Ciro Gomes explora contradições de Bolsonaro e ataca PT e PSDB - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow

NOTÍCIA EM DESTAQUE

Motorista alcoolizado que provoca morte. Qual a punição?

O comportamento do brasileiro no trânsito encontra-se longe do recomendável. O número de motoristas que dirigem alcoolizados, inclusive...

Histórias que o Povo Conta

A história que o povo conta; O Retratista

Paulo Borges de Oliveira, natural de Castro Alves – BA, nascido em 18/11/1918, chegou em Itiruçu –BA, em 1950, foi comerciante juntamente com seu irmão Otávio (já falecido), na antiga rua da Lancha, hoje Moisés Almeida, mas, anos depois dedicou – se inteiramente a profissão de fotógrafo.
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

A Ganância e a Discórdia a felicidade dos invejosos

Aquele que semeia a discórdia é terrível. Não gosta de ver a paz reinar em canto algum, parece que se agonia com isso.

Qual o objetivo das pessoas que agem desta forma? Será que essa atitude provoca prazer em determinadas pessoas? Ou seria o ego de pessoas invejosas que se sentem felizes provocando infelicidades.

Fazendo minhas análises sobre certas atitudes humanas percebi que pessoas infelizes são as que mais disseminam discórdias e a maior delas sempre está relacionada com algum tipo de fofoca raivosa.

Aquela que numa simples palavra já se percebe o rancor interior de quem fez. E se estivermos perto de quem fez a fofoca raivosa nota-se no semblante da pessoa um certo alívio pela maldade que provocou ou até um sorriso nos lábios achando-se vitorioso...CONTINUE LENDO


MAIS LIDAS DO MÊS


Ciro Gomes explora contradições de Bolsonaro e ataca PT e PSDB

Por: Redação Itiruçu Notícias - sábado, 25 de agosto de 2018 - 0 Comentários

ironizou o tempo de exposição de Alckmin "Imagina o Alckmin seis minutos por dia, vai dar pra dormir".


Em evento com a militância na Via Matarazzo, casa de show em São Paulo (SP), Ciro disse que Bolsonaro é o "adversário predileto na internet", mas que não adianta confrontá-lo com questões relacionadas ao machismo e racismo nos debates presidenciais. "Ele está com essa força porque ele é isso e infelizmente uma fração do povo brasileiro é isso e se sente representado", afirmou.
De acordo com o pedetista, as fragilidades do deputado federal estão em contradições sobre suas propostas de governo. Ele citou como exemplo a ideia de acabar com o subsídio para o agronegócio. "Se for levar ao pé da letra a proposta do Bolsonaro, o agronegócio brasileiro fecha em 12 meses", afirmou. De acordo com o candidato, em 2017 o governo federal gastou R$ 158 bilhões com subsídios ao setor. "Os ultraliberais acham que isso é uma distorção grave", completou.
Não foi só o deputado federal que foi alvo da metralhadora verbal de Ciro. Ele também criticou os governos do PT e PSDB e as articulações eleitorais dos dois partidos. "As alianças do PT e PSDB deixaram para mim só o Avante", afirmou, em referência às coligações, que reduziram seu tempo de propaganda eleitoral em rádio e televisão.
Em seguida, o presidenciável ironizou o tempo de exposição de Geraldo Alckmin (PSDB), que terá 5 minutos e 32 segundos e 434 inserções. "Imagina o Alckmin seis minutos por dia, vai dar pra dormir", disse Ciro, que terá 38 segundos e 50 inserções. O tucano conquistou maior tempo de propaganda devido ao apoio do centrão, que desistiu de apoiar o ex-governador do Ceará.
Ciro voltou a criticar também a estratégia do PT em manter a candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva. "Essa brincadeira pode tirar 2, 3, 4, 5 pontos críticos de mim e permitir que direita e extrema-direita vão ao segundo turno", afirmou.
De acordo com a última pesquisa Datafolha, no cenário sem o ex-presidente, Bolsonaro lidera com 22% das intenções de voto, seguido de Marina Silva (Rede), com 16%. Ciro aparece tecnicamente empatado com Alckmin. Ele registrou 10% e o tucano 9%.


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores