida se converteram no centro anti-Castro, anti-cubano, […] em um centro anti-Maduro onde se concentram as forças opositoras a Maduro", explicou Burykh.

Pelo menos 7 terroristas foram presos pelas autoridades venezuelanas. Rússia, China, Turquia, Irã, Síria, Cuba e Bolívia condenaram o atentado que tentou atingir o presidente da Venezuela Nicolás Maduro. O governo Temer não se manifestou.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores