Presidente da UPB é contra a criação de novos municípios - Itiruçu Notícias
Arrow
formatura do Proerd em Itiruçu - Imagens Wilson Novaes


Passeio Cicloturismo de Itiruçu



EDITORIAL

Reflexão do sofrimento superado pela Fé

As lágrimas escorrem como sangue de uma ferida, difícil de estancar.
As batidas do coração doem a cada pulsação.
O olhar que não encontra uma saída nem mesmo alguém que possa compreender, quando se está no chão.
Não há uma mão pra te levantar, mas várias para te empurra no abismo. Apagar a luz no fim do túnel com um sopro para que não enxergue a saída.
Mas com tua em fé em Deus, louvai, porque ele é bom
Em Salmos 107.06 diz “E clamaram ao Senhor na sua angústia, e os livrou das suas dificuldades.”
Pois Deus conhece as duas dores e os seus sofrimento .
Os retos o verão, e se alegrarão, e toda a maldade tapará a boca.
Quem é sábio observará estas coisas, e eles compreenderão as bondades do Senhor. Salmos 107:42,43 CONTINUE LENDO


COLUNISTAS



Coluna Joselito Fróes: Êta lê lê! : O Bar São Jorge

Existem certas relíquias que o tempo faz questão de perpetuar. Passa-se o tempo e a suas lembranças continuam vivas em nossos corações...


MAIS LIDAS DO MÊS


Presidente da UPB é contra a criação de novos municípios

Por: Redação Itiruçu Notícias - quinta-feira, 19 de julho de 2018 - 0 Comentários

 Se depender distrito com Stela Dubois (Entroncamento de Jaguaquara) não terá sua emancipação



O presidente da União dos Municípios da Bahia, Eures Ribeiro (PSD), disse, nesta terça-feira(17), que é contra o projeto, que tramita no Congresso Nacional, para autorizar a criação de novos municípios. Para ele, a proposta é uma “forma absurda de enxergar a questão republicana”. “Temos 417 municípios, os menores são os que mais sofrem. Você criar mais municípios, com mais dificuldades financeiras, já nascem em um estado de penúria. Não acho que é por aí que se cria uma Bahia melhor”, afirmou, em entrevista à rádio Metrópole. Hoje, o Brasil tem 5.570 prefeituras. Na Bahia, estima-se que, pelo menos, 20 povoados têm a pretensão de virar cidade. O deputado federal Paulo Azi (DEM) tem defendido a matéria. No entendimento dele, é justo o interesse destas regiões.

Ainda na entrevista, o mandatário da UPB criticou a “falta de preparo” da Defesa Civil nacional para combater a seca na Bahia.  “Fui com um grupo de prefeitos e infelizmente não se encontrou uma nova forma para combater a seca. […] Nós ficamos surpresos com a falta de preparo da Defesa Civil Nacional, que não tinha nem informação sobre as cidades. Há quanto tempo tem seca no sertão? Por maior que seja a crise do país, existe recurso emergencial. Não é possível que não nos atendam”, disse Eures Ribeiro, que também é prefeito de Bom Jesus da Lapa.

De acordo com ele, as prefeituras do interior da Bahia não têm recursos para reduzir os efeitos da crise hídrica.  “O caminhão-pipa ainda é a única medida e foi suspenso em vários municípios da Bahia. No Nordeste, como um todo, teve um número de chuvas significativas, exceto na Bahia. […] Você colocar com recursos do município é impossível. O ministro [das Cidades, Alexandre Baldy] se comprometeu conosco. Agora, voltaremos na quarta com Exército para retomar a operação”, pontuou.
Fonte: Tribuna da Bahia


Não se esqueça de ler isso também ...

Nenhum comentário:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do Itiruçu Notícias; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PARCEIROS



 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif
 photo GS-SOMgif_zpszfpbff8c.gif