Presidente do Irã ameça com "a mãe de todas as guerras" - Itiruçu Notícias - Itiruçu e Região conectados com a informação
Arrow
HISTÓRIAS QUE O POVO CONTA

A história que o povo conta; O Retratista

Este veículo marcou época em Itiruçu, no final da década de 60 e início da década de 70. De cor provavelmente verde-escura e ano de fabricação 1954.
Estacionada em frente ao Grupo Escolar Francisco Mangabeira, atual Secretaria de Educação , tendo a bordo: ...
CONTINUE LENDO

EDITORIAL

Desejo de manter foco


Parece que está se tornando cada vez mais difícil nos concentrarmos numa única coisa por muito tempo. A sociedade moderna definitivamente tem nos levado a manter períodos curtos de atenção. Se assistirmos qualquer programa de tevê ou filme, vamos notar como as coisas se movem rapidamente e o ritmo acelerado do enredo. Um comercial típico de tevê muda as imagens a cada poucos segundos, às vezes menos. A lógica é: se não capturarmos a atenção do indivíduo imediatamente. ele vai se voltar para outra coisa.
Com tantas coisas competindo por nossa energia mental, que vão da Internet passando pelas mensagens de texto e e-mails, é de admirar que ainda sejamos capazes de concentrar o foco em alguma coisa.
...CONTINUE LENDO
VERSÍCULOS BIBLÍCOS
BÍBLIA!
PARE! LEIA! REFLITA! PRATIQUE!
CLIQUE AQUI

Presidente do Irã ameça com "a mãe de todas as guerras"

Por: Redação Itiruçu Notícias - domingo, 22 de julho de 2018 - 0 Comentários

Hassan Rohani, também disse  "a paz com o Irã é a mãe de todas as pazes”



"Não brinque com fogo", diz presidente do país, Hassan Rohani, em recado a Donald Trump. Líder iraniano também afirma que Teerã pode bloquear rota de exportação de petróleo no Golfo Pérsico.
O presidente do Irã, Hassan Rohani, alertou neste domingo (21/07) para o perigo de os Estados Unidos começarem um conflito com seu país, o que seria "a mãe de todas as guerras", recomendando que Washington "não brinque com fogo".
"O poder do Irã é dissuasório, e não temos um conflito com ninguém, mas os americanos devem entender que a paz com o Irã é a mãe de todas as pazes”, afirmou. "Assim como a guerra seria a mãe de todas as guerras", disse Rohani em cerimônia com diplomatas iranianos.
O líder ressaltou que o Irã responderá às ameaças "com ameaças" e não se intimidará, segundo o discurso publicado no site da Presidência iraniana. Ele também voltou a afirmar que Teerã pode bloquear as rotas para exportação de petróleo no Golfo Pérsico.
Já durante visitas a Suíça e Áustria, no começo do mês, Rohani advertira que o Irã pode fechar o Estreito de Ormuz, principal rota para as exportações de petróleo da região do Golfo.
Se dirigindo ao presidente americano, Donald Trump, deu um conselho. "Não brinque com a cauda do leão, porque você irá lamentar", uma expressão em farsi equivalente a "não brincar com fogo".
Trump retirou em maio os EUA do acordo nuclear multilateral de 2015 com o Irã e voltou a impor sanções a Teerã, que entrarão em vigor em agosto e ameaçam afetar a já enfraquecida economia iraniana. A medida tem o objetivo de afetar o Irã em duas frentes: seus programas de mísseis balísticos e sua influência regional.
"Pagaremos custos, mas conseguiremos mais benefícios", afirmou Rohani, descartando como já fez no dia anterior o líder supremo, Ali Khamenei, qualquer negociação com Washington.
"Negociar hoje com os EUA não significa mais do que a rendição e o fim das conquistas da nação do Irã. Se nos rendemos diante de um fanfarrão mentiroso como Trump, saqueiam o Irã", acrescentou.
No discurso, Rohani também se referiu aos esforços de autoridades americanas para tentar encorajar os movimentos de protesto internos contra o regime dos aiatolás. Ele afirmou que os EUA não são capazes de "provocar o povo iraniano contra a segurança e os interesses do Irã", em aparente referência a recentes esforços dos EUA para desestabilizar o governo iraniano através de propaganda.
Washington lançou recentemente uma campanha de propaganda no Irã, incluindo anúncios e discursos nas mídias sociais destinados a influenciar o descontentamento da população.
Neste mês, Trump se disse confiante de que o Irã aceitará suas condições e lhe contatará para chegar a um novo acordo, porque está tendo "muitos problemas e sua economia está afundando".
Reuters/


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Colaboradores






MAIS LIDAS DO MÊS